Clube

29 novembro 2021, 18h27

Delegação do Petro de Luanda com o vice-presidente do Benfica, Manuel Brito

Manuel Brito, vice-presidente do Sport Lisboa e Benfica, foi o cicerone na visita que o presidente do Petro de Luanda, Tomás Faria, e quatro elementos do clube angolano fizeram nesta segunda-feira, 29 de novembro, ao Estádio da Luz e ao Museu Benfica – Cosme Damião. Retirar ideias para a construção de um novo estádio e de um centro de estágio foi o objetivo.

"O presidente Tomás Faria veio fazer uma visita guiada ao Estádio e ao Museu. Têm um projeto para a construção de um estádio e de um centro de formação. Vieram pedir-nos apoio e ideias e absorver os nossos projetos para implementarem um estádio moderno com uma academia à altura, bem como as infraestruturas à volta do estádio", revelou Manuel Brito aos microfones da BTV, numa receção em que o Clube também esteve representado pelo secretário-geral João Salgado.

Petro Luanda visita Estádio e Museu

Tal como o Benfica em Portugal, o Petro de Luanda é o clube mais titulado do país, mas realiza os seus jogos no Estádio Nacional 11 de novembro, casa da seleção angolana. Tomás Faria quer que o clube tenha as suas próprias instalações e inspira-se na organização benfiquista.

"Agradecer a amabilidade que a Direção do Benfica teve em nos proporcionar esta oportunidade de vermos in loco as suas infraestruturas. Assim, dentro do que é o nosso projeto, podemos tirar o máximo de informações para que consigamos fazer algo que dignifique o nosso clube e que possa estar ao nível do que tem o Benfica", destacou o presidente do Petro de Luanda.

Texto: Marco Rebelo
Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica
Última atualização: 29 de novembro de 2021

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar