11 de julho de 2017, 16h36

Domingos Soares de Oliveira: “Inovação faz parte dos valores do Benfica”

Clube

Hora de marcar golos para as startups do desporto.

Tags

Clube

O KickUP Sports Accelerator, o primeiro programa de aceleração para startups da indústria do desporto, saúde e bem-estar, promoveu esta terça-feira, no Museu Benfica Cosme Damião, o Demo Day que permitiu a apresentação de sete empresas a investidores, parceiros e media.

Entre 85 candidaturas de 14 nacionalidades, foram sete as startups a apresentar soluções para responder aos principais desafios da Performance Desportiva & Saúde, Ativação de Fãs & Entretenimento, Operações e eSports.

Para João Gonçalo Cunha, cofundador do programa, “esta primeira geração de empreendedores do desporto, incubados no Estádio da Luz durante 12 semanas, teve a oportunidade de validar, construir e executar o seu plano de negócios, ativar parceiros da indústria, e captar investimento”.

“Temos a certeza que são projetos de sucesso”

Domingos Soares de Oliveira, CEO do SL Benfica, foi uma das personalidades presentes.

“Para nós a inovação desde sempre foi considerada uma parte importante, até dos nossos valores. Muitas vezes, quando falamos dos projetos estratégicos do Benfica, consideramos que a inovação está acima deles porque faz claramente parte daquilo que é a nossa mentalidade em relação à dinâmica que temos construído. Não fomos nós os mentores, mas quando a Kickup Sports apareceu com esta ideia de apoiar startups com iniciativas no âmbito do desporto, obviamente que aderimos e estamos muito satisfeitos com aquilo que foi feito até agora”, começou por dizer à BTV.

Olhando para os projetos apresentados, a avaliação é muito positiva.

“São bons projetos, diria que não são os únicos, mas estes são claramente os projetos que sentimos que já têm uma adesão grande àquilo que é a realidade empresarial. Para além da apresentação que foi feita aqui hoje, estes são projetos que já foram apresentados a alguns investidores. Há alguns que já têm claramente um compromisso forte do ponto de vista de investimento e, portanto, temos a certeza que são projetos de sucesso”, explicou.

“Nós somos investidores em todos eles. Todos estes projetos têm uma componente que é o Benfica que investe. Aquilo que eu referi também na altura foi que poderíamos ter aqui algum aproveitamento para dentro do Benfica dos projetos que foram hoje aqui apresentados. Alguns têm adesão à realidade do Benfica, outros não, pois muitos são dirigidos a nível individual. Mas outros têm claramente uma adesão àquilo que é a nossa vivência, a nossa experiência e tenho a certeza que vamos aproveitar algumas das peças e das matérias que foram aqui apresentadas”, acrescentou.

Sempre na vanguarda

Disse que o Benfica queria ser o melhor clube mundial em ciência desportiva. Como é que é isso possível e o que está a ser feito?

“Sim. Queremos tornar o Benfica no maior clube do mundo em termos de ciência desportiva. Nós investimos muito em termos de Benfica LAB, aquilo que os ingleses designam como Sports Science, e sentimos que, efetivamente, os dados que conseguimos obter são suficientemente relevantes para podermos melhorar a performance dos atletas. Isto significa que, em função desses dados, fomos captar patrocinadores e parceiros internacionais – a Microsoft é o parceiro com maior relevância – e agora queremos trazer mais know-how. Chegamos a ter 16 PHD’s, portanto doutorados a apoiar as nossas iniciativas em termos de Sports Science, mas aquilo que queremos fazer agora é trazer mais gente de fora, ou seja, abrirmos o espaço para termos uma equipa composta por gente que está espalhada pelo Mundo. Já temos alemães, já temos americanos a trabalhar connosco, mas vamos querer ter mais porque acreditamos muito que um bom investimento em termos de Sports Science vai fazer-nos conhecer mais e ser capazes de prever antecipadamente aquilo que vai acontecer, e com isso melhorar o rendimento dos atletas”, revelou.

Instado a comparar o Benfica aos seus rivais, Domingos Soares Oliveira é taxativo.

“Cada um faz o seu caminho. Não tenho absolutamente dúvidas nenhumas que os rivais estão a fazer o seu trabalho nestas áreas, mas aquilo em que acreditamos é que se formos inovadores, e inovadores não significa experimentalistas, mas sermos capazes de ter uma adesão grande entre o ponto de vista daquilo que estamos a fazer do ponto de vista da investigação e a realidade, somos capazes de obter resultados mais depressa. Se isso nos permitir estar à frente dos rivais, e não colocando nenhum enfâse particular em Portugal, antes um enfâse muito grande naquilo que é a nossa disputa europeia, claramente que sairemos beneficiados”, concluiu.

Resumo das sete startups investidas

App On Screen: Soluções de ativação de marcas e de envolvimento interativo de fãs através de experiências em dispositivos móveis e ecrãs televisivos, em tempo real.

emjogo.pt: Plataforma digital que disponibiliza serviços de software que melhoram a comunicação, organização e imagem de clubes desportivos.

“Queremos tornar o Benfica no maior clube do mundo em termos de ciência desportiva”

Football Tracker: Apresenta futebol amador, organizado profissionalmente. Solução de gestão de torneios e ligas que ajuda organizadores de eventos a poupar tempo, aumentar receitas e envolver fãs.

Gleetz.gg: A 1.ª rede social de networking 100% videojogos e esports que liga todas as pessoas relevantes da indústria numa só plataforma: fãs, jogadores de videojogos, empresas e patrocinadores.

I Run Abroad: Aplicação de coaching virtual, que te guia através de indicações audio e te dá a conhecer a cidade enquanto corres. Se queres melhorar a tua prestação, nós ligamos-te a atletas locais, de modo a manteres ou aumentares a tua performance.

Neurotech Mindfulness: Proporciona um serviço de coaching mental para melhorar a performance de atletas profissionais, ao fazer uso de um neuro dispositivo inovador, inteligência artificial e treino em meditação baseada em mindfulness. 

 Sockapro: Um sistema patenteado para fixar as caneleiras durante um jogo de futebol, sem que seja necessário mais nenhum suporte excepto a meia de jogo.

Esta iniciativa tem como parceiros fundadores o SL Benfica, Sportz Zone, Luz Saúde, Jazzy, Multipower, CASE, NOS e Nova SBE.

 SA/LAG

Fotos: Tânia Paulo / SL Benfica

 

 

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar