Futebol

16 maio 2022, 13h20

Encerradas as Ligas Profissionais em Portugal, é chegado o momento de olhar para trás no Futebol Formação do Sport Lisboa e Benfica. O diretor técnico Pedro Marques, em declarações exclusivas ao Site Oficial, faz o balanço da atividade da Equipa B na época 2021/22 e analisa os frutos do trabalho de preparação de jogadores para aproveitamento na Equipa A.

"O sinal dado pela Equipa A neste último jogo do Campeonato, ao utilizar nove jogadores 'Made in Benfica', é o culminar de cinco meses de transição que foram difíceis, assumidos com enorme coragem e sentido de missão pelo Nélson Veríssimo e a sua equipa técnica, piscando já um olho ao que pode ser o futuro", ressaltou o diretor técnico.

No que diz respeito às outras equipas da área de formação, a bola ainda rola nos relvados, tanto em ambiente de treino como de competição, e há objetivos definidos para esta ponta final de temporada nas diversas frentes. Pedro Marques desvenda o que está em jogo na fase das decisões, enquadrado numa avaliação assente em níveis que transcendem o resultado puro e duro.

No dia em que o Futebol Formação passa a ter uma imagem completamente reformulada no Site Oficial do Clube, o diretor técnico aborda o passo dado no sentido de possibilitar uma divulgação muito mais ampla e detalhada do projeto do Clube...

Pedro Marques

"Ver as estreias e as oportunidades dadas na Equipa A deixa-nos felizes, reforça o nosso propósito e dá significado ao investimento do Clube na formação"

Pedro Marques, diretor técnico do Futebol Formação

O fim de semana de 14 e 15 de maio foi marcado pelo final das Ligas Profissionais portuguesas. Na Equipa A, a vitória do Benfica em Paços de Ferreira teve a formação em grande destaque, com estreias na equipa principal e Henrique Araújo, titular, a ser eleito "Homem do Jogo". Do seu ponto de vista, foi uma forma especial de terminar a época?

O sinal dado pela Equipa A neste último jogo do Campeonato, ao utilizar nove jogadores "Made in Benfica", é o culminar de cinco meses de transição que foram difíceis, assumidos com enorme coragem e sentido de missão pelo Nélson Veríssimo e a sua equipa técnica, piscando já um olho ao que pode ser o futuro. Durante os dois anos de pandemia que condicionaram a vida de todos nós, sempre estivemos muito conscientes dos riscos para a evolução e afirmação dos nossos jovens jogadores, pelo que o foco de todos os que trabalharam no Futebol Formação durante este período foi não baixar os braços e criar estratégias para continuar a assegurar as melhores condições de desenvolvimento dentro e fora do campo. Regressados à normalidade, e terminando agora esta época, é com enorme orgulho e satisfação que vemos que a dedicação e o trabalho árduo de todos os que acompanharam estes miúdos ao longo destes (e mais) anos compensa! Ver as estreias, pela Equipa A, do Diego Moreira (Sub-18) e do Martim Neto (Sub-19), e as oportunidades dadas ao Sandro Cruz e ao Tiago Gouveia recentemente, juntamente com os outros que também cresceram no Benfica Campus (exemplos: Tomás Araújo, Morato, Diogo Gonçalves, Paulo Bernardo, Gonçalo Ramos), deixa-nos naturalmente felizes, reforça o nosso propósito e dá significado ao investimento na formação feito pelo Clube. Os dois golos do Henrique Araújo que ditaram a vitória da equipa e a sua eleição como "Homem do Jogo" foram a cereja no topo do bolo nesse dia. A promoção de jogadores à Equipa A é o maior dos troféus para quem trabalha no Futebol Formação do SL Benfica.

Pedro Marques

"A Equipa B fez uma época fantástica. Procurou sempre apresentar uma forma de jogar intensa e positiva, com e sem bola, e foi o melhor ataque da Segunda Liga"

Considera que muitos destes jogadores, que estão a aparecer agora, ganharão maior espaço na Equipa A a curto prazo?

Num clube com a história do Benfica a exigência e responsabilidade para ganhar na Equipa A é sempre máxima! E para se ganhar no futebol profissional jogo após jogo, ano após ano, de uma forma sustentada, é fundamental ao nível dos jogadores haver qualidade e equilíbrio. Diz-se que o talento não tem idade, mas, ao nível a que o Benfica compete, é, a meu ver, importante ter uma mescla de jovens com menos jovens, irreverência com experiência, para se conseguir rendimento coletivo. Estes jogadores estão como disse "a aparecer agora", mas têm já oito, nove, 10 anos de carreira jovem, de muitos sonhos, de conciliar o futebol e a escola, alguns longe da família... estão a começar o seu percurso profissional, a ter as suas oportunidades e a tentar agarrá-las. O mundo hoje parece que gira muito rápido, não é fácil ser um jovem em ascensão e viver com tanta exposição, numa sociedade que lhes coloca a pressão de ter tudo para ontem. É fundamental que vivam esta fase com tranquilidade, e que possam desfrutar do dia a dia, focados, mas com prazer e paixão. Nos últimos meses, com o Nélson Veríssimo, que já acompanhou e viu tantos jovens como estes transitarem para o futebol profissional, as oportunidades foram naturalmente surgindo para treino, jogos-treino e até convocatórias com a Equipa A. A ligação e comunicação entre a Equipa A e o Futebol Formação, nas várias áreas de trabalho, facilitou a avaliação, acompanhamento e integração dos jogadores ao longo deste tempo. Cada jogador é uma pessoa diferente e cada um terá de fazer o seu percurso, no seu tempo, com tranquilidade. Cá estaremos para os desafiar e apoiar.

A Equipa B também encerrou a Liga Portugal SABSEG com uma vitória diante do FC Porto B e terminou a competição no 5.º lugar. Este triunfo no clássico serve de reflexo ao trajeto global da equipa?

Ganhar contra a outra equipa B da prova, num campo tradicionalmente difícil [apenas uma vitória em 2015], é sempre positivo e atesta ao compromisso de todos até ao último minuto. A Equipa B fez uma época fantástica, muito consistente em termos de resultados, andando muitas jornadas nos lugares de topo da tabela. Procurou sempre apresentar uma forma de jogar intensa e positiva, com e sem bola, tendo inclusive sido o melhor ataque da Segunda Liga. Ir ver a Equipa B foi quase sempre sinónimo de golos. Além dos objetivos de desempenho desportivo, o principal objetivo da Equipa B foi claramente atingido: a preparação e promoção de jogadores para a Equipa A do SL Benfica, e para o futebol profissional em geral. Competir para ganhar jogos na Segunda Liga, utilizando apenas jogadores jovens diante de jogadores mais experientes, vários com passado de Primeira Liga, é um desafio e uma experiência riquíssima para o seu crescimento e evolução.

Pedro Marques

"A nova secção do Futebol Formação no Site Oficial mostra como sentimos, vivemos e entendemos o desenvolvimento e a formação dos jovens futebolistas 'Made in Benfica'"

Todas as outras equipas do Futebol Formação ainda estão em competição. Quais os principais objetivos até final da época?

Todas as equipas do Futebol Formação têm os seus objetivos definidos a três níveis: primeiro, a promoção de jogadores; segundo, o desempenho desportivo; e, terceiro, a formação desportiva. A época aproxima-se rapidamente do final e temos todas as equipas a competir nas fases de decisão das várias provas em que estamos envolvidos. Procuraremos aproveitar ao máximo estes contextos de competição, e de treino, para o desenvolvimento contínuo dos jogadores, para que amanhã estejam mais preparados para o patamar seguinte do seu percurso individual e de equipa. Paralelamente, fora do campo, o ano escolar também terminará em breve, pelo que fazemos o último esforço para que cada um conclua os seus estudos da melhor maneira, enquanto se promovem também algumas atividades de cariz mais social e lúdico, garantindo o equilíbrio e bem-estar necessários nesta fase já de algum desgaste físico e mental.

À margem do atual contexto competitivo, o Futebol Formação conta agora com uma secção totalmente renovada no Site Oficial do Clube. Em que medida é que esta renovação é importante para o projeto de formação?

Este é mais um espaço de ligação entre o Futebol Formação, todos os Benfiquistas, adeptos e simpatizantes, e vem na sequência do lançamento já há alguns meses do Instagram oficial do Benfica Campus. Esta nova secção abre a porta à forma como sentimos, vivemos e entendemos o desenvolvimento do jovem futebolista, assim como dará voz às várias áreas e pessoas que contribuem para formar jogadores "Made In Benfica". Estão todos convidados a recordar alguns dos jogadores talentosos que se formaram nesta casa ao longo dos anos, saber mais sobre a oferta de atividades complementares usadas em idades mais jovens, ou até mesmo conhecer o Departamento de Formação Pessoal e Social. Está tudo lá [ver aqui].

Texto: Redação
Fotos: Arquivo / SL Benfica
Última atualização: 25 de maio de 2022

Patrocinadores principais do Futebol


Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar