Futsal Feminino

19 janeiro 2021, 10h17

Janice Silva

Os primeiros passos, o papel da Fundação Benfica na sua vida, um olhar sobre os treinos, as mudanças aplicadas devido à COVID-19, a reação à nomeação para Melhor Jogadora do Mundo... Tudo isto e muito mais para ler numa entrevista exclusiva a Janice Silva, jogadora da equipa feminina de futsal.

Com 23 anos, Janice é atualmente a melhor marcadora da presente edição do Campeonato Nacional (16 golos), está entre as dez melhores jogadoras do mundo, é internacional A pela Seleção de Portugal e assume que o Benfica vai lutar pela conquista do inédito Tetracampeonato no futsal, corroborando assim a ideia, vincada várias vezes durante a entrevista, que o sucesso individual depende do coletivo.

Dotada de uma qualidade extrema – movimentações exímias, excelente trabalho de pivot e letalidade frente às balizas contrárias –, a camisola 8 do Benfica falou do início do seu percurso, do papel fundamental dos adeptos na modalidade, dos desejos e projetos para o futuro e deixou ainda uma forte mensagem à Família Benfiquista, agora afastada dos pavilhões. Janice como ela é, em entrevista exclusiva ao Site Oficial...

Janice Entrevista Site Oficial Futsal

O novo ano trouxe uma nomeação para o prémio de Melhor Jogadora do Mundo em 2020. Sente que este é desta que uma atleta portuguesa pode estar mais perto de vencer o galardão?

Temos vindo a trabalhar imenso ao longo dos anos e, para mim, estar entre as dez nomeadas para Melhor Jogadora do Mundo é sinal de que andam a acompanhar o meu trabalho no Benfica. Sou grata por isso, e estar entre as dez nomeadas é como se tivesse ganho, porque não considero este galardão um prémio individual, mas um prémio coletivo. É fruto de muito trabalho, esforço e dedicação, da minha parte e das minhas colegas, dos treinadores e da estrutura benfiquista.

Amandinha venceu o prémio de Melhor Jogadora do Mundo nos últimos seis anos. Pode interromper-lhe este reinado?

É complicado. Foi uma época muito atípica. Nós estávamos em todas as competições. Estávamos na frente, porém, não foi possível terminar a temporada devido à COVID-19. A Amandinha também teve uma época difícil, porque teve de fazer uma cirurgia e acabou por estar parada durante algum tempo. Ainda assim, há um leque de jogadoras que também podem conquistar este título.

Entrevista Janice Futsal Benfica Site Oficial

Nas redes sociais, partilha vários momentos com a Fifó, que foi eleita a 3.ª Melhor Jogadora do Mundo em 2018. Que palavras é que a sua companheira de equipa lhe disse?

Ela disse-me: "Janice, estás nomeada por mérito próprio, continua assim porque cada conquista tua será uma conquista nossa". A Fifó é uma pessoa que ao longo dos anos tem-me acompanhado imenso, tanto a nível desportivo como pessoal. É a melhor pessoa que conheci neste mundo e é alguém em quem posso confiar. Viemos juntas das Juniores e tem sido a minha companheira ao longo dos anos no futsal feminino.

"Melhor do mundo? Estar entre as dez nomeadas é já como se tivesse ganho"

O objetivo do Benfica é chegar ao Tetracampeonato Nacional. Falam deste objetivo no dia a dia? Poder alcançar essa meta e fazer história é algo que vos dá ainda mais ânimo e foco nos treinos e nos jogos?

Temos vindo a trabalhar imenso, mas estamos sempre conscientes de que vamos ter uma época difícil. Um dos motivos é o facto de não termos adeptos nos pavilhões. Isso mexe um pouco connosco porque sempre tivemos esse apoio vindo de fora da quadra. Esta época vai diferir, mas estamos no Benfica. Aqui, temos de elevar a fasquia. Sabemos que as outras equipas também se reforçaram, querem conquistar os títulos nacionais que o Benfica tem conquistado ao longo dos últimos anos. Ainda nenhuma equipa conseguiu, mas o próximo objetivo é conquistar o Tetracampeonato para o Benfica.

Janice Entrevista Site Oficial Futsal

Já durante a presente temporada, o Benfica venceu a final da Taça de Portugal de 2019/20 – a sexta do palmarés em sete edições realizadas. Qual é a sensação de erguer um troféu com tanta história? Tem sempre o mesmo sabor ou é cada vez melhor?

Todos os anos acaba por ser melhor. O Benfica é a equipa com mais Taças de Portugal no futsal feminino. Esta competição é especial. Nada tem a ver com o Campeonato Nacional. Tem uma longa história no nosso país, e vencer uma Taça de Portugal é sempre bom. Todas as equipas almejam este troféu. A conquista da 6.ª prova-rainha do nosso palmarés é um momento único. Vínhamos de uma longa paragem, e a conquista de um troféu transforma este num bom início de época. Queremos conquistar mais títulos e dar alegrias aos adeptos do Benfica, que nos têm acompanhado ao longo destes anos.

Foi através da Fundação Benfica que entrou no Clube. O futsal sempre foi algo que ambicionou?

Antes de chegar ao Benfica, eu estive no São Brás durante um ano, contudo, a época não foi muito bem aproveitada da minha parte e acabei por abandonar o clube. Entretanto, surgiu a Fundação Benfica, que me deu o clique para seguir em frente e não desistir. O nome Benfica tem um peso significativo e chamou a minha atenção. Inscrevi-me e tentei perceber como é que o projeto iria funcionar. Na altura questionaram o meu professor de Educação Física, se ele tinha conhecimento de alguma rapariga que tinha jeito para a bola. O meu professor disse que sim. A oportunidade surgiu e eu aproveitei. As oportunidades têm de ser aproveitadas porque podem surgir apenas uma vez na vida. Pelo que a Fundação Benfica fez por mim, um obrigado nunca será suficiente. Sou muito grata por isso, e a Fundação tem realizado trabalhos fantásticos em várias escolas do país. Eles fizeram ver-me as coisas de outra forma e levaram-me a tomar as melhores decisões. A Fundação Benfica vai às escolas e tenta ajudar os alunos que normalmente têm piores notas e faltam às aulas. Influenciam-nos a não faltar e a estarem mais atentos. O trabalho realizado tem sido fantástico. Eu já sou técnica da Fundação e o meu objetivo é transmitir a minha experiência aos mais novos. Todo o meu sucesso vem da Fundação Benfica, das pessoas que gostam de mim e, sobretudo, da minha família, que me apoiou imenso.

Janice Entrevista Site Oficial Futsal

Como é que funciona o projeto com a Fundação Benfica?

Este projeto tem como objetivo ajudar todos os alunos que não estão a conseguir alcançar o sucesso escolar. Ajudam as escolas, os alunos que têm alguns problemas em casa, alunos que não acreditam nos seus sonhos, mas também há o caso dos alunos de mérito que também aproveitam as oportunidades. A Fundação dá oportunidades a todos os jovens. Sendo uma das caras da Fundação, acabo por conseguir atrair mais jovens por saberem que eu consegui.

"Fundação Benfica deu-me o clique para seguir em frente e não desistir"

O que diz aos mais novos para os tentar convencer a seguir as suas pisadas?

Eu digo-lhes para aproveitarem as oportunidades porque a Fundação Benfica é única. Há ali um momento em família. Eu consegui alcançar muitos dos meus sonhos... Jogo no Benfica e pertenço à Seleção Nacional. Isto foi fruto do meu trabalho, esforço e dedicação, mas também tive a ajuda da Fundação Benfica.

Janice Entrevista Site Oficial Futsal

Numa visão a longo prazo, quando a carreira de futsal terminar, o que pretende fazer? Tem outra profissão ou objetivo que gostava de alcançar?

Ainda não tenho assim uma ideia concreta. Penso em ter algum cargo num gabinete aqui na Amadora, porque temos aqui muitos jovens com muito talento. Gostava de ter um trabalho em que possa ajudar os jovens a focarem-se nos seus objetivos e a alcançarem os seus sonhos. Tendo um nome vincado no desporto, o meu objetivo passa pela transmissão das minhas vivências e fazê-los acreditar que podem conquistar os seus sonhos.

Antes de cada jogo tem algum ritual ou superstição que possa partilhar?

Não tenho nenhuma superstição. Antes de cada jogo estou no balneário, concentrada. Há sempre dez minutos que são utilizados para a brincadeira, mas quando o míster entra para falar e dar alguma indicação, concentramo-nos. Estamos num nível elevadíssimo e não podemos vacilar.

Janice Entrevista Site Oficial Futsal

Para além do futsal qual é a modalidade que mais gosta de assistir? É uma adepta fervorosa ou calma?

Por acaso sou uma adepta mais calma. Antes era mais fervorosa, mas, à medida que os anos vão passando, tenho-me acalmado. Gosto muito do futebol e do futsal. Também gosto do voleibol, mas apenas para ver.

"Não podemos tirar o pé do acelerador"

Nos tempos livres o que mais gosta de fazer? Quais são os seus passatempos? A redondinha fica fora dos planos?

Se forem férias do futsal acabo por desligar um bocado, descansar e esquecer a modalidade. Se for apenas uma pausa de dois, três dias, uma pessoa tenta procurar coisas na internet sobre a posição de pivot, vejo vários jogos de futsal para aprender mais um bocado. Ao ver estamos sempre a aprender.

Janice Entrevista Site Oficial Futsal

Devido à COVID-19, a população mundial teve de alterar drasticamente os seus hábitos e rotinas diárias. O que mudou no seu dia a dia? Como é que o Benfica a ajudou e às suas companheiras?

Foi um dos momentos mais difíceis de aceitar quando recebemos a notícia que o Campeonato ia parar. Ficámos na dúvida se as competições iriam retomar ou não. Estava tudo na reta final, entretanto recebemos a notícia de que não iríamos retomar as competições e ficámos tristes. Algumas coisas mudaram, mas o Benfica ajudou-nos imenso. Enviaram-nos planos de treino para casa, neste caso a Vera, que é a nossa personal trainer. Foi complicado habituarmo-nos a uma nova rotina, mas tanto eu como as minhas colegas soubemos gerir e atravessar este momento complicado.

E quão difícil foi esse processo?

As duas semanas foram as mais difíceis. Tive de parar, pensar e organizar o meu plano. A personal trainer do Benfica passou-nos planos e depois ainda tinha os planos do meu personal trainer particular. Tinha de gerir essas situações. Com a ajuda da estrutura benfiquista conseguimo-nos orientar, e tanto eu como as minhas colegas demos a volta por cima.

Janice Entrevista Site Oficial Futsal

Como é a sua rotina num dia de treino?

Normalmente temos quatro treinos por semana e duas sessões de ginásio. Depois há um dia, facultativo, em que o míster Pedro Henriques dá a oportunidade para quem quer treinar mais um bocado. Eu aproveito esse dia para trabalhar bastante a minha função dentro da quadra. Estes treinos são acompanhados pelo míster, e nós aproveitamos para melhorar. Agora vamos entrar na reta final do Campeonato, apuramento de campeão, e não podemos tirar o pé do acelerador porque as equipas reforçaram-se bem e querem ganhar ao Benfica.

"O próximo objetivo é conquistar o Tetracampeonato para o Benfica"

É fácil manter os níveis de motivação ao máximo quando estão tão habituadas a ganhar?

A meu ver, sim, porque, neste caso, estamos a atingir todos os objetivos, tudo está a correr bem e acho que a motivação é o caminho do sucesso. Sabemos das dificuldades que vamos passar. Dificuldades que são normais porque representamos o Benfica e todos os adversários nos querem derrotar.

Janice Entrevista Site Oficial Futsal

Os adeptos querem muito regressar aos estádios e aos pavilhões, e os atletas também estão desejos de sentir as boas vibrações nas bancadas. Enquanto esses dias não voltam, como é atuar sem público em redor?

Recordo-me do primeiro jogo do Campeonato Nacional 2020/21... Não havia ninguém no pavilhão, foi um momento histórico. Por norma o pavilhão está sempre cheio para ver o futsal feminino ou outra modalidade, e foi muito difícil. Um pavilhão composto dá espetáculo, e um pavilhão sem público não é uma festa desportiva. Os adeptos do Benfica têm-nos ajudado bastante e, mesmo não estando lá, eles acabam por nos apoiar de igual forma. Se conquistamos um título, não é só nosso, é deles também.

As celebrações dos golos têm o mesmo gosto?

O significado vai ser o mesmo porque é golo. Quando marcamos sentimos que estamos a jogar bem, que estamos a colocar em prática o que é pedido, e marcar um golo pelo Benfica é sempre especial!

Janice Entrevista Site Oficial Futsal

Os benfiquistas estarão a torcer por si para que consiga vencer o prémio de Melhor Jogadora do Mundo. Que mensagem lhes quer deixar?

Quero agradecer a todos os benfiquistas, adeptos, às minhas colegas, aos treinadores com quem tive o privilégio de me cruzar ao longo da minha carreira. Todo o sucesso individual depende do sucesso coletivo. É fruto de muito trabalho, não é fácil estar neste patamar. Espero que a Família Benfiquista continue a apoiar-nos, porque, mesmo não estando no pavilhão, nós contamos com o apoio deles.

Texto: Diogo Nascimento
Fotos: SL Benfica
Última atualização: 19 de janeiro de 2021

Patrocinadores Futsal


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar