Futsal

24 abril 2021, 18h40

Chishkala e Silvestre Ferreira marcaram golos

RESUMO DO JOGO

O Benfica terminou a fase regular da Liga Placard de futsal a ganhar (e sem qualquer derrota). Recebeu o Braga no Pavilhão n.º 2 da Luz, foi sempre dono do score, marcou golos nas duas metades do jogo e levou a melhor por 4-2. O reencontro está "prometido" para os quartos de final do play-off.

Em vésperas de iniciar a final 8 da UEFA Futsal Champions League (é já na quarta-feira, dia 28, na Croácia, frente ao Kairat Almaty), o conjunto benfiquista apresentou algumas novidades na partida com os bracarenses. Recuperados de lesões, Roncaglio e Tayebi voltaram à quadra e com entrada direta no cinco inicial. Já Robinho e Fits, ambos a cumprir um jogo de castigo, não figuraram entre as opções do treinador Joel Rocha.

Os primeiros ataques foram desenvolvidos pelo Benfica, que festejou golo (1-0) aos 2'. O remate certeiro pertenceu a Chishkala. O empate seria restabelecido por Miguel Ângelo aos 9', aproveitando uma subida do guarda-redes Roncaglio para apoiar uma ação ofensiva. De longe, o internacional luso atirou para a baliza desguarnecida (1-1).

Ataques, muitos ataques e remates do Benfica, perante um Braga organizado defensivamente, a fechar a baliza, prevalecendo o empate (1-1) no termo da primeira parte.

Jacaré

Os encarnados aumentaram a dinâmica no arranque da etapa complementar e os golos foram uma das consequências observáveis no Pavilhão n.º 2 da Luz. Jacaré concluiu na área um lance de bola parada (canto à direita) e adiantou as águias (2-1) aos 25'. Logo a seguir, mais um ataque benfiquista, com Silvestre Ferreira na condução e na potente finalização, elevando o placard para 3-1 (26').

No mesmo minuto (33'), o Benfica cometeu a 6.ª e a 7.ª falta, sendo penalizado nesses momentos com dois livres diretos contra. Lachaga transformou o primeiro (3-2), mas no segundo disparo dos 10 metros o guarda-redes André Correia susteve o esférico e congelou a vantagem dos encarnados.

Antes do cair do pano, Fábio Cecílio deu outra cor ao marcador (4-2). Lesto a reagir e a atacar a bola, foi dele a recarga após defesa incompleta do guarda-redes minhoto a remate de Jacaré (40').

Joel Rocha

DECLARAÇÕES

Joel Rocha (treinador do Benfica): "Queríamos vencer e concluir a fase regular sem derrotas. O jogo foi ficando difícil pela acumulação muito rápida de faltas. O Benfica cometeu, imagine-se, 12 faltas! Atingimos a quinta falta muito cedo na segunda parte, o que nos limitou o processo defensivo pressionante, que é uma das nossas qualidades. A primeira parte foi equilibrada, mas com mais domínio e oportunidades do Benfica. Na segunda parte houve um golo de 10 metros do adversário, que poucas mais oportunidades teve. Uma vitória justa, valorizada pelo Braga."

Benfica-Braga
4-2
Pavilhão n.º 2 da Luz
Cinco inicial do Benfica
Roncaglio, Afonso Jesus, Silvestre Ferreira, Chishkala e Tayebi
Suplentes
Martim Figueira, André Correia, Fábio Cecílio, Arthur, Rafael Henmi, Nilson e Jacaré
Ao intervalo 1-1
Marcadores do Benfica
Chishkala (2'), Jacaré (25'), Silvestre Ferreira (26'), Fábio Cecílio (40')

Texto: João Sanches
Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica
Última atualização: 24 de abril de 2021

Patrocinadores Futsal


Relacionadas

Futebol

Taça da Liga: antevisão de Jorge Jesus | #VSC-SLB

O Benfica venceu (1-3) o Vitória de Guimarães, na Cidade-Berço, na 7.ª jornada da Liga Bwin, mas, desta feita, para a 2.ª jornada do grupo A (fase 3) da Taça da Liga, Jorge Jesus sabe que terá um contexto competitivo "diferente". Mas o técnico, esperando um rival com o seu "melhor onze" e tendo de modificar a equipa em função da densidade competitiva a que tem estado sujeita, deixou claro, em declarações à BTV, que o coletivo "está preparado" para um embate "extremamente difícil".

Futebol

Por dentro do jogo com o Vizela

Um golo de Rafa, aos 90'+8', levou a crença Benfiquista à explosão de euforia de todos os que sentem e vivem o clube! Muitos deles estiveram em Vizela horas antes do início do duelo, demonstrando o seu amor. A receção à equipa do Benfica foi carregada de paixão e o 0-1 final, no desafio da 9.ª jornada da Liga Bwin, trouxe um sentimento de dever cumprido! Antes, durante e depois, os Benfiquistas disseram presente no apoio à equipa. Veja como se viveu nos bastidores, e não só, a missão Vizela!

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar