18 de setembro de 2020, 22h05

Jorge Jesus: "Vencer e convencer é ainda melhor"

Futebol

As palavras do técnico do Benfica após a vitória sobre o Famalicão (1-5) na jornada inaugural da Liga NOS 2020/21.

CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

Naturalmente satisfeito com o resultado alcançado pelo Benfica no arranque da Liga NOS 2020/21, Jorge Jesus sublinhou a eficácia da equipa frente ao Famalicão (1-5), destacando a "entrada forte" e a objetividade na finalização.

Em conferência de Imprensa, o técnico dedicou a primeira vitória do Benfica no Campeonato ao Presidente, Luís Filipe Vieira, e mostrou-se solidário com o líder máximo das águias, falando sempre em nome de todo o grupo de trabalho.

Análise ao jogo

"O mais importante era vencer, mas vencer e convencer é ainda melhor. Face ao nosso rival, fomos muito melhores e traduzimos isso em golos. Fomos mais eficazes do que no último jogo [na Grécia, com o PAOK], onde até fizemos mais remates à baliza e só marcámos um golo. Para além da velocidade defensiva que a equipa teve, visto que o Famalicão praticamente não teve oportunidades para chegar à nossa zona defensiva. Fez um golo e teve uma bola no poste, mas foram as únicas jogadas ofensivas que a nossa equipa não conseguiu anular."

"FOMOS MUITO MELHORES E TRADUZIMOS ISSO EM GOLOS"

"Não gosto de sofrer golos, não gostei da forma como sofremos. Houve coisas positivas, tivemos dois avançados, Waldschmidt e Darwin, com outra intensidade, não que sejam mais evoluídos tecnicamente, mas têm outras características, diferentes das de Vinícius e Seferovic. São jogadores que queremos dentro no nosso modelo de jogo, que sabem ganhar o espaço com alguma dinâmica. Tivemos o Gabriel, que hoje foi mais intenso do que o Julian Weigl."

"Houve um jogo há três dias, eu tinha de mexer na equipa e entraram quatro jogadores [Gabriel, Rafa, Waldschmidt e Darwin], todos estiveram bem. As substituições podiam ter ajudado melhor a nossa intensidade de jogo. Entrámos de pé direito no Campeonato, com uma goleada. O objetivo eram os três pontos, mas muitas das vezes o jogo é que dita as nossas decisões, e as decisões foram sempre no sentido de fazer mais golos."

Famalicao-Benfica

Dupla de avançados: Darwin e Waldschmidt

"São dois jogadores com características diferentes, de puxar e ganhar o espaço com facilidade. Ambos estão longe do que podem fazer, o Darwin está há pouco mais de uma semana connosco, é um jovem, ainda não conhece a equipa e a equipa ainda não o conhece. O Luca Waldschmidt esteve duas semanas na seleção, de 'férias', porque nem cinco minutos jogou, e a pouco e pouco vai entrando na dinâmica da equipa. O Darwin é um jogador de fazer muitas assistências."

Famalicão-Benfica Liga NOS 1.ª jornada

"ENTRÁMOS DE PÉ DIREITO"

Onze diferente do utilizado na Grécia com o PAOK

"Quis ter avançados que puxassem o jogo, ter uma equipa que entrasse fresca com quatro jogadores novos. Mantive a linha defensiva porque quero dar-lhe alguma estabilidade, para que eles se adaptem com mais facilidade. Vertonghen e Rúben estiveram duas semanas nas seleções, estão ainda fora do que são os movimentos defensivos da equipa. Aliás, estamos todos muito longe do que pretendo. Jogo a jogo, a equipa vai melhorar."

Famalicão-Benfica

Pediu sexto golo, quis intensidade

"Eu já ia tirar o Grimaldo, porque, como sabem, ele veio de uma lesão, jogou na Grécia os 90 minutos, não ia deixá-lo até ao fim, não porque ele estivesse a jogar mal, até marcou um grande golo, de craque. Eu exijo muito mais dele, porque tem uma qualidade técnica para jogar mais, mas estava com sinais de fadiga e tirei-o por causa disso, como também ia para tirar o Adel [Taarabt], que acabou por se lesionar, mas o Gabriel já tinha um cartão amarelo e substituí-o. Estava tudo programado, as substituições já estavam na minha cabeça. Inclusive era para meter o Pedrinho no jogo, mas quis dar uma hipótese ao Diogo Gonçalves. Ele jogou aqui no Famalicão, é um miúdo feito no Benfica, acredito muito nele, é muito competitivo e acho que pode ser um bom jogador noutra posição. Com o tempo, vamos ver. Lateral? Sim."

Famalicão-Benfica Liga NOS 1.ª jornada

"JOGO A JOGO, A EQUIPA VAI MELHORAR"

Vimos um Benfica à imagem de Jorge Jesus?

"O Benfica será sempre à imagem do Benfica. Para se alcançar os objetivos do Clube, tem de se saber jogar à Benfica. Esta é a história das grandes equipas do Benfica, e é isto que queremos, jogar à Benfica. Fizemos cinco golos, podíamos ter feito mais. Entrámos fortes, com pressão, uma velocidade defensiva forte e fomos mais objetivos na finalização, o que também traduziu o resultado. Tivemos praticamente a mesma posse de bola do jogo com o PAOK, o resultado foi diferente. Goleámos e continuamos com a mesma confiança no que queremos. A nossa caminhada vai ser longa e difícil, mas acreditamos que vamos concretizar os nossos objetivos. Ganhámos 1-5, mas ainda estamos muito longe do que eu quero para ter um Benfica a jogar à Benfica."

Famalicao-Benfica Liga NOS 1.ª jornada

Soluções Taarabt e Pizzi no meio-campo

"Taarabt tem umas características diferentes de qualquer outro segundo médio. É um jogador que ainda não tem 90 minutos, e ia substituí-lo, mas o Gabriel já tinha um cartão amarelo. O Pizzi conheço-o melhor do que ninguém, foi comigo que começou a jogar por dentro, na época passada marcou muitos golos, é um jogador com carisma. Mais importante do que o treinador e os jogadores é o Benfica."

Everton

"Objetivos bem definidos" na Liga Europa

"Temos a Liga Europa, não era nela que queríamos estar. O mais difícil era entrar na fase de grupos da Liga dos Campeões, sabia que o Benfica ia surpreender, mas isso é passado, não conta. Vamos para a Liga Europa com objetivos bem definidos, sabendo que temos muitas possibilidades, mas o nosso foco, o primeiro grande objetivo é a conquista do Campeonato Nacional. Sempre foi e sempre será a prioridade das equipas portuguesas."

Famalicão-Benfica

"Esta vitória é para o Presidente"

"Todos estamos solidários com o Presidente Luís Filipe Vieira. Acreditamos nele, estamos com ele e esta vitória, em nome de todo o grupo, é para ele, por tudo o que fez. Saí daqui há cinco anos. Sei do que falo. O Benfica já era grande, mas hoje é muito maior. O Clube tem crescido imenso e isto deve-se ao Presidente e à sua Direção."

Benfica Terceira Camisola 20-21

Texto: João Sanches e Filipa Fernandes Garcia

Fotos: David Martins / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar