12 de setembro de 2017, 22h45

Rui Vitória: “Vamos buscar estes pontos”

Futebol

A análise do treinador do Benfica após o desaire na Champions e uma certeza…

Embora desiludido com o resultado final, Rui Vitória mostrou-se contente com a atitude e processos da equipa, após a derrota na primeira jornada da Liga dos Campeões em casa frente ao CSKA.

Para o técnico das águias o desfecho final não espelha o que foi o jogo desta noite no Estádio da Luz.

“O resultado não é verdadeiro porque fizemos coisas muito bem conseguidas e embora tenhamos que estar tristes pelo resultado, porque perdemos por 1-2, o processo foi positivo, fizemos aquilo que tínhamos que fazer”, considerou.

Já sobre a arbitragem foi elucidativo: "Não vale a pena falar sobre arbitragem agora, até porque a UEFA não vai mandar nenhuma carta amanhã sobre o que se passou no jogo. Vocês, jornalistas, façam as vossas próprias análises."

Mesmo perdendo três pontos, o treinador encarnado recusa entrar em qualquer tipo de dramatismo. “Uma equipa que tem 75% de posse de bola, 26 remates e 800 passes, é sinal que fez tudo o que tinha a fazer para ganhar este jogo mas também posso dizer que vamos buscar estes pontos a qualquer lado, porque isto não nos convence”, afirmou.

Questionado sobre o facto de ter substituído Jonas e Grimaldo, Rui Vitória explicou a natureza das alterações. “Quisemos basicamente dar outro cariz ao ataque, com dois jogadores mais fortes na profundidade, depois mudámos para três defesas, arriscando mais o nosso jogo ofensivo, os jogadores interpretaram isso muito bem, faltou aproveitar uma ou outra oportunidade”, lamentou.

Rui Vitória refutou, ainda, eventuais quebras de rendimento no plantel que lidera. “No jogo com o Portimonense, o processo pode não ter sido o mais positivo, mas ninguém pode dizer isso relativamente ao jogo com o CSKA. Controlámos o jogo. Não há quebras de rendimento”, assegurou.

Segue-se o Basileia fora de portas para a Champions, mas o técnico não acha este desafio mais complexo pelo facto de a turma suíça também vir de uma derrota em Manchester. “Não há jogos fáceis, mas temos capacidade para ganhar na Luz e em qualquer outro estádio”, sublinhou.

Do Portimonense para o CSKA houve mudanças no miolo. Sem justificar, o treinador Benfiquista teceu elogios a Filipe Augusto. “O Filipe Augusto fez um belíssimo jogo, com grande disponibilidade física e correspondeu ao que lhe foi pedido”, revelou.

Para terminar, garantiu que este desaire não irá ter efeitos na equipa. “Esta derrota não vai ter nenhum efeito negativo na equipa porque não tem que ter. A equipa fez o suficiente para ganhar o jogo e tem mais é que estar confiante no que está a fazer, porque o produto pode não ser o melhor, mas o processo é bom e portanto não há nada a temer”, rematou.

Texto: Marco Rebelo e João André Silva

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar