Futebol

31 outubro 2017, 23h27

Manchester United e Benfica mediram forças na noite de terça-feira. Em Old Trafford, para as contas da 4.ª jornada da Liga dos Campeões, vitória para os red devils, por 2-0. Svilar, em cima do apito para o intervalo, na própria baliza, e Blind (78’), na conversão de um penálti, sentenciaram o marcador.

“Saio daqui com uma mistura de sentimentos. Não podia fazer melhor no golo; é uma questão de sorte. Se saí a sorrir ao intervalo? Não foi bem um sorriso, foi mais sarcasmo. Não podia fazer nada e mesmo assim fiz um autogolo”, disse o guardião das águias na entrevista rápida.

Como foi o seu segundo jogo na Liga dos Campeões?

“Tentei desfrutar do jogo. É algo especial na minha idade. Jogámos bem. Penso que foi o nosso melhor jogo na prova, infelizmente não conseguimos os três pontos. Tivemos oportunidades, mas o De Gea também esteve muito bem”, confessou Svilar.

O guarda-redes elogiou de seguida a Família Benfiquista que se fez ouvir do primeiro ao último minuto em Old Trafford: “Grande ambiente e grandes adeptos do Benfica.” 

“Fizemos um bom jogo, espero que continuemos assim no Campeonato e na Liga dos Campeões”, concluiu Svilaro guardião mais jovem de sempre na baliza das águias.

Na próxima jornada da Champions, agendada para 22 de novembro, o Benfica viaja até Moscovo para defrontar o CSKA.

Texto: Sónia Antunes

Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

 

 

Última atualização: 7 de fevereiro de 2019

Patrocinadores principais do Futebol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar