Futebol

04 setembro 2021, 22h00

João Mário

João Mário esteve em evidência no jogo de preparação entre Portugal e o Catar neste sábado, 4 de setembro, na Hungria. O médio do Benfica fez a assistência para o 0-1 e o penúltimo passe no lance do 0-2. A equipa nacional comandada por Fernando Santos – que também lançou o benfiquista Rafa aos 80' – venceu por 1-3.

Portugal adiantou-se no marcador à passagem dos 23 minutos: cruzamento teleguiado do benfiquista João Mário para André Silva, que cabeceou para o fundo da baliza (0-1).

Volvidos apenas dois minutos, a Seleção dobrou a vantagem. Uma vez mais, o médio das águias esteve envolvido no golo, desta vez ao adiantar a bola para a ex-águia Gonçalo Guedes, que cruzou para o cabeceamento certeiro de Otávio (0-2).

Pouco depois, João Mário tentou ele mesmo abanar as redes, mas o seu disparo saiu ligeiramente ao lado do alvo.

Até ao intervalo, destaque ainda para o cartão vermelho exibido no 43.º minuto a Meshaal Barsham, guarda-redes do Catar, por falta sobre o atacante formado no Benfica, Gonçalo Guedes.

Na segunda metade, o ritmo de jogo abrandou consideravelmente e só se verificou um ataque perigoso aos 58', quando João Mário, em boa posição, rematou por cima, ele que acabaria por sair dez minutos depois.

No entanto, antes de abandonar o campo, o médio encarnado teve ainda tempo de ver os catarianos reduzirem a desvantagem graças a um cabeceamento de Abdelkarim, na sequência de um canto (1-2).

No final do encontro, já com o benfiquista Rafa em campo (entrou aos 80'), Portugal ameaçou as redes adversárias em várias ocasiões e chegou mesmo ao terceiro golo aos 88 minutos. Diogo Jota foi derrubado na área e, da marca dos 11 metros, Bruno Fernandes atirou a contar (1-3), tendo Khoukhi acabado expulso por protestos face à decisão do árbitro.

Yaremchuk

Marca de Yaremchuk no golo da Ucrânia

Ainda neste sábado, 4 de setembro, em jogo do grupo D da fase de apuramento para o Mundial no Catar, o avançado do Benfica Roman Yaremchuk foi titular pela Ucrânia no duelo com a França.

Em Kiev, no Estádio Olímpico, a seleção anfitriã saiu na frente graças a um golo de Shaparenko (44'), a concluir um ataque que Yaremchuk (com cruzamento) ajudara a desenvolver pela direita.

Os franceses empatariam o desafio no segundo tempo, por intermédio de Martial (50'), e a divisão de pontos acabaria mesmo por prevalecer em território ucraniano.

Já nas contas do grupo A, o mesmo onde compete Portugal, a seleção da Sérvia derrotou o Luxemburgo por 4-1, com o médio/extremo das águias, Nemanja, a ser colocado em campo à passagem do minuto 70 (ainda a tempo de ver dois golos sérvios e um luxemburguês). Por sua vez, o guarda-redes Svilar foi suplente não utilizado.

Texto: Simão Vitorino
Fotos: FPF / Arquivo e UEFA.com
Última atualização: 7 de setembro de 2021

Patrocinadores principais do Futebol


Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar