Hóquei em Patins

16 dezembro 2021, 22h24

Festejos do Benfica

RESUMO DO JOGO

A equipa de hóquei em patins do Benfica recebeu e venceu nesta quinta-feira, no Pavilhão Fidelidade, o Marinhense, por 3-1, em jogo da 10.ª jornada da 1.ª fase do Campeonato Nacional.

Frente a frente, a formação encarnada em clara recuperação e que vem de cinco triunfos consecutivos na prova, e o conjunto da Marinha Grande, que apresenta três vitórias em 11 jogos. Na pista, o Marinhense vinha disposto a surpreender e tentou jogar o jogo pelo jogo, com várias incursões e remates a testar a atenção de Pedro Henriques nos minutos iniciais. O Benfica, a jogar em casa, teve em Poka o homem dos disparos do meio da rua evitados por Albert Mola. 

Aos 7', o marcador foi inaugurado no Pavilhão Fidelidade. Edu Lamas sacou uma jogada individual da cartola e atirou a contar para o 1-0. As águias demonstravam uma eficácia acima da média e, aos 12', Nicolía, de forma oportuna, desviou para o 2-0, após assistência de Poka. No comando do resultado e motivado pelas recentes exibições, o Benfica começou a carregar ofensivamente, travando as veleidades do Marinhense para atacar e desenhando belas jogadas coletivas que só não deram em golo por manifesta falta de sorte. Ao intervalo, o marcador registava 2-0 para os da casa. 

Benfica-Marinhense

Tal como acontecera no arranque da partida, também o segundo tempo iniciou em modo bola cá, bola lá, com as duas equipas a tentarem faturar, mas a encontrarem entre os postes dois guarda-redes em bom plano: Pedro Henriques (Benfica) e Albert Mola (Marinhense). Aos 30', o 3-0 por Nicolía, que converteu uma grande penalidade a castigar uma falta de Nicolás Carmona sobre Gonçalo Pinto. Aos 33', a equipa da Marinha Grande ficou perto de reduzir, mas o tiro de Arnaez bateu na barra da baliza benfiquista. 

Com a vantagem de três tentos para as águias, o ritmo e intensidade em pista baixaram e as oportunidades claras de golo começaram a escassear, mesmo que, aqui e ali, o Marinhense tentasse alvejar a baliza de Pedro Henriques. Os da Marinha Grande foram recompensados, aos 44', através do golo da autoria de Korosec, que fixou o resultado final em 3-1

Com este triunfo, o Benfica passa a somar 27 pontos na classificação e vira, agora, atenções para a Taça de Portugal, prova em que mede forças com o Nafarros. 

Benfica-Marinhense

DECLARAÇÕES

Nuno Resende (treinador do Benfica): "É uma vitória boa do Benfica, no sentido em que conseguimos os três pontos, que era o mais importante. Conseguimos, em várias fases do jogo, ter a tranquilidade necessária nas transições e no ataque organizado. Acho que pecámos um pouco na finalização, dado que criámos oportunidades suficientes para vencer por mais golos de diferença, mas também há mérito do Marinhense. Na parte final, quando o Marinhense reduziu, soubemos ter posse de bola e controlo de jogo. O que interessa são os três pontos. Naquele cenário [resultado em 3-1], interessava ter o controlo do jogo, largos momentos em posse de bola e não fazer faltas, e cumprimos esse momento com excelência."

Benfica-Marinhense

Benfica-Marinhense
3-1
Pavilhão Fidelidade
Cinco inicial do Benfica
Pedro Henriques, Edu Lamas, Lucas Ordoñez, Poka e Gonçalo Pinto
Suplentes
Rodrigo Vieira, Diogo Rafael, Nicolía, José Miranda e Pol Manrubia
Ao intervalo 2-0
Golos do Benfica
Edu Lamas (7') e Nicolía (12' e 30')

Texto: Marco Rebelo
Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica
Última atualização: 19 de dezembro de 2021

Patrocinadores Hóquei


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar