24 de março de 2019, 12h41

Vitória no dérbi e entrada positiva na 3.ª fase de apuramento de campeão

Futebol

No Caixa Futebol Campus, os Iniciados do Benfica superiorizaram-se aos do Sporting na ronda inaugural do Campeonato Nacional.

A equipa de Iniciados do Benfica entrou a vencer na 3.ª fase de apuramento de campeão do Campeonato Nacional da categoria. Diante do Sporting, triunfo, por 2-1.

Resumo do jogo

Apesar do muito calor que se fez sentir no Caixa Futebol Campus, o jogo começou com um ritmo elevado, com as duas equipas a disputarem muito o esférico no miolo. Ainda assim, ligeiro ascendente do Sporting, que teve duas flagrantes oportunidades. Aos 9’, Lucas Dias cabeceou ao lado depois de André Gomes ter falhado a saída dos postes; aos 10’, Samuel Justo esteve perto do 0-1, mas o cabeceamento saiu ao lado. Ambos os cruzamentos foram da autoria de Isnaba Mané.

Após a maior pressão leonina, o Benfica voltou a equilibrar a contenda, subindo as linhas no terreno de jogo. Aos 20’, Ricardo Nóbrega cruzou com conta, peso e medida para Iuri Moreira, mas o cabeceamento do avançado encarnado saiu ao lado da baliza de Diego Callai.

A medida que os minutos passavam, os verdes e brancos sentiam maior dificuldade em sair para o ataque. Em contraponto, as águias carregavam com cruzamentos para a área.

[GOLO: 1-0] Martim Filipe, aos 27’, inaugurou o marcador após um pontapé de canto. Descoordenação da defesa leonina e o defesa-central do Benfica a desviar o esférico para o fundo das redes.

Motivados pelo golo, os comandados por Filipe Coelho mantinham-se balanceados para o ataque…

[GOLO: 2-0] Martim Filipe lançou Ricardo Nóbrega em profundidade, este descobriu Hugo Félix. O camisola 10, com um remate cruzado, aumentou a contenda para os encarnados.

O dérbi chegou ao intervalo com o Benfica a vencer o Sporting, por 2-0.

Resumo da 1.ª parte

Na etapa complementar, o Benfica regressou com maior posse de bola e mais assertivo. Porém, foi o Sporting, através de Isnaba Mané, a ter a mais clara oportunidade dos minutos iniciais da segunda parte. As águias responderam com um grande tiro de João Rodrigues, com Diego Callai a sacudir para canto (45’).

[GOLO: 2-1] David Moreira trabalhou bem na esquerda, cruzou e, ao segundo poste, Youssef Chermiti cabeceou e reduziu o marcador (51’).

A partir dos 56’, o treinador do Benfica, Filipe Coelho, começou a mexer na equipa, fazendo entrar Silton Bacai para o lugar de David Quenda; a segunda substituição foi aos 62’, com Pedro Santos a entrar para o lugar de Hugo Félix.

A um golo do empate, os leões cresceram na partida e acercaram-se com algum perigo da área benfiquista. Todavia, os remates ora saíam para fora, ora eram travados por André Gomes.

Até final da partida, o jogo foi muito disputado, um pouco à margem das leis, o que obrigou a equipa de arbitragem a mostrar alguns cartões amarelos. Ainda assim, no final dos 70’, o Benfica acabou vencedor, por 2-1.

Onze inicial do Benfica: André Gomes; João Rodrigues, Nuno Félix, Martim Filipe, Diogo Aqueu; Diogo Prioste, Ricardo Nobrega, João Neves, Iuri Moreira, Hugo Félix e Diogo Quenda.

Na próxima jornada, a 2.ª, o Benfica desloca-se à casa do FC Porto. O jogo terá lugar às 11h00 de domingo.

Texto: Marco Rebelo

Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar