31 de maio de 2020, 18h45

🎥 Entrevistas: Eis os "reforços"

Futebol

São oito os jovens made in Benfica Campus que integram atualmente os trabalhos da Equipa Principal. Apresentamos-lhe todos…

QUEM SÃO?

João Ferreira, Morato, Leo Kokubo, Paulo Bernardo, Tiago Dantas, Gonçalo Ramos, Tiago Araújo e Rafael Brito trabalham afincadamente no Benfica Campus sob os comandos do míster Bruno Lage. A integração dos jovens na equipa A tem sido gradual e ei-los, um a um, na primeira pessoa, a dar voz aos sonhos!

Foram largos os dias de espera! Face à COVID-19, tudo mudou e cada vez mais se exige adaptação. Cumprida a quarentena, cumprindo todas as indicações das entidades competentes, o Benfica Campus preparou-se ao pormenor para receber a formação comandada por Bruno Lage… e dia 4 de maio as portas do Seixal reabriram. 

Testes médicos, físicos, os primeiros treinos, os trabalhos no relvado e já com o coletivo presente, o regresso à Luz, os preparativos para o recomeço da Liga NOS... Têm sido diversas as etapas calcorreadas e os "reforços" acabaram por surgir naturalmente, com o técnico a chamar os jovens formados no Glorioso à equipa principal. 

Entrevistas exclusivas à BTV e que pode ver e ler no Site Oficial... 

JOÃO FERREIRA

Experiência na Equipa Principal

"É um acrescento. Sinto-me mais confortável com a equipa, mais à vontade, e isso ajuda-me também nos treinos."

Receção de excelência

"Acolheram-me sempre da melhor maneira, sempre a puxar por mim. Dou-me bem com todos... Eles deixam-nos à vontade e fazem com que nos sintamos em casa. O treinador esta a puxar por nós, é normal. Tem sido muito bom, muito positivo."

jovens 'reforços' da Formação

Equipa B, uma boa escola

"Precisava de muitos minutos na Equipa B para me ajudar a crescer enquanto jogador e acho que foram fundamentais."

Ansiedade?

"Não estou ansioso. Tenho tranquilidade naquilo que faço e sei que, se continuar a trabalhar bem, o meu momento irá chegar. 

Ambições futuras

"Já me estreei pela equipa principal, mas agora tenho outros objetivos: ganhar uma Champions League, fazer o máximo possível na minha carreira."

MORATO

O nome...

"O Morato vem do nome da minha cidade… Francisco Morato. Não é o meu nome! Profissionalmente tratam-me por Morato, mas em casa é Filipe."

Futebol Brasileiro vs Futebol Português

"Aqui há outra dinâmica, maior velocidade e temos de nos adaptar mais rapidamente. Tenho vindo a melhorar nesse aspeto e com o tempo vou continuar."

São Paulo vs Benfica: condições

"Tive a sorte de trabalhar nesses dois Clubes. São Centros de Treino espetaculares, e quem reclamar está muito errado."

Central esquerdino

"Penso que pode ser uma vantagem para mim. Não existem muitos centrais esquerdinos e isso para mim é muito bom."

jovens 'reforços' da Formação

Em evolução

"No Benfica cresci fisicamente, taticamente, tecnicamente e psicologicamente. Estou aqui para aprender e quero melhorar todos esses aspetos dia a dia, e agora com a Equipa A isso é ainda mais importante. É sempre bom."

A estreia nos A... e Jardel

"Recebi a notícia que ia jogar um dia antes e fiquei um pouco ansioso, na expetativa… Foi uma aprendizagem muito boa e espero poder repetir. O Jardel passou-me muita confiança e passa. Tem vindo a ajudar-me bastante"

O peso da História

"Quero jogar, mas sabemos que a história do Benfica é rica em centrais brasileiros e espero conseguir seguir os passos desses craques, pois se assim for será uma ótima carreira."

E se for chamado a jogar?

"Estou preparado! Estamos aqui para isso. O objetivo é mesmo esse, de todos os que vieram para ajudar, estar preparados para ter uma oportunidade e corresponder quando o míster precisar.  O objetivo é estar na Equipa A e dar o melhor de mim!"

LEO KOKUBO

Japão vs Portugal

"É um mundo completamente do Japão, mas estou a gostar muito. É muito diferente. A comida, as pessoas, mas gosto mais daqui. Estou feliz em Portugal."

Aprendizagem constante 

"É muito bom estar na Equipa A. Aprendo muito com os meus colegas de posição, Odysseas, Svilar e Zlobin."

jovens 'reforços' da Formação

 O sonho

“Quero jogar na Equipa A. Estou a viver um sonho”

PAULO BERNARDO

Número 10 clássico

"Jogo a médio ou a médio ofensivo. Já ouvi muita gente a dizer que eu jogo de forma parecida com alguns antigos camisola 10 e espero que possa trazer uma novidade ao futebol."

Ídolo no futebol

"O meu ídolo de infância foi o Iniesta, mas o que acho que represento melhor é o Rui Costa. Dizem que há algumas semelhanças." 

Treinos com a Equipa A

"Agora já apareço mais confiante e mais calmo. Nos primeiros treinos sentia-me um pouco nervoso, acho que é normal quando estamos a ver os nossos ídolos. Eles põem-nos muito à vontade. Sinto que estou a ter uma oportunidade que sempre quis ter, é o concretizar de um sonho. A formação serve para nos prepararmos para isto e nós só temos de dar a nossa melhor resposta."

jovens 'reforços' da Formação

Ambição e responsabilidade

"As coisas têm de acontecer com naturalidade e, quando houver oportunidade, tenho de estar preparado. A equipa está confiante para o recomeço e queremos ganhar o Campeonato. Sempre que visto a camisola do Benfica, sinto que é uma responsabilidade muito grande, mas que temos de ter."

TIAGO DANTAS

As mudanças… e o regresso

"Em mim não mudou nada ou mudou muito pouca coisa. Fui melhorando ao longo dos meses, como acontece sempre. Em relação à equipa penso que pouca coisa mudou também, exceto o facto de ter progredido em equipa e como mais-valia, todos juntos."

O Campeonato está aí à porta…

"Estamos prontos para o recomeço do Campeonato. A equipa está muito motivada e muito confiante para o que resta e isso é muito bom para todos."

O míster Bruno Lage

"O míster Bruno Lage sempre foi muito transparente e sincero e o que fazia na Equipa B faz agora na Equipa Principal."

A estreia na equipa principal

"Foi um sentimento de muito orgulho, para mim, para a minha família, para as pessoas que me são próximas, foi o concretizar de mais um sonho."

jovens 'reforços' da Formação

Firmar-se nos A

"Não temos que apressar nada. Somos bons naquilo que fazemos senão não estávamos agora aqui, a integrar os trabalhos da equipa principal, e as coisas vão surgindo com naturalidade. Se formos chamados a jogar vamos, com certeza, corresponder, porque ao longo destes anos fomo-nos preparando para as oportunidades que poderão, ou não, surgir."

A posição em campo e a forma de estar

"Sinto-me mais confortável a jogar a partir do meio. Sempre me habituei a jogar contra jogadores mais altos, mais fortes, e sempre me habituei a ultrapassá-los e nunca pensei muito na fórmula ou no segredo para o fazer. Ajo com naturalidade e tento sempre dar o meu melhor."

O sonho

"Cheguei ao Benfica com 4 anos... é uma vida e mais um motivo de orgulho. Tenho o privilégio de treinar com a equipa principal e espero continuar a fazê-lo. Quero muito ser Campeão pelo Benfica e nunca o escondi, é um objetivo que tenho na minha cabeça e, com certeza, um dia irei realizá-lo."

GONÇALO RAMOS

Pai, uma referência

"Apesar de não o ter visto a jogar, foi sempre uma referência. Não vou dizer que me incentivou a jogar futebol porque é uma paixão minha, não fui obrigado… Mas de certeza que este 'bichinho' é também muito graças a ele. Depois dos treinos é sempre a primeira pessoa com quem falo." 

Posição em campo 

"É a segundo avançado/médio ofensivo que me sinto mais confortável… Mas o mais importante é jogar. O lema é querer sempre jogar, mas onde me sinto melhor é atrás do ponta de lança." 

Características de jogo

"Sou um jogador que tem facilidade em entrar em zonas de finalização, tenho o golo… Depois tenho de melhorar outros aspetos como as rotinas, como eu nem sempre joguei a ponta de lança, por muito que já tenha jogado nas duas últimas épocas, não tenho tantas rotinas…" 

jovens 'reforços' da Formação

Chamada à Equipa A

"É um ponto de chegada e um ponto de partida. O objetivo de todos os jogadores da Formação do Benfica é chegar aqui, mas depois é também afirmarmo-nos, aproveitar a oportunidade e desfrutar do momento. É o que estou a tentar fazer." 

Relação com o plantel

"Já conhecia o míster Bruno Lage, ainda cheguei a estar com ele na Equipa B, e vou aprendendo certos pormenores técnicos e táticos com as dicas que os jogadores me vão dando. Integraram-nos muito bem, sentimo-nos parte do grupo." 

Pronto!

"Fomos chamados para isso, se houver uma oportunidade estarmos prontos e rendermos. Eu estou preparado."

TIAGO ARAÚJO

Maravilhado com a chamada

"Confesso que não estava à espera. Estou muito contente e estou a aproveitar esta oportunidade ao máximo."

Rececionado com muita hospitalidade

"Fui muito bem recebido pelos jogadores. Eles acolheram-nos muito bem. O ritmo de treino é diferente. Eles são profissionais, têm mais experiência, é um contexto diferente, mas para a nossa evolução é excelente."

jovens 'reforços' da Formação

As virtudes que traz ao jogo

"A velocidade e a verticalidade são as duas características que me diferenciam. No futebol a minha referência é o Messi, mas, tendo em conta as minhas capacidades, tenho de referir também o Gareth Bale."

Condições de excelência

"As condições de trabalho, o método, o profissionalismo do staff, entre outros... Todos estes elementos permitem-nos alcançar os patamares mais elevados. Espero poder jogar várias épocas no Estádio da Luz ao serviço do Benfica."

RAFAEL BRITO

Os sentimentos vividos na primeira pessoa

"No primeiro momento senti-me uma criança. Era algo que eu ambicionava há muito tempo e poder trabalhar e aprender com todos os jogadores da equipa principal é um motivo de orgulho para mim. Estou muito confiante. O míster foi bastante explícito quando disse que era para trabalharmos e para aproveitarmos o momento."

O momento da chamada

"Quando soube que a Equipa B já não ia regressar pensei que só haveriam duas opções. Ou trabalhava na Equipa A, ou então ficava em casa. Nesse dia lembro-me que estava a tomar um café com os meus pais e ligaram para me dizer que ia treinar com o plantel principal. Fiquei muito feliz."

Zona do miolo é onde se sente melhor

"Sinto-me mais confortável na posição de médio-defensivo. Sinto que é onde me consigo expor melhor como jogador. Um bom médio-defensivo, na atualidade, deve saber defender bem, mas também tem de saber atacar, principalmente nas equipas grandes como o Benfica."

jovens 'reforços' da Formação

Inseridos na reta final do Campeonato

"Chegar à Equipa A é um sonho. Já estamos aqui, mas temos de ser humildes e perceber o contexto em que estamos. Isto não é o escalão de Juvenis onde podemos ter oportunidades a qualquer momento. Aqui é futebol de alto rendimento, estamos na fase final do campeonato e não podemos pensar que vimos para aqui e vamos ter oportunidades a torto e a direito."

"Conseguir ser campeão por este Clube"

"A minha principal meta para o futuro é estrear-me na equipa principal do Benfica, conseguir ser campeão por este Clube e poder aproveitar a festa no Marquês de Pombal. Também gostava de poder ganhar uma Liga dos Campeões pelo Benfica."

Fotos: Tânia Paulo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar