20 de julho de 2017, 22h24

Benfica conquista Algarve Cup

Futebol

Bis de Seferovic derrotou o Real Bétis. 

Tags

Futebol

O Sport Lisboa e Benfica conquistou a Algarve Cup ao vencer o Bétis, por 2-1. Seferovic marcou para as águias e Sérgio Leon para os espanhóis.

Estádio do Algarve bem composto, com cerca de 10 mil pessoas. Os Benfiquistas a dizerem presente para ver o primeiro jogo do Tetracampeão em Portugal na pré-temporada.

Primeira parte animada de parte a parte, com as duas equipas a mostrarem acutilância ofensiva. No caso do Benfica, destaque para a capacidade de recuperação de bola evidenciada por Fejsa e Filipe Augusto e o desdobramento para o ataque que, em dois, três toques rápidos, colocava os avançados na “cara do golo”. O Bétis, por outro lado, apresentou um ataque mais rendilhado e trabalhado, privilegiando a posse de bola.

Foram, aliás, os espanhóis os primeiros a estar perto do golo. Aos sete minutos, Sérgio Leon rematou por cima da baliza de Júlio César. Na resposta, Jonas, servido por Hermes, levou perigo à baliza do Bétis.

Pouco tempo depois, aos 14’, momento de inspiração protagonizado por Seferovic. Fejsa recuperou o esférico, endossou Jonas que descobriu o internacional suíço. Com um chapéu muito bem executado, Seferovic fez levantar as bancadas do Estádio do Algarve. O camisola 14 estava endiabrado nos minutos iniciais e esteve perto do 2-0 aos 21 minutos.

Quem não marca, sofre. Minuto 32 e o Bétis empatava por Sérgio Leon após assistência de Joaquín. Já muito perto do intervalo, Rafa recuperou a bola, disparou rumo à defensiva andaluz e rematou cruzado perto da baliza de António Adán.

No reatamento, como vem sendo habitual, Rui Vitória fez algumas alterações. Nada que afetasse Seferovic. Triangulação do Benfica no meio-campo com Rafa a descobrir o avançado helvético que, isolado, atirou a contar. 2-1 aos 49’. Os espanhóis responderam aos 60 minutos, mas Sérgio Leon, na área, atirou ao lado.

O perigo voltou a rondar a baliza de Júlio César aos 71 minutos. Fabián “tirou da cartola” uma excelente jogada individual terminada com um remate ao poste. O Benfica não ficou atrás e a cinco minuto dos 90, Filipe Augusto atirou à barra.

No final do jogo, Seferovic recebeu o Prémio de Melhor Jogador do torneio numa votação realizada pelos jornalistas presentes no desafio.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com Júlio César; Pedro Pereira, Luisão, Jardel, Hermes; Fejsa, Filipe Augusto, Cervi, Rafa; Jonas e Seferovic.

Jogaram ainda Lisandro, Aurélio Buta, Eliseu, Samaris, M. Chrien, João Carvalho, Diogo Gonçalves, Carrillo, Mitroglou

MR

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar