Voleibol

15 dezembro 2020, 18h11

O Benfica despediu-se, nesta terça-feira, da Challenge Cup de voleibol, depois de ter perdido, na Turquia, com o Halkbank, por 3-1, em jogo dos oitavos de final, eliminatória decidida a uma só mão.

Num ano em que a Confederação Europeia de Voleibol (CEV) alterou o formato da prova devido às limitações provocadas pela pandemia de COVID-19, o Benfica deslocou-se até ao Baskent Volleyball Hall, na Turquia, para se estrear, na época 2020/21, nas competições europeias.

Depois de entrar diretamente para os oitavos de final da Challenge Cup – não disputando os 16 avos de final devido ao afastamento dos húngaros do VRC Kazincbarcika, impedidos de jogar em novembro devido a restrições ligadas à pandemia de COVID-19 – a formação liderada por Marcel Matz adiantou-se no placard, saindo em vantagem do 1.º set (21-25).

Voleibol Challenge Cup

No retomar do desafio, os turcos entraram melhor e, ainda que se adivinhasse um parcial renhido, dispararam no marcador, deixando tudo em aberto... 25-18 no 2.º set e tudo empatado (1-1) na Turquia. 

O 3.º set acabou por ser quase um espelho do anterior. O Halkbank voltou a adiantar-se e colocou-se na frente do jogo (2-1), depois de 9 pontos de vantagem no parcial (25-16).

Último set mais equilibrado, com os encarnados a fazerem de tudo para ainda darem a volta à partida, mas os turcos superiorizaram-se e fecharam o jogo em 3-1, com um parcial de 25-21

Com o regresso a Portugal, o Benfica concentra-se agora unicamente nas provas internas. E o próximo fim de semana é de jornada dupla... Primeiro, uma receção ao Viana (sábado, às 18h00), e depois ao Esmoriz (domingo, às 15h00), em jogos da 2.ª e 3.ª jornadas da 2.ª fase do Campeonato Nacional.

Benfica Voleibol

DECLARAÇÕES 

Marcel Matz (treinador do Benfica): "Começámos bem, técnica e taticamente. Conseguimos neutralizar o que eles estavam a fazer… Servimos bem, segurámos a receção, fizemos tudo direitinho. A partir do 2.º set, a pressão do serviço deles e o ataque dos estrangeiros – principalmente do cubano na saída e do austríaco na entrada –, colocaram-nos muitas dificuldades. Era um jogo difícil, nós sabíamos do investimento que eles têm, jogam numa liga forte, e vínhamos tentar jogar o melhor. Conseguimos jogar bem em alguns momentos, mas não conseguimos jogar o jogo todo nos nossos limites. O grupo está de parabéns, estamos a fazer uma época boa. Ninguém gosta de perder, mas isto também serve para fortalecer a equipa e para crescermos como clube."

Halkbank Ankara-Benfica, 3-1

FICHA  
Local Baskent Volleyball Hall (Turquia)
Formação do Benfica Tiago Violas, Theo Lopes, Marc Honoré, Peter Wohlfi, Japa, Rapha e Ivo Casas (L)
Suplentes Bernardo Silva (L), André Lopes, Francisco Leitão, Hugo Gaspar, Afonso Guerreiro, Miguel Sinfrónio e Zelão
1.º set 21-25
2.º set 25-18
3.º set 25-16
4.º set 25-21

Fotos: CEV

Última atualização: 9 de janeiro de 2021

Patrocinadores Voleibol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar