Futebol feminino

06 janeiro 2021, 21h38

Futebol feminino do Benfica levanta o troféu

RESUMO DO JOGO

Já está! A equipa de futebol feminino do Sport Lisboa e Benfica conquista a primeira edição da Taça da Liga, após derrotar, no Estádio Municipal de Aveiro, o SC Braga, por 3-0. 

Esta foi a primeira edição da competição, que colocou frente a frente as quatro primeiras classificadas do Campeonato Nacional em janeiro de 2020. Nesse grupo de quatro equipas (SL Benfica, Sporting, SC Braga e Clube Futebol Benfica), todas tiveram de realizar três jogos.

Para chegar à final (cuja realização a pandemia "adiou" durante largos meses...), o Benfica empatou com o Sporting (2-2) e ultrapassou o SC Braga (1-3) e o Clube Futebol Benfica (4-0). Já as minhotas ganharam 0-3 ao Sporting e 4-0 ao Clube Futebol Benfica e perderam com o SL Benfica. 

No relvado, a primeira grande oportunidade de jogo foi para o Benfica. Pressão sobre a bola, a guarda-redes bracarense Marie Hourihan a complicar e Cloé Lacasse, em boa posição, a não conseguir cabecear para o golo (6'). Nos minutos seguintes, muito equilíbrio e muita discussão da posse de bola no meio-campo.

Aos 21', foi a vez de o SC Braga criar perigo. Cruzamento da direita de Myra Delgadillo e, ao segundo poste, Ágata tenta surpreender, mas Carolina Vilão estava atenta. Aos 35', a bola entrou na baliza do SC Braga, mas foi anulado o golo de Catarina Amado por fora de jogo de Carole Costa, e depois confirmado pelo videoárbitro, Fábio Veríssimo.

Não foi aos 35', foi aos 44'. Boa jogada coletiva do Benfica: Beatriz Cameirão lançou Matilde Fidalgo na esquerda, esta cruzou, a bola chegou a Ana Vitória, que descobriu Nycole a entrar pela meia-direita. A internacional brasileira assistiu, com conta, peso e medida, Cloé Lacasse para o 1-0.  Este foi o resultado com que se chegou ao intervalo.

Final da Taça da Liga

O reatamento começou com um golo do SC Braga, mas, uma vez mais, anulado pelo VAR, por fora de jogo. Cindy Konig, após notável passe de Dolores, ainda festejou, mas não contou (48'). Destaque também para o facto de as duas equipas, nos minutos iniciais da segunda parte, tentarem acercar-se e alvejar as balizas, ainda que os tiros tenham saído invariavelmente para fora.

O SC Braga mexeu aos 62' (entrada de Laura Luís para saída de Cindy Konig) e no minuto seguinte, aos 63', o 2-0 para o Benfica. Nycole assistiu Ana Vitória e a camisola 10, na passada, à entrada da área, rematou forte e colocado, sem hipóteses para Marie Hourihan.

Aos 72', grande penalidade para as águias por mão na bola de Diana Gomes após remate de Pauleta. Na marca dos 11 metros, Nycole fez o 3-0 (74'). Até final da partida, os dois técnicos (Filipa Patão e Miguel Santos) fizeram entrar peças mais frescas, mas o resultado não mais se alterou. Resultado final: 3-0!

Este é o 4.º troféu conquistado pelo futebol feminino do Benfica, depois do Campeonato Nacional da 2.ª Divisão, da Taça de Portugal 2018/19 e da Supertaça 2019.

Final da Taça da Liga

DECLARAÇÕES

Filipa Patão (treinadora do Benfica): "Estamos muito felizes com o que fizemos aqui. O grupo de trabalho teve uma prestação bastante boa e trabalhou muito para chegar até aqui, mas também todo o grupo de trabalho que permitiu podermos estar aqui a disputar esta final. Parabéns a todos, parabéns à Nação Benfiquista por este troféu. O Benfica tenta sempre fazer diferente e deixar a sua marca, em Portugal e no estrangeiro. Estamos a conseguir fazê-lo no feminino. É continuar para crescermos ainda mais. Este é só um pouco do caminho que temos de percorrer. Os golos são importantes em qualquer altura. Claro que marcar no final da primeira parte dá-nos outra segurança e moral para abordarmos a segunda parte. É normal que algumas dinâmicas ainda não estejam como queremos. Modificámos e alterámos algumas coisas, pedimos para terem confiança e para fazerem os comportamentos que pretendemos. Com essa coragem na segunda parte, colhemos os frutos com mais dois golos. Todos os jogos são importantes. O Benfica tem de encarar cada jogo com seriedade, compromisso e rigor."

Sílvia Rebelo (central e uma das capitãs do Benfica): "Realçar o coletivo. Fomos uma grande equipa. Somos o Benfica! E o Benfica é isto: títulos. Jogámos com uma grande dinâmica, entrámos com tudo. Sabíamos que íamos encontrar uma equipa bastante difícil. Dar os parabéns ao SC Braga, foi uma equipa bastante difícil. Estes jogos ajudam-nos a crescer, e parabéns a todas. Há muita coisa a melhorar, mas é o primeiro título do ano de 2021. Os nossos adeptos são fantásticos. Mesmo não podendo vir ao estádio, sentimos o apoio deles de fora e isso é gratificante. [Final da Taça de Portugal 2019/20 frente ao Braga] É outro jogo, vai ter, certamente, outra história e vamos trabalhar durante a semana para alcançarmos o mesmo objetivo, que é a vitória."

Ana Vitória (jogadora do Benfica): "Só me faltava marcar nesta prova? Não tinha feito a contagem, mas se faltava, já não falta. Para mim, o importante é a vitória da equipa e não os golos que marco. Sou obcecada por conquistar títulos. Estou feliz. Foi um jogo muito duro, difícil. Fomos competentes, fizemos o resultado. O marcador demonstra que aproveitámos as oportunidades, mas o jogo não foi assim tão desnivelado."

Final da Taça da Liga

Benfica-SC Braga, 3-0 

FICHA  
Local Estádio Municipal de Aveiro
Onze inicial do Benfica Carolina Vilão, Catarina Amado, Sílvia Rebelo, Carole Costa, Matilde Fidalgo, Andreia Faria (Francisca Nazareth, 76'), Beatriz Cameirão, Pauleta, Ana Vitória (Christy Ucheibe, 87'), Cloé Lacasse (Jolina, 90') e Nycole (Amélia Silva, 87')
Suplentes Mariana Diogo, Ana Seiça, Mariana Alberto, Amélia Silva (87'), Christy Ucheibe (87'), Jolina (90') e Francisca Nazareth (76')
Ao intervalo 1-0 
Golos do Benfica Cloé Lacasse (44'), Ana Vitória (63') e Nycole (74', gp)

Texto: Marco Rebelo
Fotos: Cátia Luís / SL Benfica
Última atualização: 8 de janeiro de 2021

Patrocinadores Futebol Feminino


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar