Futebol feminino

23 março 2021, 19h34

Ação de apoio à equipa Cocoricoó uniu diferentes instituições

Assinatura das camisolas

Camisola assinada pela equipa feminina de futebol do Benfica

Entrega de equipamentos personalizados

Entrega dos equipamentos personalizados

João Antunes, responsável da Médicos Sem Fronteiras Portugal

REPORTAGEM BTV

Em colaboração com a Médicos Sem Fronteiras (MSF Portugal), a Fundação Benfica e o Futebol Feminino do Clube uniram esforços e premiaram a equipa de futebol feminino Cocoricoó, do distrito da Beira, Moçambique, pelo seu exemplo e coragem num momento muito difícil.

Aquando do ciclone Idai, há precisamente dois anos, a equipa de futebol feminino Cocoricoó, numa enorme mostra de solidariedade com a comunidade, ajudou a construir um centro de tratamento de cólera no seu campo de futebol, juntamente com a Médicos Sem Fronteiras. 

Esta ação de elevado sentido humanitário foi nesta terça-feira reconhecida e elogiada pelas jogadoras do Futebol Feminino do SL Benfica, as quais entregaram a um representante da MSF equipamentos personalizados para todo o plantel da sua congénere moçambicana, incentivando também, desta forma, a promoção do Futebol Feminino em Moçambique e reconhecendo em simultâneo o mérito e a resiliência deste grupo de atletas.

A equipa do Benfica foi representada nesta ação pelas atletas Carole Costa, Christy Ucheibe, Marta Cintra e Beatriz Cameirão.

Ação Solidária

João Antunes, responsável da Médicos Sem Fronteiras presente na ação, salientou a relevância de diligências desta índole.

"Esta data marca a passagem de dois anos do Ciclone Idai, e todos nos lembramos do impacto que teve na região da Beira, em Moçambique. Para nós, iniciativas como estas têm um especial significado, pois são também formas de solidarizar com a equipa de futebol feminino da Beira, que se disponibilizou para ajudar a Médicos Sem Fronteiras naquilo que era a resposta a um surto epidémico de Cólera, que surgiu cerca de dois meses após o ciclone, dando os seus próprios campos, onde treinavam e jogavam, para se transformarem em hospitais de campanha. A Fundação Benfica sinalizou este gesto e nós agradecemos do fundo do coração", comentou, à BTV.

Ação Solidária

A equipa feminina de Cocoricoó pediu apenas uma camisola, mas o Benfica respondeu com equipamentos completos personalizados.

"É um gesto muito bonito, este, que o Clube está a ter através da sua Fundação, ajudando pessoas que também ajudaram outras. É isso que nós queremos, ajudar o próximo e ajudar os que mais precisam. É um gesto que nos marca, e a elas e ao Benfica também. É uma marca bonita para o Futebol Feminino", afirmou Beatriz Cameirão.

"Encorajar as pessoas que estão em baixo é muito positivo. As pessoas que estão em melhor situação devem puxar os outros para cima. É uma boa atitude do Benfica apoiar esta equipa feminina de futebol moçambicana. Isto vai ajudá-las imenso. Quero também dizer às jovens de Moçambique que lutem pelo que desejam e não deixem ninguém colocar-vos para baixo ou desrespeitar-vos. Mostrem do que são capazes e façam o que mais amam com força e determinação", disse Christy Ucheibe.

Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica
Última atualização: 23 de março de 2021

Patrocinadores Futebol Feminino


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar