Futebol feminino

24 novembro 2022, 21h54

Festejos do Benfica

RESUMO DO JOGO

 

Liga dos Campeões
3.ª jornada
do grupo D
RESULTADO FINAL
Benfica 1
FC Rosengard 0
Marcadora
 Cloé Lacasse (23')  

Um lance de inspiração de Cloé Lacasse (melhor em campo) deu a vitória ao Benfica diante do conjunto sueco do FC Rosengard, por 1-0, na 3.ª jornada do grupo D da Liga dos Campeões feminina, que teve lugar no Benfica Campus na noite desta quinta-feira, 24 de novembro.

Com o público a compor as bancadas e do seu lado, o Benfica entrou determinado em alcançar a primeira vitória encarnada na fase de grupos. Aos 4', Valéria deixou a bola em Jéssica Silva que disparou para a área sueca, rematou cruzado, mas o esférico saiu ao lado. Resposta do Rosengard aos 7'. Bredgaard a rematar com intenção para Rute Costa sacudir. 

Após 10 minutos iniciais de algum equilíbrio, as águias tomaram conta da partida e foram somando oportunidades, com as nórdicas a apostarem na exploração da profundidade. Aos 19', Christy Ucheibe, de fora da área, atirou para Micah agarrar. O golo estava perto e surgiu aos 23'. Catarina Amado lançou Cloé Lacasse pela esquerda e a internacional canadiana, num lance de inspiração individual, furou a defesa do Rosengard e atirou para o 1-0

Benfica-Rosengard

Na dianteira do resultado, a turma da Luz libertou-se ainda mais e aos 28', Valéria, após cruzamento à esquerda de Cloé Lacasse (que foi considerada a melhor jogadora em campo), rematou ao lado quando estava em boa posição. Antes do intervalo, aos 42', Schough disparou para Rute Costa encaixar com segurança. Descanso no Benfica Campus e as águias na frente (1-0). 

O Rosengard veio do intervalo com o intuito de ser mais afoito. Subiu as linhas, trabalhou mais a posse de bola e os ataques, mas a oportunidade digna desse nome que se viu foi um remate de Kullachi do meio da rua a tentar surpreender Rute Costa (54'). A partir daqui, as duas treinadoras mexeram nas equipas. No Benfica entraram Andreia Faria, Nycole e Marta Cintra; nas escandinavas foram lançadas Brown, Sprung, Chmielisnki, Lundin e Thogersen. 

Benfica-Rosengard

Apesar de as suecas terem melhorado da primeira para a segunda parte, as melhores oportunidades foram de um Benfica que se uniu e transpirou para segurar a vantagem. Aos 57', Ana Vitória entrou na área, rematou e obrigou Micah a aplicar-se. O jogo entrou depois numa fase em que a bola andou mais longe das balizas até chegar aos minutos finais. Aos 89', Marta Cintra trabalhou no corredor direito, deixou para Christy Ucheibe, mas a internacional nigeriana atirou ao lado. Aos 90'+1', parada de Micah a disparo de Nycole

O Benfica segurou o 1-0, conquistou os primeiros três pontos na fase de grupos na Liga dos Campeões feminina. Segue-se a receção ao SC Braga na 7.ª jornada da 1.ª fase da Liga BPI. 

Benfica-Rosengard

DECLARAÇÕES

Filipa Patão (treinadora do Benfica): "Foi uma vitória suada, mas também com falta de competência na finalização. Temos vindo a trabalhar e temos de continuar. Não podemos ser tão perdulários para podermos dilatar a vantagem no jogo. Já com o FC Bayern tivemos oportunidades que deviam ter dado em golo. Temos de as fazer, porque o futebol costuma ser ingrato, mas estou muito contente com o trabalho delas e dignificaram a camisola que vestem."

Cloé Lacasse (avançada e melhor jogadora em campo): "Estou tão orgulhosa pela resposta da equipa. Era isto que queríamos mostrar aos Benfiquistas e conseguir fazer um jogo total nos 90 minutos. São os nossos primeiros três pontos nesta edição da Champions, foi um grande resultado e vamos atrás de mais pontos."

Carole Costa (defesa): "Estamos muito contentes. Já merecíamos uma vitória nesta competição. Foi para isso que trabalhámos, conseguimos e pecou por escasso. Fizemos uma grande exibição. Não me lembro de grandes oportunidades delas, nós tivemos várias situações. Tivemos um jogo ofensivo."

Valéria (média): "Foi um jogo muito importante. Viemos para o campo a acreditar que seria possível, e foi. A identidade desta equipa é algo que gosto muito. É força, garra e nunca desistir. Trabalhámos bastante nestas semanas para vencer na Champions. Estou feliz por ter ajudado a equipa. Agora é continuar a trabalhar."

Christy Ucheibe (média): "Precisávamos destes três pontos, conseguimos, mas precisamos de mais para nos podermos qualificar para a próxima fase. Vamos dar o nosso melhor para o conseguir. Sabemos que vamos defrontar adversários de nível alto, como Barcelona e FC Bayern, e ainda temos o jogo fora com o Rosengard, mas vamos dar tudo, porque é este tipo de jogos que queremos."

Benfica-Rosengard

Benfica-FC Rosengard
1-0
Benfica Campus (Campo n.º 1)
Onze do Benfica
Rute Costa, Valéria, Carole Costa, Ana Seiça, Catarina Amado, Pauleta, Christy Ucheibe, Ana Vitória (Andreia Faria, 70'), Kika Nazareth (Marta Cintra, 87'), Jéssica Silva (Nycole, 70') e Cloé Lacasse
Suplentes
Katelin Talbert, Carolina Vilão, Sílvia Rebelo, Carolina Correia, Lúcia Alves, Daniela Silva, Andreia Faria (70'), Maria Negrão, Marta Cintra (87'), Lara Pintassilgo, Nycole (70') e Beatriz Nogueira
Onze do Rosengard
Micah, Oling, Schmidt (Brown, 54'), Arnardottir, Wik, Ayinde, Holdt (Sprung, 70'), Persson (Thogersen, 81'), Bredgaard (Chmielinski, 70'), Schough e Kullashi (Lundin, 70')
Suplentes
 Polozen, Brown (54'), Thogersen (81'), Lundin (70'), Sanders, Kristell, Chmielinski (70') e Sprung (70')
Ao intervalo 1-0
Golo
Benfica: Cloé Lacasse (23') 

Texto: Marco Rebelo
Fotos: Cátia Luís / SL Benfica
Última atualização: 24 de novembro de 2022

Patrocinadores Futebol Feminino


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar