Futebol

28 julho 2022, 12h00

Pizzi sai do Benfica como um dos capitães de equipa, com 10 títulos conquistados, despedindo-se do Presidente Rui Costa

OS TROFÉUS NA LUZ

Pizzi, médio do Sport Lisboa e Benfica, de 32 anos, transfere-se para o Al Wahda, dos Emirados Árabes Unidos, terminando um percurso de águia ao peito iniciado na temporada 2014/15. O internacional português encerra o seu ciclo no Clube com a conquista de 10 títulos, com particular destaque para quatro Campeonatos Nacionais.

A ligação contratual de Pizzi ao Benfica foi consumada a 31 de julho de 2013, quando comunicada à CMVM a aquisição de 50% dos direitos económicos e desportivos do atleta proveniente dos espanhóis do Atlético Madrid.

Porém, Pizzi permaneceu em Espanha mais uma temporada, cedido por empréstimo ao Espanyol de Barcelona. Aí, em 2013/14, fez 34 jogos e apontou quatro golos.

Mas antes, com os primeiros passos dados no Mãe d'Água, de onde se transferiu para o GD Bragança, clube que o projetou no futebol sénior na temporada 2006/07, então com 17 anos, Pizzi vinculou-se ao SC Braga, jogou na condição de cedido por empréstimo ao GR Ribeirão, SC Covilhã e Paços de Ferreira até se mudar para o Atlético de Madrid, em 2011/12. Foi ao serviço do emblema da capital espanhola que venceu a Liga Europa.

Ainda antes de consumar a sua ligação ao Benfica, Pizzi teve na Corunha uma etapa de sucesso no Deportivo, com 36 jogos realizados e oito golos apontados em 2012/13.

Pizzi

Porém, foi no Glorioso que Pizzi se tornou um elemento marcante no futebol nacional. A 5 de outubro de 2014, na receção ao Arouca, para a 7.ª jornada do Campeonato Nacional, o médio envergou pela primeira vez a camisola do Benfica, entrando a 5 minutos do final do duelo ganho por 4-0.

Daí em diante, Pizzi foi paulatinamente conquistando espaço na equipa e somou os primeiros troféus nacionais em 2014/15, vencendo o Campeonato Nacional e a Taça da Liga. 

Pizzi venceu mais três Campeonatos, uma Taça de Portugal, três Supertaças e mais uma Taça da Liga, atingindo os 10 troféus, tornando-se um dos capitães da equipa.

Pizzi

Fez 360 jogos oficiais, nos quais apontou 94 golos e contabilizou cerca de uma centena de assistências, sobressaindo a época 2019/20 como a mais marcante em termos individuais, em que apontou 30 golos em 51 jogos, que abrangeu parte de um ano civil (2019) em grande nível.

A 8 de fevereiro de 2022, Pizzi foi cedido por empréstimo ao Basaksehir até ao final da última temporada. Na Turquia, participou em 10 jogos, apontando um golo e contabilizando uma assistência.

Pizzi

Refira-se que, paralelamente a este percurso, Pizzi, ao serviço da Seleção Nacional, soma 17 internacionalizações, nas quais fez três golos, tendo estado entre os vencedores da Liga das Nações em 2018.

Participou na pré-temporada do Benfica às ordens de Roger Schmidt, iniciando agora uma nova etapa na sua carreira nos Emirados Árabes Unidos, ao serviço do Al Wahda.

Texto: Rui Miguel Gomes
Fotos: FPF, arquivo e Isabel Cutileiro /SL Benfica
Última atualização: 28 de julho de 2022

Patrocinadores principais do Futebol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar