25 de março de 2020, 17h00

Kalaica: "Que estes tempos de adversidade sejam ultrapassados"

Futebol

Central croata da equipa B do Benfica aborda a forma como está a viver a quarentena e também o sismo que ocorreu no seu país natal.

DECLARAÇÕES

Não bastasse a pandemia de COVID-19 com que o mundo se debate, no último domingo a Croácia foi abalada por um forte sismo. Natural de Zagreb, Kalaica conta como está a viver tudo isto e deixa recomendações.

Vivem-se momentos difíceis e quem está longe das suas casas, das suas famílias, dos locais que lhes são mais queridos... vivem, com toda a certeza, momentos de autêntico pesadelo! Manter a calma, ter paciência, ser resiliente e otimista. É o mote, e Kalaica dá o exemplo, na primeira pessoa.

"Para ser sincero, nunca imaginei que a quarentena fosse durar tanto tempo. Até agora não tem sido difícil, mas gostaria muito de voltar a treinar com a equipa brevemente. Estes dias de quarentena têm sido passados em casa, a tentar manter uma rotina, sempre ativo e ocupado. Acordo cedo todos os dias, tomo o pequeno-almoço e costumo treinar a seguir. Tenho planos diários de corrida e vários exercícios feitos pelo Benfica. O Clube tem apoiado muito, pensa em todos e cada jogador tem tudo o que precisa", explicou o defesa, natural de Zagreb, em declarações à BTV.

"Todos os dias falo com alguém da equipa, porque assim ajudamo-nos uns aos outros. Para além de treinar todos os dias, tento ter sempre algo para fazer… jogos, falar com a minha família, ler e ver séries", revelou o central, elogiando o Clube e o espírito de entreajuda que se vive.

Kalaica

"O Benfica tem apoiado muito, pensa em todos, e cada jogador tem tudo o que precisa"

Ora, não bastasse a pandemia, o último domingo despertou com mais uma notícia trágica. As placas tectónicas "acordaram", e há 140 anos que não se sentia tamanho abalo sísmico na Croácia: 5,3 na escala de Ritcher, sete quilómetros a norte de Zagreb!

"A situação na Croácia piorou por causa do sismo que aconteceu na minha cidade, destruiu muitas casas, mas graças a Deus a minha família está bem, e espero que consiga ultrapassar esses momentos difíceis. Costumo falar com os meus familiares através de videochamada. O facto de estamos muito distantes não é fácil, mas falarmos tem sido um grande suporte nesta altura", explicou Kalaica.

De seguida, uma mensagem para os compatriotas...

"Queridos habitantes de Zagreb, tenham força neste momento de enorme dificuldade. Todos rezamos para que estes tempos de adversidade sejam ultrapassados o mais rápido possível. Um abraço", disse, na sua língua-mãe.

A fechar, uma palavra para todos os que vivem no País de Camões, nação valente que, tal como a tantos outros, o recebeu e acolheu de coração.

"Sigam as ordens das autoridades portuguesas, fiquem em casa e protejam-se, a vocês e às vossas famílias", concluiu.

Fotos: SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar