Futsal

21 novembro 2022, 16h26

Pulpis

É com grande ambição que a equipa de futsal do Benfica parte para Almaty, onde disputará a Ronda de Elite da Liga dos Campeões da UEFA entre 23 e 26 de novembro.

Nesta quarta-feira, pelas 12h30, a estreia no grupo C será frente ao Chrudim (República Checa), seguindo-se Luxol St. Andrews (Malta), à mesma hora, na quinta-feira, 24 de novembro. Anfitrião do grupo, o Kairat é o último adversário das águias (15h00), no sábado, 26 de novembro.

Em antevisão à Ronda de Elite, Pulpis reconheceu que o Benfica está num grupo "bastante complicado" e a "longa viagem" até ao Cazaquistão é outra dificuldade para superar, bem como as "seis horas de diferença" para Portugal continental.

"Provavelmente, é o grupo mais equilibrado e complicado da Ronda e defrontaremos uma equipa que ninguém queria defrontar: o Kairat. Sabemos que são adversários muito complicados", referiu o treinador do Benfica, à BTV.

No olhar sobre os rivais, Pulpis considera que o Chrudim já é um "clássico na Champions League, uma equipa cujos jogadores jogam juntos há muitos anos". "Tem vários internacionais checos e brasileiros de muito bom nível", destacou, sobre uma equipa que venceu o grupo 7 da Ronda Principal.

Pulpis

"Provavelmente, é o grupo mais equilibrado e complicado da Ronda e defrontaremos uma equipa que ninguém queria defrontar: o Kairat"

Pulpis

Quanto ao Luxol St. Andrews, trata-se da primeira equipa de Malta a disputar esta fase. "Foram a surpresa desta Ronda Principal, têm sete estrangeiros com experiência. Será difícil", perspetivou o técnico encarnado.

Emblema mais conhecido nestas andanças – o Kairat participa pela 19.ª vez, um recorde, e disputou a Ronda de Elite nas 16 edições que contaram com essa fase desde a sua introdução –, a equipa cazaque será o rival com mais pergaminhos. Campeão europeu em 2011 e 2013, mesmo depois do apuramento apenas via 3.º lugar na ronda anterior, a formação anfitriã é, para o técnico Pulpis, uma das favoritas a vencer a prova. "Tem jogadores com muita experiência, mas o nosso objetivo é estarmos na final four e sermos campeões da Europa. Iremos com a máxima ambição", disse.

Pulpis

"O nosso objetivo é estarmos na final four e sermos campeões da Europa"

Pulpis

O Benfica foi campeão europeu em 2010 e Pulpis ambiciona erguer o troféu, numa altura em que a equipa já tem diversos jogadores recuperados de problemas físicos. "Houve um momento muito difícil em que tivemos até sete jogadores fora da equipa. Por terem estado parados, não estarão no topo da forma, mas é importante que estejam connosco. Vamos para ganhar e sermos campeões da Europa. Há que ser ambiciosos para estarmos na segunda final four consecutiva", reforçou Pulpis.

Gugiel

Contratado nesta temporada, o guarda-redes Léo Gugiel considera que os primeiros meses no Benfica têm sido "muito intensos". "Vamos ter muitas dificuldades, não é um grupo fácil e não é apenas o Kairat, que é o jogo mais aguardado", afirmou Léo Gugiel, alertando para o potencial dos outros dois adversários.

"Temos um grande confronto na estreia contra a equipa da República Checa, depois com a formação de Malta, e todos sabemos que temos de chegar ao desafio com o Kairat com duas vitórias para estarmos tranquilos e cumprir o nosso dever, que é alcançar a final four", vincou o guarda-redes. 

Ciente de que os cazaques são o adversário de "maior dificuldade" e de que esse jogo será "o grande confronto do grupo", Léo Gugiel conta com o apoio dos adeptos, mesmo no Cazaquistão, para que o Benfica garanta um lugar entre as quatro melhores formações europeias.

Texto: Paulo Nunes Teixeira
Fotos: Tânia Paulo / SL Benfica
Última atualização: 21 de novembro de 2022

Patrocinadores Futsal


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar