10 de setembro de 2020, 18h13

Marcel Matz: "Vamos entrar para defender o título"

Voleibol

Encarando este ano um formato competitivo diferente, o Benfica inicia a luta pela Supertaça 2020 nesta sexta-feira, em Gondomar.

É já nesta sexta-feira, 11 de setembro (17h00), que a equipa masculina de voleibol do Benfica arranca oficialmente a época 2020/21, com o primeiro jogo da Supertaça. O título foi conquistado pelos encarnados em 2019 e o treinador Marcel Matz quer defendê-lo.

"Toda a gente estava à espera disto, voltar a competir. Qualquer atleta que ficou tanto tempo parado, até sem perspetiva como sucedeu nos meses de abril e maio, está muito feliz por poder voltar a competir. A Supertaça normalmente é um jogo único entre os vencedores do Campeonato e da Taça de Portugal. Este ano, pelo facto de as competições não terem terminado na época passada, a Federação fez um modelo diferente, que até vai promover um pouco mais a modalidade no arranque da temporada, dá uma entrada até mais forte para o Campeonato. Vai ser um formato mais intenso para as equipas", explicou Marcel Matz, em declarações à BTV.

Marcel Matz

"VAI SER UM FORMATO MAIS INTENSO PARA AS EQUIPAS"

No Pavilhão Multiusos de Gondomar, e tendo em consideração que os campeonatos nacionais de 2019/20 não terminaram – bem como a Taça de Portugal masculina –, a Supertaça 2020 terá um figurino diferente, com a presença de SL Benfica, AA S. Mamede e SC Espinho (Série A), Sporting CP, AJ Fonte do Bastardo e Leixões SC (Série B). Os primeiros e segundos classificados de cada Série (disputada a uma volta) apuram-se para os jogos das meias-finais, a realizar em 19 de setembroA final está programada para 20 de setembro, em hora ainda a definir, também em Gondomar.

"A São Mamede mudou um pouco com a saída de dois jogadores mais conhecidos. Eram elementos-chave no processo da equipa. Temos de nos adaptar rapidamente, dentro até da própria partida, porque não temos muito informação, não há jogos oficiais. Temos de organizar a nossa equipa e as nossas valências, com a responsabilidade que temos em qualquer jogo, tentar um resultado positivo mesmo sem conhecer muito o adversário", confessou.

"No jogo de domingo [16h00] enfrentamos o Espinho, uma equipa que se reformulou, que está mais competitiva. Neste caso já teremos um jogo de avaliação, porque São Mamede e Espinho defrontam-se no sábado. É pouco, normalmente usamos quatro, cinco jogos para avaliar uma equipa, mas é o que temos no começo da época", afirmou o treinador encarnado.

Marcel Matz

"HÁ MUITA VONTADE DE VOLTAR A JOGAR"

"A equipa está bem, treinámos bastante durante quatro semanas, estamos agora na quinta semana. Trabalhámos com uma intensidade muito alta. À medida que as coisas avançam, os jogadores vão evoluindo para um estado muito semelhante àquele em que estavam na época passada. Sabemos da nossa responsabilidade na competição, vamos entrar para defender o título. Estamos muito preparados, há muita vontade de voltar a jogar", garantiu Marcel Matz.

Pela primeira vez, a Supertaça será jogada sem adeptos no pavilhão, medidas preventivas de combate à COVID-19. O técnico pede um esforço extra aos jogadores para tentar minimizar a falta dos Benfiquistas nas bancadas.

"Já tivemos um jogo de preparação e devo confessar que foi um pouco estranho... Vamos ter de trabalhar bem a cabeça, fazer um esforço extra para suprir a falta dos adeptos, que é o especial do desporto", finalizou.

Hugo Gaspar Benfica Voleibol

Hugo Gaspar: "Preparados para não haver surpresas"

A pandemia cancelou competições na época 2019/20 e, entre muitos outros impactos nos quadros competitivos em 2020/21, deu azo a um novo figurino na Supertaça de voleibol, que terá três níveis de decisão.

"Vai ser uma experiência nova, mais jogos, vai ser quase um torneio de pré-época", comentou Hugo Gaspar, capitão da equipa benfiquista.

"Estamos no início da época, ninguém está no seu melhor"

"Vamos jogar contra várias equipas e veremos o nível de todas. A Académica de São Mamede perdeu alguns jogadores importantes, sabemos isso. Tem jovens jogadores, querem deixar a sua marca. Temos de estar preparados. Estamos no início da época, ninguém está no seu melhor nível, mas temos de estar preparados para não haver surpresas", alertou Hugo Gaspar, em declarações à BTV, na antevisão dos dois jogos.

O retorno à competição, depois de tantos meses de intervalo, mexe com o coração e com a razão. "Regressamos com saudade, porque estivemos muito tempo parados, mas também com preocupação, tendo em conta que o contexto epidémico não melhorou em comparação com março, no início da pandemia", observou Hugo Gaspar, que, além de voleibolista, também é médico.

Texto: Filipa Fernandes Garcia e João Sanches

Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica. 

PATROCINADORES MODALIDADES


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar