Futebol

22 julho 2020, 17h37

Gonçalo Ramos, frente ao Aves, a festejar um dos golos

DECLARAÇÕES À BTV

Uma estreia de sonho! Gonçalo Ramos, de 19 anos, somou os primeiros minutos na principal equipa do Benfica ao melhor estilo. Frente ao CD Aves, na 33.ª jornada da Liga NOS, entrou aos 85’ e bisou nos dois remates que fez na direção da baliza.

"Nem há palavras para explicar! Só o facto de me estrear e ter tido a oportunidade de partilhar o momento de jogar no Benfica, neste grande clube – que é o sonho de qualquer jogador –, já é fantástico. Ainda mais da forma como eu consegui fazer, com dois golos, é inacreditável. Nem nos meus melhores sonhos", começou por realçar Gonçalo Ramos em exclusivo à BTV nesta quarta-feira, dia seguinte ao jogo com os avenses.

A cinco minutos do fim do tempo regulamentar, e depois de ter integrado várias convocatórias, a estreia. O treinador Nélson Veríssimo lançou o jovem atacante formado no Benfica Campus para o lugar de Pizzi e ele rapidamente deixou a sua marca num jogo que já parecia resolvido.

O primeiro golo 

Dois minutos depois da estreia… os festejos. "No lance do primeiro golo [87'] nem vi bem a bola a entrar. Fiz o desvio e depois vi toda a gente a festejar", contou Gonçalo Ramos. "Antes de o Nuno Tavares bater o livre na esquerda, eu pedi-lhe a bola ao primeiro poste. Ele pôs lá a bola e eu fiz o que tinha de fazer", pormenorizou.

O encontro com o CD Aves caminhava para o fim a passos largos, mas Gonçalo Ramos ainda não estava saciado...

O segundo golo

"No segundo golo, o Jota desbloqueou a jogada e a bola sobrou para o Dyego [Sousa]. Eu estava sozinho perante o guarda-redes, era só o Dyego meter-me a bola para eu faturar", descreveu.

"Todos os meus colegas me apoiaram muito. Vê-se nas imagens de televisão, mesmo os que estão no banco, todos a festejarem muito quando marquei o golo. Toda a gente a correr para festejar comigo, muito apoio, foi fantástico", completou de seguida.

As estatísticas não enganam e demonstram o impacto do jovem no jogo. Segundo as plataformas Wyscout e Sofascore, Gonçalo Ramos atuou nove minutos (cinco de jogo e quatro de tempo de compensação); rematou duas vezes e teve 100 por cento de eficácia: todos foram na direção da baliza e deram em golo; teve seis ações totais no desafio e foi bem-sucedido em quatro delas; tocou cinco vezes na bola.

Benfica Gonçalo Ramos Estreia Golos Jogo Aves Liga NOS

O jovem deixou a marca num jogo que ficará marcado na sua carreira, e por vários motivos. Não só pela estreia na equipa principal e pelos dois golos, mas também porque Gonçalo Ramos já tem um lugar na história centenária.

Segundo o playmakerstats, o atacante torna-se um dos cinco futebolistas que se estrearam com um bis no Clube. Aliás, há 22 anos que ninguém o fazia, o último fora Mark Pembridge, em 1998. O galês envergou o manto sagrado pela primeira vez diante do Beitar, na 2.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões, e marcou dois dos seis tentos com que as águias derrotaram os israelitas. Antes, Paulo Nunes (1997), Félix Guerreiro (1964) e Serafim (1963) lograram fazer igual. Todavia, é o primeiro de sempre a estrear-se pelo Benfica com dois golos na condição de suplente utilizado.

Gonçalo Ramos

Golos em quatro competições

A época 2019/20 tem sido bastante positiva para Gonçalo Ramos. Antes da paragem das provas devido à pandemia de COVID-19, era opção regular na Equipa B. Foi na II Liga que mais se mostrou e onde somou mais minutos.

Aos 19 anos evoluiu num campeonato muito competitivo e que o preparou para o momento vivido na Vila das Aves. Em 20 jogos na II Liga, contabilizou 1245 minutos e faturou em quatro ocasiões. Deu, ainda, o contributo noutras competições: Liga Revelação, em que marcou dois golos (SC Braga e Sporting) em outras tantas partidas, Campeonato Nacional de Juniores, em que realizou um jogo, e a UEFA Youth League, com quatro golos (dois ao Liverpool e um ao Leipzig e Zenit) em seis jogos. No total, 12 golos em 30 jogos.

Percurso no Benfica

"É muito bom marcar golos, o facto de o ter feito em várias competições é ainda mais especial. Agora é continuar o trabalho, aproveitar o momento e a oportunidade", referiu Gonçalo Ramos ao canal de televisão do Clube, numa rápida retrospetiva da época 2019/20.

De entre a dúzia de tentos apontados nesta época, há dois que são especiais e que merecem nota de destaque nas primeiras páginas desta quarta-feira. "Dediquei os golos ao meu pai, à minha mãe e ao meu irmão", revelou.

Benfica Gonçalo Ramos Estreia Golos Jogo Aves Liga NOS

Um dos oito "reforços" na retoma

Após a longa paragem devido à COVID-19, os treinos regressaram em maio e com eles vieram oito "reforços" para o plantel benfiquista. Um deles foi Gonçalo Ramos, que se juntou a João Ferreira, Morato, Leo Kokubo, Paulo Bernardo, Tiago Dantas, Tiago Araújo e Rafael Brito.

Entrevistados pela BTV, os jovens deram-se a conhecer à massa associativa do Benfica. Gonçalo Ramos definiu-se como jogador e revelou em que posição do terreno mais gosta de jogar.

"É a segundo avançado/médio-ofensivo que me sinto mais confortável… Mas o mais importante é jogar. O lema é querer sempre jogar, mas onde me sinto melhor é atrás do ponta de lança", sublinhou.

"Sou um jogador que tem facilidade em entrar em zonas de finalização, tenho golo…", acrescentou o atacante.

Texto: Marco Rebelo

Fotos: David Martins  / SL Benfica

Última atualização: 24 de julho de 2020

Patrocinadores principais do Futebol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar