26 de fevereiro de 2019, 19h00

Benfica ultrapassa os 40 mil RED PASS

Clube

Lugares anuais já representam 75% da lotação total do Estádio da Luz. “O Sócio é a base de todo o desenvolvimento do Benfica”, apontou o diretor Comercial e Marketing do Clube, Miguel Bento, em entrevista à BTV.

O Sport Lisboa e Benfica acaba de ultrapassar os 40 mil RED PASS vendidos para a época 2018/19. Trata-se de um recorde de venda e que corresponde, com a inclusão dos lugares comercializados no mercado Corporate, a mais de 75% da ocupação total do Estádio da Luz.

Miguel Bento, diretor Comercial e Marketing do Clube, explicou, em entrevista à BTV, essa marca e revelou as novidades até ao final desta temporada.

Miguel Bento

Passámos os 40 mil RED PASS vendidos neste fim de semana e essa é a novidade. Vai fazer com que tenhamos de mudar a política que tem sido praticada até agora. O Benfica tem, desde há muitos anos a esta parte, centrado o seu desenvolvimento em torno do Sócio e não é possível continuarmos a crescer os números de RED PASS sob pena de os Sócios, amanhã, não terem acesso ao futebol. Portanto, temos aqui uma nova decisão que é: ontem [segunda-feira] fizemos o jogo com o Chaves com 40 014 RED PASS vendidos. Para além desses lugares, temos cerca de 8000 lugares Corporate, temos os lugares que cedemos ao adversário, cerca de 5% – pouco mais de 3250 lugares –, e temos de ficar com alguns disponíveis para os Sócios que queiram vir ver os jogos do Benfica, porque mantemos a convicção de que o Sócio é a base de todo o desenvolvimento do Benfica”, referiu.

De modo a ser possível continuar a prestar o serviço de venda de bilhetes jogo a jogo a Sócios do Benfica, a venda de lugares anuais será encerrada após o jogo com o Belenenses SAD, referente à 25.ª jornada da Liga NOS. Esta será a última oportunidade para os Sócios comprarem RED PASS e garantirem assim o seu lugar no Estádio até final da época.

“Essa é outra boa notícia. Ainda vamos vender até ao Belenenses SAD. Sabemos que não é em grande quantidade, são alguns, mas fecharemos até ao Belenenses SAD. O cuidado que temos com os nossos Sócios merece que não anunciemos medidas drásticas de um dia para o outro. Vamos ter um período até ao jogo com o Belenenses SAD em que as pessoas podem vir adquirir o seu RED PASS”, sublinhou.

Trabalhamos continuamente para que as pessoas possam ter mais razões para continuarem connosco. Quando criámos o RED PASS tornámo-lo transmissível. Estamos a falar de algo com 15 anos, na altura da construção do Estádio. Depois disso, quando iniciámos o nosso trabalho de transformação digital, fizemos com que esse empréstimo não tivesse de ser com cartão físico e possa ser emprestado através da App do Benfica, facilitando muito o processo”, acrescentou Miguel Bento.

Miguel Bento

Ainda no âmbito da melhoria contínua de serviço aos Sócios com RED PASS, será lançado o projeto de mercado secundário. Um novo serviço que terá vida durante o mês de março e que permitirá aos Sócios com RED PASS, que não puderem ir a um jogo no Estádio, colocar o seu lugar à venda na plataforma do Benfica. O valor reverterá em parte para o Sócio, em carteira virtual, para ser redimido em produtos do Benfica, e outra para o Clube.

“Vamos, ainda, em março, para já numa fase experimental no jogo com o Belenenses SAD, com um número reduzido de pessoas, comercializar o lugar. Ou seja, para além de podermos emprestar, vamos criar um mercado secundário, alojado nos meios digitais do Benfica, onde os Sócios que não possam vir ao jogo, para além de emprestar, podem vender o seu lugar. Em função da procura e da oferta, o Benfica faz uma divisão da receita com o Sócio e a variável da receita é essa: se houver muita procura, pode dar mais ou menos. Vamos disponibilizar, para já em regime experimental, no jogo com o Belenenses SAD e, garantidamente, até ao final da época desportiva, em que nos faltam seis jogos em casa, teremos esta funcionalidade a trabalhar para os mais de 40 mil RED PASS que estão no Estádio”, revelou.

A evolução e a preocupação com o Sócio são duas premissas de que o Benfica não abdica na sua gestão diária e Miguel Bento fez questão de vincar isso mesmo.

“As coisas têm a sua evolução. O Benfica tem, de há uns anos a esta parte, habituado as pessoas à evolução constante. Essa é a característica da gestão do Clube. Encontrámos aqui o ponto de equilíbrio para quem tem o número de Sócios ativos que nós temos. Não podemos fazer com que estas pessoas fiquem frustradas pelo facto de serem Sócios, quererem vir a um jogo e não poderem. A nossa missão é trabalhar continuamente para que os Sócios e adeptos tenham cada vez mais condições e estejam bem mais próximos do Benfica”, considerou o diretor Comercial e Marketing das águias.

Texto: Marco Rebelo

Fotos: Arquivo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar