8 de março de 2019, 12h29

Mensageiras de esperança e de alegria

Futebol feminino

Fundação Benfica juntou-se à equipa de futebol feminino no âmbito do Dia Internacional da Mulher para uma visita ao Estabelecimento Prisional de Tires.

Para assinalar o Dia Internacional da Mulher, cinco jogadoras da equipa principal de Futebol Feminino visitaram o Estabelecimento Prisional de Tires em mais uma ação promovida pela Fundação Benfica.

Numa prisão de alta segurança com cerca de 400 reclusas, Filipa Rodrigues (Pipa), Daniele Neuhaus, Ana Alice Silva, Jassie Vasconcelos e Ana Filipa Lopes (Tita) foram recebidas com grande simpatia e entusiasmo por perto de uma centena de reclusas.

“Foi a primeira vez que visitei uma prisão e sinceramente não tinha expetativas nenhumas, não sabia o que ia encontrar. Encontrei mulheres exatamente iguais a nós. Têm os mesmos direitos que nós e a nossa vinda aqui foi com o objetivo de elas perceberam que há esperança. Quando saírem daqui, têm o mundo à espera delas. Foi isso que viemos mostrar”, destacou Pipa em declarações a BTV.

Futebol Feminino no Estabelecimento Prisional de Tires

As atletas do Benfica deixaram uma mensagem de esperança e entregaram equipamentos – constituídos por kits completos da Fundação Benfica/Adidas – e autógrafos.

“Fomos muito bem-recebidas, estavam todas muito alegres, muito divertidas. Gostei muito. O Benfica é isto. Agradeço à Fundação Benfica por me proporcionar este momento porque eu nunca tinha visitado um Estabelecimento Prisional. Foi mais uma experiência”, afirmou a jogadora da equipa feminina de Futebol do Benfica.

Futebol Feminino no Estabelecimento Prisional de Tires

Para a diretora do Estabelecimento Prisional de Tires, Fátima Corte, a iniciativa foi uma “lufada de ar fresco”.

“Têm sido muitas as iniciativas da Fundação Benfica neste protocolo com o Estabelecimento Prisional de Tires. Os projetos têm sido muito vocacionados para as mães e para as crianças, mas, desta vez, decidimos alargar a toda a cadeia, onde há cerca de 400 mulheres. A experiência foi memorável. Pudemos constatar a alegria e o empenho, o entusiasmo das mulheres que estão aqui nestes pavilhões e que têm menos oportunidades. Por isso, esta lufada de ar fresco e este cheirinho a desporto, como viram, foi o encher-lhes o coração de alegria. Para mim também foi muito gratificante iniciar os festejos do Dia Internacional da Mulher com um evento destes, com esta alegria toda, que é o que nós precisamos”, explicou.

Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar