Andebol

08 março 2022, 21h21

Lazar Kukic esteve em bom plano no jogo

RESUMO DO JOGO

A equipa de andebol do Benfica, já apurada, fechou esta fase de grupos com os franceses do HBC Nantes, no Pavilhão n.º 2 da Luz, com uma vitória, por 31-30, na 10.ª jornada do grupo B da EHF European League.

Na quadra, os gauleses começaram muito fortes, com uma defesa agressiva, um Emil Nielsen inspirado entre os postes e contra-ataques letais que cavaram uma distância no resultado entre o Benfica e o HBC Nantes. Gradualmente, as águias assentaram o seu jogo, encetaram a sua recuperação através de vários golos na linha de 6 metros, contanto, ainda, com um Sergey Hernández gigante na baliza. A segunda metade da primeira parte foi de equilíbrio, com o intervalo a chegar com o HBC Nantes na frente por um golo: 15-16.

Benfica-Nantes

O equilíbrio manteve-se na etapa complementar, num grande jogo de andebol, com incerteza no marcador e com belos momentos nas quatro linhas. No Benfica, destaque para a linha dos 6 metros, com os pontas (Ole Rahmel e Jonas Källman) de mão quente, e para a linha defensiva eficaz, bem liderada por Sergey Hernández; o HBC Nantes, com um plantel cheio de talentos individuais, teve menos contra-ataques, mas continuou perigoso no ataque continuado. Um golo de Lazar Kukic a poucos segundos do fim levou o Pavilhão n.º 2 da Luz (que teve sempre um excelente ambiente de apoio à equipa) à loucura e deu o triunfo às águias, por 31-30, o que permite assegurar a 2.ª posição do grupo B.

O Benfica terminou esta fase da prova europeia com 15 pontos na classificação, e segue para os oitavos de final, onde vai defrontar o Fenix Toulouse, a duas mãos, nos dias 29 de março (fora) e 5 de abril (casa).

No próximo sábado, 12 de março, há novo jogo, com a ADA Maia, no Pavilhão Municipal da Maia, a contar para os quartos de final da Taça de Portugal.

Benfica-Nantes

DECLARAÇÕES

Chema Rodríguez (treinador do Benfica): "Foi uma partida extraordinária. Poder ganhar ao Nantes em casa é brutal, porque eles são uma equipa de Champions. Empatámos em França, ganhámos hoje [terça-feira], num jogo tão difícil. O que a equipa e os jogadores fizeram é extraordinário. Temos jogadores doentes, com gripe. Fizemos um grande esforço. Os valores do Benfica são trabalhar, sofrer, lutar, dar tudo a 100 por cento. O que nunca pode faltar é luta, entrega, trabalho e o espírito da equipa. Isso é uma marca do Benfica e do andebol. O apoio dos adeptos foi incrível! Esta vitória deveu-se a eles. Muito obrigado pelo apoio. Estamos aqui para trabalhar para eles."

Sergey Hernández (guarda-redes do Benfica): "Acho que fizemos dos melhores jogos, tanto na quadra como os adeptos nas bancadas. Adoramos sentir o calor dos adeptos e sentimos o escudo do clube que representamos. Precisamos disto para chegar aos objetivos. Estamos a trabalhar, continuamos a sonhar. Falo por mim, eu gostava de jogar a final four, mas vamos ver até onde podemos chegar. A palavra que melhor representa estes adeptos e o Clube é paixão. Nunca vi isto em mais nenhum lado."

Benfica-Nantes

Benfica-HBC Nantes
31-30
Pavilhão n.º 2 da Luz
Formação inicial do Benfica
Sergey Hernández, Jonas Källman, Petar Djordjic, Lazar Kukic, Alexis Borges, Ole Rahmel e Rogério Moraes
Suplentes
Gustavo Capdeville, Mahamadou Keita, Paulo Moreno, Carlos Martins, Bélone Moreira, Luciano da Silva e Francisco Pereira
Ao intervalo 15-16
Marcadores do Benfica
Ole Rahmel (8), Lazar Kukic (6), Jonas Källman (5), Alexis Borges (4), Petar Djordjic (4), Rogério Moraes (2), Paulo Moreno (1) e Bélone Moreira (1)

Texto: Marco Rebelo
Fotos: Cátia Luís / SL Benfica
Última atualização: 9 de março de 2022

Patrocinadores Andebol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar