Hóquei em Patins

05 outubro 2022, 19h44

Festejos da equipa de hóquei em patins do SL Benfica

RESUMO DO JOGO

A equipa de hóquei em patins do Benfica venceu, nesta quarta-feira, 5 de outubro, no Pavilhão Fidelidade, o Valongo por 4-3. Pablo Álvarez foi determinante ao marcar três golos, num jogo da 4.ª jornada da 1.ª fase do Campeonato Nacional.

Foi com um pavilhão praticamente lotado que a equipa de hóquei em patins do Benfica entrou no rinque para defrontar o Valongo.

O treinador Nuno Resende escolheu Bernardo Mendes, Edu Lamas, Nil Roca, Roberto Di Benedetto e Pablo Álvarez para iniciar a partida e os cinco jogadores não defraudaram as expetativas. Entrada de rompante dos encarnados e aos 3' já se gritava golo no Pavilhão Fidelidade. Pablo Álvarez fugiu à marcação e, na passada, rematou de forma irrepreensível para o 1-0, sem hipótese de defesa para o guardião visitante Alejandro Edo.

Pablo Álvarez

O Valongo tentou o empate de imediato, mas o remate de meia distância de Diogo Abreu encontrou Bernardo Mendes atento. Os encarnados não baixaram o ritmo e minutos depois, aos 6', voltaram a marcar, novamente por Pablo Álvarez. Roberto Di Benedetto assistiu e o argentino bisou na partida com um desvio certeiro.

O Benfica podia ter ampliado a vantagem até ao final do primeiro tempo, mas foram os visitantes que acabaram por marcar. No último minuto da primeira parte, de livre direto, Facundo Navarro reduziu a contenda para 2-1, resultado verificado ao intervalo.

Presidente SL Benfica Rui Costa

Os encarnados voltaram para o segundo tempo novamente com grande intensidade e podiam ter ampliado a vantagem aos 29', por intermédio de Lucas Ordoñez, mas o argentino, de penálti, não conseguiu fazer o 3-1.

Os adeptos presentes no Pavilhão Fidelidade não tiveram de esperar muito mais tempo, já que Nicolía, aos 36', descobriu Gonçalo Pinto em posição letal para o 3-1.

De livre direto, a equipa do Valongo reduziu aos 39'. Facundo Navarro, numa segunda tentativa, bateu o antigo colega de equipa Bernardo Mendes e colocou o resultado na margem mínima.

Carlos Nicolía

Sem ir abaixo e galvanizada pelos Benfiquistas, a equipa de casa voltou à vantagem de dois golos. Pablo Álvarez, assistido por Nicolía, fez o 4-2 aos 42'.

Os visitantes discutiram o jogo até ao fim e Rafael Moreira, aos 48', colocou o resultado em 4-3.

Os últimos dois minutos foram de nervos na Luz, com o Valongo a rondar a baliza do Benfica, num cinco para quatro. No tudo por tudo, os visitantes fizeram a décima falta, mas Pablo Álvarez não conseguiu marcar o quinto golo para as águias. 4-3 foi o resultado, os encarnados somam e seguem no Campeonato Nacional com três vitórias em três jogos.

DECLARAÇÕES

Nuno Resende

Nuno Resende (treinador do Benfica): "Fomos uma equipa dominadora. O Valongo acabou por fazer três golos, dois deles de bola parada, mas foi um jogo muito controlado da nossa parte. Não os deixámos construir, mas faltou-nos acutilância ofensiva. Se tivéssemos sido mais efetivos na finalização, podíamos ter serenado o jogo mais cedo. É um resultado que nos dá capacidade de sofrimento e de resiliência. Foi uma bela vitória, com uma moldura humana excelente."

Benfica-Valongo

Benfica-Valongo
4-3
Pavilhão Fidelidade
Cinco inicial do Benfica
Bernardo Mendes, Edu Lamas, Nil Roca, Roberto Di Benedetto e Pablo Álvarez
Suplentes
Pedro Henriques, Carlos Nicolía, Lucas Ordoñez, Poka e Gonçalo Pinto
Cinco inicial do Valongo
Alejandro Edo, Rafael Moreira, Nuno Santos, Diogo Abreu e Facundo Bridge
Suplentes
Miguel Moura, Francisco Silva, Carlos Ramos e Facundo Navarro
Ao intervalo 2-1
Golos
Benfica: Pablo Álvarez (3', 6' e 42') e Gonçalo Pinto (36'); Valongo: Facundo Navarro (25' e 39') e Rafael Moreira (48')
Marcha do marcador
2-0, 2-1, 3-1, 3-2, 4-2, 4-3

Texto: Nuno Miguel Machado
Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica
Última atualização: 5 de outubro de 2022

Patrocinadores Hóquei


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar