Casas Benfica

03 setembro 2021, 19h45

"Pelas Casas do Benfica", programa da BTV

REPORTAGEM BTV

A Casa Benfica Barcelos, com 20 anos de existência (foi inaugurada a 13 de maio de 2001), reabriu a 3 de julho e, inclusivamente, já retomou as excursões de autocarro ao Estádio da Luz.

"Antes da pandemia, desde há dois anos para cá, íamos a todos os jogos", recorda Leonel Enes Peixoto, presidente do braço armado do Clube, no mais recente episódio do programa "Pelas Casas do Benfica", da BTV, onde explica também que a Casa conta com uma loja de merchandising do Benfica, "uma boa esplanada" e um espaço interior com capacidade para "50 pessoas", servidas por Páscoa, novo gestor do snack-bar.

"A minha especialidade é a francesinha à Benfica, que não se faz em mais lado nenhum", confessa o gestor, que acrescenta as bifanas como outro dos pratos com mais saída na embaixada.

Casa Benfica Barcelos

Com certeza, as iguarias cozinhadas por Páscoa também fazem parte das razões que levam Tomé, sócio da instituição, a elogiar o seu ambiente: "A Casa de Barcelos é um cantinho muito acolhedor e vamos trabalhar para que tenhamos cada vez mais Benfiquistas aqui."

Ainda relativamente à atmosfera da embaixada, Marco Gomes, vice-presidente da mesma, refere que, "em dias de jogo, se a Casa tivesse duas ou três vezes mais espaço, de certeza que enchia", uma vez que "é uma família que fica unida a ver os jogos": "É diferente ver aqui ou noutro sítio qualquer, está-se mais à vontade e só cá estão Benfiquistas, portanto é quase como estar no Estádio."

Casa Benfica Barcelos

Com os olhos postos no futuro, Manuel Gomes, ex-presidente do braço armado, sonha com a Casa 2.0, embora reconheça as dificuldades de colocar este projeto em prática.

Assim, Leonel Enes Peixoto explicita que os objetivos imediatos passam por "tentar aguentar a Casa", dado que sofreu um "grande rombo quer a nível de sócios a comparecer, quer noutras situações".

Casa Benfica Barcelos

Para além de pretender ultrapassar esta tormenta, o presidente tem a ambição, consoante o regresso das pessoas à Casa, de que também se encomendem jantares e almoços – atualmente, a Casa serve apenas pequenos lanches –, e deseja ainda retomar a realização de eventos: "Nós fazíamos convívios e eventos antes da pandemia, portanto estamos à espera de poder voltar a fazê-los."

Texto: Simão Vitorino
Fotos: SL Benfica
Última atualização: 4 de setembro de 2021

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar