Futebol

29 janeiro 2021, 00h55

João de Deus

CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

O Benfica venceu o Belenenses SAD por 3-0 e garantiu a presença nas meias-finais da Taça de Portugal, onde vai encontrar o Estoril. No final do desafio, o treinador adjunto João de Deus analisou o triunfo.

Nas entrevistas rápidas e na conferência de Imprensa, João de Deus dedicou a vitória a Luís Filipe Vieira, a Jorge Jesus – que está infetado com o novo coronavírus – e aos profissionais do Clube que estiveram ausentes devido à COVID-19; esclareceu a razão para substituição de Waldschmidt ao intervalo, explicou a estratégia para este desafio e garantiu união para o dérbi.

Benfica-Belenenses SAD Taça de Portugal

Dedicatória e a importância da figura do míster

"Aproveito para, em nome do nosso grupo, dedicar esta vitória ao míster, ao Presidente e a todos os profissionais deste Clube que, nos últimos dias, não puderam estar presentes no seu local de trabalho. As dificuldades são sobretudo de não ter a figura de Jorge jesus, para quem olhamos e sentimos conforto. Essa foi a principal dificuldade. Mas, nestas coisas, o míster não facilita e o trabalho está todo preparado previamente. Só tenho a agradecer a Jorge Jesus, que, nesta situação, não abdica de fazer todo este trabalho de preparação que nos dá conforto para enfrentarmos este adversário e vencermos esta partida com qualidade. Este jogo não foi preparado na ausência do míster, foi preparado pelo míster. A equipa deu uma boa resposta às exigências do jogo, porque estava bem preparada para o fazer."

Benfica-Belenenses SAD Taça de Portugal

Análise a uma boa vitória

"Foi uma vitória inequívoca de uma equipa que foi superior, hoje com a felicidade de podermos contar novamente com alguns jogadores que estiveram fora [devido à COVID-19]. Alguns deles só com o treino de ontem [quarta-feira] feito, vieram aqui e jogaram 90 minutos, exibiram-se, dentro das suas possibilidades, a um bom nível e isso deixa-nos satisfeitos. Foi importante jogar frente a uma equipa com três centrais, como seria contra uma equipa com dois centrais ou com quatro centrais. O importante foi jogar e ganhar bem. O importante foi dar uma prova de vitalidade, de força e de união. O presente é o jogo com o Belenenses SAD. O que vem para a frente [dérbi com o Sporting], amanhã há tempo para pensar, para analisar, para falar… Para já, é falar do Belenenses SAD, porque foi o jogo e a boa vitória que tivemos. É este jogo que queremos ressalvar. Ficámos todos satisfeitos."

Benfica-Belenenses SAD

Saída de Waldschmidt

"O Luca [Waldschmidt] saiu ao intervalo porque sentiu um toque num pé. Não havia necessidade de arriscar." 

Mudança de estratégia

"O míster entendeu que, na altura do primeiro jogo [com o Belenenses SAD] na Liga NOS, seria daquela forma que teríamos mais sucesso – e tivemos – e, ao dia de hoje, fruto daquilo que era a estratégia e dos condicionalismos que estávamos a ter, o míster entendeu por bem usar esta dupla de ataque [Darwin e Waldschmidt], que já tem sido utilizada. Cada jogo é um jogo, cada jogo tem uma história. Felizmente, para nós, correu bem. Os jogadores que jogaram de início e que entraram depois nessas posições tiveram um desempenho meritório e isso é que nos deixa satisfeitos. Todos estão imbuídos no mesmo espírito e preparados para dar o seu contributo à equipa."

Benfica-Belenenses SAD Taça de Portugal

Quatro regressos após a COVID-19

"A utilização dos quatro jogadores [Gilberto, Vertonghen, Grimaldo e Waldschmidt] que vêm com um dia de treino é sobretudo a necessidade de uma equipa que tem vivido uma tempestade e tem feito tudo para se manter à tona. Cada jogador reage à sua maneira. Há jogadores que tiveram mais sintomas, outros menos. Uns têm mais dificuldade no retorno à atividade do que outros, mas hoje [quinta-feira] não houve nada disso. Houve jogadores comprometidos ao máximo para ajudar a vencer. Houve jogadores que jogaram 90 minutos com um treino, que foi o de ontem [quarta-feira]. A eles, muito obrigado pelo empenho e esforço em prol desta vitória saborosa. Vê-los a vencer e a contornar a adversidade com tão parcas condições para o fazerem também é motivo de orgulho e tem de ser enaltecido."

Benfica-Belenenses SAD Taça de Portugal

União na deslocação a Alvalade

"Na adversidade, todos se unem mais em prol de um objetivo comum. Nós não fugimos à regra. Temos sobrevivido no meio destas dificuldades, com um ou outro percalço, mas estamos unidos, fortes e focados naquilo que é a nossa tarefa [antes do dérbi com o Sporting]." 

Benfica-Belenenses SAD Taça de Portugal

Cervi? Felicitação pela vitória

"Cervi e todos os jogadores que saíram e entraram foram imbuídos de um espírito de demonstrar competência, de querer muito uma vitória hoje, pois queríamos dedicar esta vitória a todas as pessoas que referi. Era importante para o grupo. Os meus abraços também foram porque os jogadores sentiram que fizeram o seu trabalho e estiveram à altura da exigência."

Máscaras Personalizadas Benfica

Texto: Filipa Fernandes Garcia e Marco Rebelo
Fotos: Tânia Paulo / SL Benfica
Última atualização: 29 de janeiro de 2021

Patrocinadores principais do Futebol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar