Casas Benfica

18 junho 2021, 19h25

"Pelas Casas do Benfica"

REPORTAGEM BTV

No episódio desta semana do programa "Pelas Casas do Benfica", a BTV visitou, digitalmente, o braço-armado do Clube no Seixal, que celebrou o seu 26.º aniversário a 31 de maio.

Não fosse a COVID-19 e esta data teria sido festejada com pompa e circunstância! A Casa Benfica Seixal assinalou o seu 26.º aniversário no último dia de maio, e Paulo Lopes, presidente da mesma, explicou que foi a pandemia que impediu a habitual festa "neste dia tão especial".

A embaixada 236 do Clube conta com 225 sócios, tem feito um trabalho de relevo, mas para o dirigente há muito ainda por realizar: "O concelho do Seixal merece muito mais, uma Casa com mais dinâmica e mais Benfica." E é aí que entra o projeto Casas 2.0, algo que está a ser projetado e já se sonha com a sua concretização.

A proximidade do Benfica Campus é apontada como uma mais-valia, sendo esta uma Casa plena de vitalidade, mas que quer ainda mais. Sintomático é o facto de ter sido "a última a fechar as urnas de voto no último sufrágio do Clube", vincou Paulo Lopes.

Casa Benfica Seixal

Daniel Pardal é vice-presidente e sócio n.º 20, um dos mais antigos da Casa. As memórias são muitas, contudo, "a inauguração da Sala Eusébio da Silva Ferreira é a melhor recordação" de estes anos.

"Temos feito um bom serviço, com empenho, temos a bilhética, uma vista magnífica e o restaurante. Tudo isto é uma mais-valia", afirmou o dirigente, que recorda as últimas eleições como um dos momentos altos da vida da Casa, da sua força e vitalidade, mas aponta ao futuro: "Precisamos de uma Casa maior!"

Casa Benfica Seixal

A Casa Benfica Seixal tem no atletismo a sua modalidade-rainha, e Emanuel Araújo é o responsável pela secção.

"Encontrei uma equipa muito unida e um espírito forte. Um convívio muito grande entre todos os Benfiquistas. É sempre um orgulho vestir a 'vermelhinha', a nossa camisola", referiu.

Neste momento são 110 os atletas inscritos. Devido à COVID as provas têm sido menos e o regresso tem sido feito aos poucos. "É um novo normal muito diferente. É complicado", explicou. Apesar do contexto, "as novas inscrições estão a acontecer", e as metas são claras: "Participar em mais provas e, acima de tudo, manter a aposta na Formação e fazer crescer esta equipa de jovens campeões."

O projeto Casas 2.0 é visto com bons olhos e toda a "dinâmica criada" possibilitará a prática de outros desportos nesta embaixada, porque "o desporto não é só futebol", e num futuro próximo está a ser equacionada "a criação de uma secção de cicloturismo", revelou.

Casa Benfica Seixal

Lisboeta de berço, a viver e a trabalhar em Cinfães do Douro, Heitor Cardoso é presidente da Mesa da Assembleia Geral da CB Seixal e ajudou a fundar a Casa do local onde agora reside, tudo isto fruto do "gosto pelo Benfica desde sempre e pela área social".

"A Casa Benfica Seixal é mais uma família, tento empenhar-me da melhor forma e contribuir para que possa evoluir e ter outras dinâmicas", esclareceu Heitor Cardoso, ele que foi atleta do SL Benfica no meio-fundo, na década de 70, e atualmente pratica a modalidade como atleta da Casa.

Olhando em frente, a opinião é unânime, são necessárias "novas instalações". Quanto à desejada Casa 2.0, "faltam algumas negociações", mas Heitor Cardoso confia que tudo corra bem. "O novo modelo trará uma nova abrangência e também mais sócios e eventos", desejou.

Texto: Sónia Antunes
Fotos: SL Benfica
Última atualização: 18 de junho de 2021

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar