12 de maio de 2018, 15h21

Hélder Cristóvão: “Agradecer ao presidente os meus cinco anos de Benfica”

Futebol

O Benfica B venceu o FC Porto B (3-0) no jogo de despedida do técnico encarnado.

Satisfeito e emocionado. Foi assim que Hélder Cristóvão se apresentou na entrevista rápida e na conferência de Imprensa no final do clássico (3-0) que marcou não só a despedida da II Liga 2017/18 como também a do treinador enquanto líder da equipa B do Benfica.

"Foi fantástico. Nós todos, mas principalmente os jogadores, merecíamos acabar assim. Eles trabalharam muito, numa época muito desgastante, com muito crescimento e atingiram níveis altíssimos. Nem sempre fomos regulares, nem sempre fomos bons, mas isso ajuda-nos a crescer e a atingir outros patamares, que eles vão conseguir alcançar muito rapidamente. O meu trabalho é esse, dar-lhes condições para jogarem jogos desta natureza, com pressão, com possibilidade de descer ou não de Divisão. Espero que no futuro não passem por isso, que passem por decisões finais de ganhar títulos, porque é para isso que o Benfica trabalha”, disse o treinador, em declarações à BTV, saboreando o triunfo por 3-0 sobre o FC Porto B.

Grupo festeja com o técnico Hélder Cristóvão

“Foi um jogo muito bom, com uma primeira parte mais repartida. Sabíamos que, à medida que fossemos intensificando o jogo, íamos ter vantagens com isso. Fomos pacientes numa primeira fase e incisivos numa segunda. Tivemos um pouco de sorte no penálti contra porque a bola bateu no poste, mas acho que é um penálti inexistente, que poderia ter mudado a história do jogo. Felizmente, fez-se justiça. A segunda parte foi totalmente nossa. Soubemos ser maduros, soubemos ser Benfica. Foi uma imagem muito boa que eu acho que estes jogadores merecem. Era esta a imagem que eu queria para eles”, confessou.

Naquele que foi o último jogo com a braçadeira de treinador ao serviço do Benfica B, Hélder Cristóvão não conteve as lágrimas e fez questão de agradecer ao presidente Luís Filipe Vieira.

"É importante sentir o reconhecimento dos jogadores. Sei que deixo aqui uma marca importante. Tenho de agradecer ao presidente pelos meus cinco anos de Benfica. É uma casa que eu conheço e de gosto muito", finalizou na entrevista rápida, visivelmente emocionado.

Equipa B do Benfica no final do clássico com o FC Porto

Para Francisco Ferreira – que fez questão de deixar palavras de agradecimento ao técnico –, esta foi uma demonstração de união e qualidade da equipa B do Benfica.

“Demos a imagem que queríamos dar. Mostrámos que crescemos muito individualmente e como equipa e que, apesar de ser um jogo decisivo para nós, estamos preparados para o que aí vem. Conseguimos dar a resposta dentro de campo, que era o mais importante”, analisou o capitão no final da partida.

“Sabíamos que só dependíamos de nós e o abraço no final mostrou em quem podemos confiar. Estávamos todos juntos. Só temos de agradecer ao míster. Foi excelente, como pessoa e como treinador, e quero agradecer-lhe tudo o que fez por mim”, declarou o central, que também é conhecido por Ferro.

Texto: Filipa Fernandes Garcia

Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar