18 de março de 2020, 14h44

Hugo Gaspar: "Força e união, tudo passará"

Clube

É esta a mensagem deixada pelo capitão do Voleibol, e médico, na News Benfica desta quarta-feira.

Fala quem sabe! Hugo Gaspar é, para além de capitão do Voleibol do Benfica, médico. Face à pandemia do vírus COVID-19, e aproveitando o espaço diário da News, o atleta deixa uma mensagem forte, de resiliência, elencando ainda os seus maiores desafios pessoais.

Passa praticamente uma semana desde que o Sport Lisboa e Benfica colocou em ação o plano de prevenção e combate. A Organização Mundial de Saúde declarou o vírus Covid-19 como pandemia, e o Clube agiu de imediato, até por antecipação. 

"Após dias de isolamento social/quarentena, e de um turbilhão de emoções, sensações e questões, não tenho dúvidas que a palavra do ano, que normalmente se decide lá para dezembro, será 'Corona'. É verdade, cá estamos nós na nossa angústia, fechados em casa, com pouco ou nenhum contacto social, a beber as informações das televisões, redes sociais e milhares de mensagens trocadas pelo WhatsApp", comentou o capitão de voleibol do SL Benfica.

Hugo Gaspar

"O que mais precisamos é consciência cívica, de como nos comportar perante esta ameaça"

Na News Benfica, que pode ler no Site Oficial do Clube, Hugo Gaspar descreve, um a um, os quatro principais desafios que está a viver durante esta fase "negra". O primeiro deles como pai, marido e filho!

"A família e o isolamento social. A necessidade de protegermos os que nos são mais queridos e chegados. Como passar horas e horas em casa com as crianças, ter a capacidade de aproveitar todos os minutos e horas com eles. E se há uns meses nos queixávamos de ter pouco tempo com eles, chegou a hora de os compensar", revelou. 

De seguida, Hugo Gaspar explica quais os principais desafios sentidos com capitão e atleta.

"A equipa e o Benfica. Deixámos de treinar em equipa e começámos a treinar cada um sozinho, em casa, no parque, através das indicações da nossa equipa técnica, com planos de exercício e nutrição atualizados e enviados diariamente. Cabe a cada um de nós, atletas, demonstrar que somos capazes de manter a nossa forma física, mesmo em condições excecionais como esta", disse, vincando algo transversal a todas as modalidades e futebol: todos os atletas têm planos de trabalho! 

Hugo Gaspar

"Também eu estarei na linha da frente, a ajudar todos aqueles que precisem"

A responsabilidade civil é o terceiro desafio apontado pelo capitão: "Sim, temos de ter consciência que vivemos em sociedade e que precisamos uns dos outros, e neste momento o que mais precisamos é consciência cívica, de como nos comportar, perante esta ameaça."

A fechar, o último dos desafios, o do médico Hugo Gaspar...

"Também eu estarei na linha da frente, a ajudar todos aqueles que precisem, muitas vezes com aquele receio de que em casa tenho a minha família à espera da minha chegada são e salvo", explicou.

Do capitão, do homem, do ser humano, do médico, uma última mensagem!

"Gostaria de mandar uma mensagem positiva de força e união e com a certeza que tudo passará e que brevemente estaremos todos juntos a festejar as nossas vitórias. E um dos festejos será contra esta epidemia que sem dúvida nenhuma vamos vencer", concluiu.

Fotos: SL Benfica

PATROCINADORES MODALIDADES


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar