12 de novembro de 2020, 12h10

Sofia Ramalho: "O trabalho e a entrega têm de ser sempre os mesmos"

Basquetebol Feminino

Entrevistada no "Sport Lisboa e Modalidades", da BTV, a jogadora da equipa de basquetebol feminino do Benfica falou do segredo para o sucesso do conjunto encarnado.

A equipa de basquetebol feminino do Benfica segue na liderança do Campeonato Nacional com 11 pontos! Em entrevista no programa da BTV "Sport Lisboa e Modalidades", a base Sofia Ramalho explicou a razão do sucesso encarnado.

"Olhando para a classificação podemos dizer que temos lidado bem com tudo isto. Ao início tivemos alguns percalços, mas acabámos por superar muito bem e a prova disso é estarmos na liderança", revelou a camisola 17.

"O nosso treinador [Eugénio Rodrigues] transmite-nos todas as semanas que, independentemente do adversário, o nosso trabalho e a nossa entrega têm de ser sempre os mesmos, só assim é que poderemos ganhar e lutar pelos títulos", prosseguiu a base.

Basquetebol

"Trabalho e entrega para podermos lutar pelos títulos"

Sendo uma das jogadoras mais velhas da equipa, Sofia Ramalho, que regressou neste ano às competições após ter sido treinadora adjunta da formação encarnada na época passada, vê-se no papel de incentivar as atletas mais novas.

"Somos uma equipa jovem e tento passar um pouco da minha experiência para as mais novas. Para além de jogadora, acabo por também ter esse papel de passar essa mensagem, e neste ano torna-se mais fácil porque estou com elas dentro das quatro linhas e gosto que as minhas ações demonstrem o que lhes digo. É importante que saibam que o trabalho é fundamental. Claro que somos ambiciosas e pensamos já em ganhar, mas tem de ser semana a semana e não nos podemos esquecer que basta falharmos um treino, ou não estarmos a cem por cento num treino que isso tudo vai mexer com o trabalho feito até agora", afirmou.

Devido à COVID-19 muitos jogos têm sido adiados, mas a basquetebolista garante que isso não é razão para deixarem de trabalhar diariamente.

"Independentemente de termos ou não jogo, o trabalho tem de ser feito igualmente. Por exemplo, esta semana temos uma paragem para as seleções, mas vamos continuar com a mesma ética de trabalho", contou.

Texto: Márcia Dores

Fotos: SL Benfica


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar