10 de março de 2019, 17h44

Águias insaciáveis

Futsal

O Benfica triunfou com folga no resultado na deslocação ao reduto do Unidos Pinheirense na 21.ª jornada do Campeonato Nacional de futsal.

A equipa do Benfica, líder do Campeonato Nacional de futsal, impôs a sua força e venceu por 0-9 em casa do Unidos Pinheirense, no Pavilhão Multiusos de Baião, em jogo relativo à 21.ª jornada.

Grande início de jogo da formação comandada por Joel Rocha. Assistência adocicada de Tiago Brito para um golo de calcanhar de André Coelho (0-1).

Com pouco mais de dois minutos disputados, as águias colocaram-se em vantagem.

Não demorou muito para o 0-2 em Baião. Entendimento perfeito entre Robinho e Fernandinho, com este último a confirmar o golo em cima da linha.

Somando ataques e remates, o Benfica esteve sempre mais perto de alargar a vantagem na primeira dezena de minutos do encontro.

André Coelho, num tiro de (bem) fora da área, fez a bola ir de encontro às malhas, celebrando o Benfica o 0-3 (10').

Robinho, aos 16', derivou ligeiramente da direita para o meio e chutou com força, mas pecou por muito pouco na colocação, fazendo o esférico passar a centímetros do poste esquerdo. O Benfica tentava chegar ao 0-4 ainda no primeiro tempo. Nas poucas ocasiões de golo que construía, o Unidos Pinheirense esbarrava na categoria do guarda-redes Cristiano.

Aos 18', numa transição rápida pela esquerda, Tiago Brito combinou com Chaguinha, este rematou cruzado e Fernandinho surgiu ao segundo poste a tocar para dentro da baliza: 0-4.

Em cima do período de intervalo (20'), Fernandinho, no meio, jogou curto para a esquerda, na direção de Chaguinha, que tentou colocar a bola no segundo poste, onde estava André Coelho, mas Pirata antecipou-se e, com um corte imperfeito, marcou autogolo: 0-5, resultado ao intervalo.

Gerindo, controlando, mas sempre a procurar momentos de finalização, o Benfica ampliou a vantagem aos 28' por intermédio de Raúl Campos. O internacional espanhol recebeu a bola no meio, perto da área, rodou, ajeitou e disparou de pé esquerdo para o fundo da baliza: 0-6.

No minuto seguinte (29), os encarnados reforçaram o número de golos, numa conclusão de André Coelho, certeiro no desenvolvimento de uma jogada estratégica (livre): 0-7.

Várias foram as possibilidades de golo criadas pelas águias, fazendo brilhar o guarda-redes do Unidos Pinheirense.

Raúl Campos, aos 38', agradeceu um passe curto de André Coelho e, descaído na esquerda, rematou com o pé canhoto, colando mais uma bola às redes adversárias: 0-8.

No último minuto do desafio, após assistência de Chaguinha, Robinho usou o pé esquerdo para assinar o 0-9 e "terminar" o desafio.

Cinco inicial do Benfica: Cristiano, André Coelho, Bruno Coelho, Tiago Brito e Raúl Campos.

Na próxima jornada (22.ª) os encarnados voltam a casa: defrontam o Modicus às 16h00 do dia 16 de março (sábado), no Pavilhão n.º 2 da Luz.

Joel Rocha (treinador do Benfica): "Esta vitória resulta do compromisso e da ambição da equipa de querer fazer bem, de forma organizada e competente. Parabéns aos meus jogadores, foram competentes em todos os momentos do jogo. O resultado é satisfatório. Há que dignificar o trabalho do Pinheirense, que também lutou."

Afonso Jesus (fixo/ala do Benfica): "Estou bastante feliz pela vitória da nossa equipa, que fez um jogo sério e competente, o que sobressai no resultado. É um orgulho poder trabalhar com estes jogadores e acima de tudo com este símbolo ao peito."

Texto: João Sanches

Fotos: SL Benfica / Arquivo

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar