19 de dezembro de 2017, 19h24

Benfica requereu à FPF relatórios dos incidentes no Dragão

Futebol

Invasão de campo e agressão de um adepto do FC Porto a Pizzi foram apenas punidas com multa pelo Conselho de Disciplina. Arremesso de objetos para dentro de campo no clássico também não foi sancionado.

O Benfica requereu à Federação Portuguesa de Futebol os relatórios da Polícia e dos delegados ao jogo FC Porto-Benfica da 13.ª jornada da Liga NOS do qual resultou apenas uma multa no valor de 2860 euros aos azuis e brancos (e não interdição do Estádio do Dragão) por invasão de campo de um adepto portista e consequente agressão ao jogador encarnado Pizzi.

O Sport Lisboa e Benfica requereu, igualmente, conhecimento do estado em que se encontra o processo disciplinar aberto a Luís Gonçalves, diretor-geral do FC Porto.

Ainda em relação ao que se passou no clássico, o Benfica não deixa de mostrar estranheza e perplexidade pelo facto de o arremesso de objetos para dentro de campo não ter sido sancionado quando foi visível, também pelas imagens da Sport TV, o lançamento de bolas de golfe na direção do guarda-redes Bruno Varela e hastes de bandeiras para cima do banco de suplentes onde se encontravam jogadores e membros do staff técnico benfiquista. 

Convém recordar que o arremesso de bolas de golfe é passível de processo disciplinar por colocar em causa a integridade física dos jogadores.

Comentários (0)

200 caracteres disponíveis

Submeter

Ainda não existem comentários. Sê o primeiro a enviar uma opinião.

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar