13 de setembro de 2020, 15h36

PAOK-Benfica: calcanhar mágico, lances de laboratório e três triunfos

Futebol

Os encarnados regressam ao Estádio Toumba, dois anos depois da última visita.

PAOK e Benfica encontram-se pela quarta vez em Salonica, no âmbito das competições da UEFA. Nos três duelos anteriores, as águias venceram sempre.

Antes da partida da 3.ª pré-eliminatória de acesso à Liga dos Campeões, que está marcada para terça-feira, dia 15 de setembro, às 19h00, o Site Oficial recorda-lhe esses três triunfos do Benfica na Grécia...

Equipa

PAOK-Benfica, 1-4

A última visita do Benfica ao Estádio Toumba foi a 29 de agosto de 2018, também numa fase de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões, mas no play-off. Depois de um empate a uma bola no Estádio da Luz, os encarnados ultrapassaram com mestria o ambiente do Toumba (desta vez, a partida será à porta fechada).

O PAOK teve uma entrada forte em jogo, somou algumas oportunidades, com o golo inaugural a aparecer por intermédio do avançado Prijovic. O Benfica respondeu através de um lance de bola parada. Pizzi bateu o pontapé de canto e Jardel subiu ao 2.º andar para fazer o 1-1, aos 20'.

Salvio, aos 26', de grande penalidade, consumou a reviravolta; antes do intervalo, aos 39', Pizzi fez o 1-3. No reinício, nova grande penalidade para a turma lusa. Salvio, aos 49', fez o 1-4 final e confirmou as águias na fase de grupos da Champions.

Como jogou o Benfica: Odysseas; André Almeida, Rúben Dias, Jardel, Grimaldo; Fejsa, Gedson, Pizzi (Zivkovic, 76'), Salvio (Alfa Semedo, 63'); Cervi e Seferovic (João Félix, 85'). Golos do Benfica: Jardel (20'), Salvio (26' gp e 49' gp) e Pizzi (39').

Lima

PAOK-Benfica, 0-1

Anos antes, em 2013/14, na Liga Europa, Benfica e PAOK mediram forças nos 16 avos de final no dia 20 de fevereiro de 2014. O sorteio ditou que a eliminatória começaria a ser jogada em Salonica. Num jogo equilibrado, mas onde ficou a ideia de que as águias tinham o controlo dos acontecimentos, Lima, aos 59', após assistência de Djuricic, já dentro da área, bateu Glykos.

Foi com o 0-1 que os comandados por Jorge Jesus regressaram a Lisboa para jogar a segunda mão. Na Luz, o Benfica venceu o PAOK, por 3-0, e seguiu para os oitavos de final da Liga Europa. Nessa temporada, as águias marcariam presença na final da competição, em Turim.

Como jogou o Benfica: Artur; Maxi Pereira, Luisão, Jardel, Sílvio; Rúben Amorim, Enzo Pérez (Fejsa, 64'), André Gomes (Markovic, 66'), Djuricic; Sulejmani (Salvio, 75') e Lima. Marcador do golo: Lima (59').

PAOK-Benfica Ronaldo Guiaro

PAOK-Benfica, 1-2

A primeira visita oficial do Benfica à casa do PAOK foi no ano de 1999, a 21 de outubro. Jogava-se a primeira mão da 2.ª eliminatória da Taça UEFA e as águias, sob o comando do alemão Jupp Heynckes, venceram, por 1-2.

Estádio cheio, apoio incessante ao emblema grego e… o Benfica a vencer. O filme que começou a ser feito em 1999/2000 teria sequelas em 2013/14 e em 2018/19. Há 21 anos, Ronaldo e Nuno Gomes foram donos do papel principal. A trama começou morna, mas na segunda parte o espectador ficou preso à tela.

Aos 67', o calcanhar mágico de Ronaldo descobriu Nuno Gomes. O avançado atirou para 0-1. Frantzeskos ainda empatou a contenda aos 87', mas o melhor estava guardado para o fim. Pontapé de canto e o defesa-central brasileiro, à segunda, a fazer o 1-2 final. "Tive a oportunidade de marcar o golo da vitória quase no fim do encontro. Além disso, também fiz o passe para o golo do Nuno Gomes.Foi assim um passe meio de classe, resultou bem", revelou Ronaldo Guiaro, em 2018, numa entrevista ao Site Oficial do Benfica em que recordou este triunfo em Salonica.

Como jogou o Benfica: Enke; Okunowo (Bruno Basto, 46'), Paulo Madeira, Ronaldo, Sérgio Nunes; Calado, Maniche, Kandaurov, Poborsky (Andrade, 46'); João Vieira Pinto (Chano, 64') e Nuno Gomes. Marcadores dos golos: Nuno Gomes (67') e Ronaldo (89').

Na segunda mão, com a vantagem no bolso, o Benfica teve de lutar pela passagem na Luz. No desempate através de grandes penalidades (após 1-2 para os gregos no jogo), venceu por 4-1 e seguiu em frente.

Texto: Marco Rebelo

Fotos: Arquivo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar