30 de maio de 2018, 16h49

Desmentido categórico

SAD

Nota à Comunicação Social.

1. A Sport Lisboa e Benfica SAD desmente total e categoricamente qualquer envolvimento direto ou indireto num pretenso aliciamento de jogadores ou qualquer outro agente desportivo em qualquer modalidade.

2. É absolutamente calunioso que alguém tivesse invocado o nome do Sport Lisboa e Benfica para qualquer tipo de aliciamento sobre jogadores ou qualquer outro agente desportivo. Trata-se de uma calúnia e de uma difamação.

3. Recordamos que a Sport Lisboa e Benfica SAD em tempo oportuno requereu junto da Procuradoria-Geral da República (PGR) que se investiguem e que sejam inquiridos todos os responsáveis e entidades ligadas a todos os jogos disputados pelo SLB nestes últimos 5 anos, no sentido de se obter uma resposta às seguintes questões concretas:

a) Se foram, direta ou indiretamente, contactados por alguém relacionado com o SLB com o intuito de favorecer na obtenção de um resultado desportivo favorável;

b) E se o foram, qual a identidade do responsável pelo contacto, o teor do contacto e o favorecimento que facultaram?

4. O Benfica é uma instituição que preserva o seu bom-nome e reputação, e é por isso o primeiro interessado em que haja respostas claras e céleres a estas questões.

5. Tendo tomado conhecimento de uma reportagem que se baseia no depoimento de um alegado jogador que surge de cara tapada e voz distorcida, apelamos a que o alegado jogador se dirija às autoridades competentes, único local para se conseguir o cabal esclarecimento da verdade, e questionamos se tal opção tem a ver com o clube que atualmente representa?

6. Torna-se para nós também claro que o momento escolhido para a saída desta notícia visa tão-só desviar as atenções de outros processos.

7. Perante tais factos, a Sport Lisboa e Benfica SAD avançará com os necessários processos judiciais contra todas as entidades e pessoas que de forma leviana atentem contra o seu bom-nome e a sua reputação, e informamos que sobre o caso referido em nenhum momento nos foi requerido qualquer tipo de esclarecimento por parte de qualquer entidade judicial.

8. Em síntese, temos um alegado empresário, um alegado aliciamento, um alegado jogador, um alegado processo e, portanto, uma alegada notícia.

Mas uma certeza temos: é que estas alegadas notícias não são alegadamente falsas – são mesmo totalmente falsas!


Lisboa, 30 de maio de 2018

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar