30 de março de 2020, 16h36

Carlos Moia: "Só nós agimos assim..."

Clube

Presidente da Fundação do Clube assina o editorial na News Benfica desta segunda-feira.

A solidariedade ganha – ainda mais! – peso num momento em que o mundo vive em suspenso. No combate à pandemia de COVID-19, o Sport Lisboa e Benfica "atua a uma só voz", estende a mão aos "mais fracos de entre os fracos" e responde com "força, músculo financeiro e dimensão".

"Vivemos tempos de extrema complexidade que desafiam o país, o mundo e cada um de nós. É um verdadeiro teste à resiliência das pessoas, das famílias e das instituições. É também um tempo de verdade e de retoma de valores no qual a superficialidade vã e a falta de compromisso dos pequenos de espírito vêm ao de cima, elevando-se bem alta a generosidade dos grandes e a sua superação perante a adversidade", escreveu Carlos Moia, presidente da Fundação Benfica, que assina o editorial da News Benfica desta segunda-feira, 30 de março.

Uma adversidade transversal a todos, à qual o Benfica respondeu com "força, músculo financeiro e dimensão", dando ainda mais sentido ao lema do Clube. 

"É assim o Benfica, da excelência conquistada pelo esforço e merecida pela vitória. 'E Pluribus Unum'… De todos um! O Benfica, claro! O Benfica reagiu com força, músculo financeiro e dimensão. A Fundação Benfica atuou prontamente. É admirável a grandeza deste Benfica, tantas vezes injustiçado, que, perante a enormidade deste embate universal, mobiliza todas as suas energias, dos jogadores e atletas aos colaboradores e dirigentes, e atua a uma só voz, direto, incisivo, grande!", explicou o presidente da Fundação.

"Para os que não são benfiquistas é difícil perceber o que nos une e faz vibrar, seja no campo, seja na vida normal, porque escapa à exclusiva esfera do raciocínio e é, isso sim, paixão, emoção e mística! Disse alguém que 'só nós sentimos assim' e atrevo-me a acrescentar que 'só nós agimos assim'", prosseguiu Carlos Moia. 

Carlos Moia

"SOMOS CAMPEÕES, SABEMOS SUPERAR-NOS PERANTE AS ADVERSIDADES"

"Cabe hoje à Fundação Benfica, a que tenho a honra de presidir, materializar a solidariedade benfiquista com a sua ação. Foi assim no passado com tantos e tantos projetos socioeducativos, de envelhecimento ativo, de combate à exclusão e pobreza, de integração social. Foi assim nas crises humanitárias do Haiti, Madeira, Mali, Ilha do Fogo, incêndios de 2017 e recentemente Moçambique. Está a ser assim agora, aqui, connosco! E já dissemos pronto à chamada, adotando uma postura responsável de colaboração com as autoridades e reforçando a sua ação onde é preciso. Comprando ventiladores e material de proteção, progressivamente mais e mais, entre fundos mais modestos da Fundação e um milhão deste generoso, enorme, Benfica. Procurámos os mais fracos de entre os fracos e levámos cabazes de alimentação a todos os cerca de 3000 idosos isolados e pobres do país em colaboração com a GNR. Levámos 5 toneladas de comida aos sem-abrigo através da Comunidade Vida e Paz com o envolvimento direto e patrocínio do plantel de futebol profissional", explicou o presidente da Fundação Benfica, uma instituição que há mais de 10 anos está envolvida em vários projetos de carácter social. 

"Fizemos, fazemos e continuaremos a fazer tudo isto de forma responsável e com a ambição dos grandes, porque quando a Fundação faz, é o Benfica que faz, o Clube, as estruturas, os Sócios e os adeptos. Sentimos o peso reconfortante dessa responsabilidade", prometeu. 

Perante uma "prova difícil", deixou uma mensagem de esperança, apelando aos adeptos do Sport Lisboa e Benfica para que contribuam para causas "justas e urgentes". 

"Esta é uma prova difícil que juntos iremos vencer, somos campeões e sabemos superar-nos perante as adversidades. Por isso, os benfiquistas sabem que é preciso contribuir para a Fundação Benfica, não diretamente, mas com a consignação de 0,5% do seu IRS. Também sabem que gerimos com critério e investimos em causas justas e urgentes, por isso confiam em nós, e eu aqui reitero, em meu nome pessoal e da Fundação, que todo o dinheiro será bem empregue", prometeu Carlos Moia.

Fotos: Arquivo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar