Futebol

27 fevereiro 2020, 23h04

Dyego Sousa

O avançado Dyego Sousa realizou o primeiro jogo pelo Benfica a titular. No 3-3 diante do Shakhtar Donetsk, o 20 atuou 79 minutos e lamentou a eliminação da Liga Europa, apesar de a equipa ter trabalhado bastante.

“A equipa fez um bom jogo. Eu não queria uma estreia [a titular] destas. Ainda por cima, saímos da competição. Éramos uma equipa considerada favorita, jogámos como favoritos. Fica o sabor amargo. Trabalhámos bastante e não conseguimos o objetivo”, considerou.

O internacional português apontou ao detalhe para explicar a eliminatória com os ucranianos e garantiu que o “grupo está unido”.

Estou-me a adaptar bem. Estou há muito tempo no futebol português, o grupo é espetacular e estão a ajudar-me desde o início. O grupo está unido e focado. Nos dois jogos, tanto na Ucrânia, como em Lisboa, faltou um golo. São duas grandes equipas, de Liga dos Campeões, e a eliminatória ficou resolvida num detalhe”, sublinhou.

“É uma frustração. Estivemos na frente, mas ficámos à mercê e tivemos de correr atrás do resultado. O futebol é assim. Agora é dar seguimento nas competições que faltam”, apontou Dyego Sousa.

No Estádio da Luz estiveram 48 302 espectadores. O apoio incessante vindo das bancadas foi reconhecido pelo ponta de lança.

“Quero deixar uma mensagem de força aos adeptos. Dentro de campo, vamos dar o máximo, e quero agradecer o apoio. Mesmo no final do jogo estavam a aplaudir-nos. Precisamos deles para conseguirmos as vitórias e comemorarmos no fim da época”, agradeceu.

Texto: Marco Rebelo

Fotos: João Paulo Trindade e Cátia Luís / SL Benfica

Última atualização: 28 de fevereiro de 2020

Patrocinadores principais do Futebol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar