Futebol

14 outubro 2017, 13h51

Está prestes a assinalar-se mais um aniversário da inauguração do novo Estádio da Luz. No dia 25 de outubro completam-se 14 anos de vida de um recinto repleto de histórias, tal como o anterior, com a mística sempre presente.

Hoje viajamos até à maior goleada! Lembra-se quando aconteceu?

Segunda-feira, dia 31 de agosto, 20h15… e 40 915 adeptos nas bancadas. Depois do empate caseiro com o Marítimo (1-1) na ronda inaugural do Campeonato Nacional, seguiu-se uma vitória difícil na Cidade Berço, com Ramires a apontar o golo que daria os três pontos frente ao Vitória de Guimarães.

Regresso à Luz na 3.ª jornada, com o adversário a chamar-se Vitória de Setúbal… e que jornada! O Benfica arrancou para uma enorme exibição, coroada com oito golos, naquela que é – até hoje – a maior goleada na nova Catedral.

Javi García abriu o marcador aos 16’ para alegria nas bancadas, com Luisão a fazer o 2-0 aos 21’. Oito minutos volvidos foi altura de Cardozo começar a abrir o livro… 29 minutos e 3-0, na marcação de uma grande penalidade. Ainda antes do intervalo, Aimar (35’) e Ramires (37’) colocavam o Benfica a vencer por 5-0.

Na segunda parte mais do mesmo, com as águias a carregarem… Cardozo bisou aos 65’ e, não satisfeito, fez o hat-trick aos 75’. A fechar as contas encarnadas, Nuno Gomes, aos 85’, faria o 8-0… Os sadinos pouco conseguiram fazer perante um Benfica enorme e poderoso, mas Hélder Barbosa, já em cima do apito final, acabaria mesmo por marcar o golo de honra (90’), ficando-se o marcador num taxativo e convincente 8-1 final.

Até hoje esta é a maior goleada do Benfica no Estádio da Luz, inaugurado a 25 de outubro de 2003. Um resultado robusto que permitiu aos encarnados subirem ao 2.º lugar, partindo daqui para uma caminhada em crescendo que culminaria com a conquista do 32.º título de Campeões Nacionais.

Festejos

FICHA DE JOGO

Estádio da Luz, 31 de agosto de 2009, 20h15

3.ª jornada da Liga Sagres 2009/2010

Benfica-Vitória de Setúbal, 8-1 (5-0 ao intervalo)

Árbitro: Duarte Gomes.

BENFICA: Quim; Rúben Amorim, Luisão, David Luiz e Shaffer (César Peixoto, 65); Javi García, Pablo Aimar (Fábio Coentrão, 64), Ramires e Di Maria (Nuno Gomes, 85), Cardozo e Saviola.

Suplentes não utilizados: Moreira, Luís Filipe, Sidnei e Keirrison.

Golos: Javi García (16’), Luisão (21’), Óscar Cardozo (29’ g.p., 65’ e 75’), Pablo Aimar (35’), Ramires (37’) e Nuno Gomes (85’).

Disciplina: amarelo a Rúben Amorim (56’).

Treinador: Jorge Jesus.

V. SETÚBAL: Mário Felgueiras; Bruno Monteiro (Luís Carlos, INT), Zarabi, Sandro, Djikiné e Rúben Lima; Álvaro Fernández, Lourenço (Vasco Varão, 72), Hélder Barbosa e Przemyslaw Kazmierczak; Ladji Keita (Adul Baldé, 61).

Suplentes não utilizados: Matos, Regula, Rui Fonte e Joãozinho.

Golo: Hélder Barbosa (90’).

Disciplina: Rúben Lima (15’), Bruno Monteiro (21’), Lourenço (17’), Ladji Keita (26’) e Álvaro Fernández (62’).

Treinador: Carlos Azenha.

Texto: Sónia Antunes e Filipa Fernandes Garcia

 

 

 

 

Última atualização: 23 de outubro de 2017

Patrocinadores principais do Futebol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar