19 de abril de 2019, 10h15

Nuno Pinheiro: “Competência, coragem e união”

Voleibol

O Benfica recebe (sábado, as 19h00) o Sporting no jogo 3 da final do play-off do Campeonato Nacional de voleibol.

O Benfica trabalha para voltar a vencer o Sporting e, com isso, ganhar vantagem na final do play-off do Campeonato Nacional de voleibol. Nuno Pinheiro, distribuidor da equipa encarnada, defende, em exclusivo ao Site Oficial, que “há sempre margem para afinar detalhes” em mais um dérbi onde conta com o apoio “decisivo” dos adeptos.

Depois de uma derrota em casa do adversário (3-0), a formação liderada por Marcel Matz venceu o segundo jogo pelo mesmo resultado, deixou a final empatada e a certeza de que não haverá campeão antes de – pelo menos – um quarto jogo.

O próximo desafio tem lugar novamente no Pavilhão n.º 2 da Luz já neste sábado, dia 20 de abril, às 19h00. Vencendo o terceiro jogo, o Benfica coloca-se à frente da final do play-off e segue em vantagem para o encontro no Pavilhão João Rocha (25 de abril), onde poderá decidir-se o campeão 2018/19.

Benfica-Sporting

As equipas do Sporting e do Benfica já se defrontaram várias vezes nesta época. Ainda há margem para afinar detalhes e surpreender o adversário no 3.º jogo da final?

As equipas conhecem-se realmente bem, mas neste nível há sempre margem para afinar detalhes. As equipas estão em constantes mudanças, constantes ajustes e esta equipa do Sporting foi-se alterando com o correr da época, algumas partidas e também chegadas de novos jogadores. Portanto a nossa preparação tem de ser semana a semana, jogo a jogo, tendo também em conta o que se vai passando em cada um dos jogos desta final e tentando sempre antecipar qualquer estratégia que possa ser usada pelo nosso adversário.

O Benfica perdeu o jogo 1 por 3-0 e venceu o jogo 2 pelo mesmo resultado. Observando o que se passou nestas duas partidas, o que é que a equipa tem de replicar e o que é que não deve repetir na terceira partida desta final?

Temos de tentar manter a pressão no adversário como fizemos neste segundo jogo, pressão por jogar em casa, com o nosso público do nosso lado a dar-nos essa força. No primeiro jogo faltou-nos algum discernimento nos momentos decisivos, alguma agressividade para fechar os pontos importantes de cada parcial. O Sporting fez um jogo realmente bom, com um nível elevado durante toda a partida e teve mérito nisso. Ainda assim acredito que podíamos ter feito melhor.

Benfica-Sporting

Nas estatísticas do Campeonato Nacional, Benfica e Sporting colocam atletas em todos os tops. As individualidades podem sobrepor-se, ou o coletivo supera as individualidades?

O coletivo, no meu entender, supera sempre as individualidades. No voleibol, mais do que em qualquer outro desporto coletivo, ninguém faz nada sozinho, nenhum jogador pode simplesmente "agarrar" na bola e resolver um jogo. É claro que são equipas com excelentes valores individuais que num momento ou noutro vão sobressair no jogo e resolver alguns dos "problemas" que vão surgindo, mas só com um coletivo forte se vencem títulos. E nós temos um coletivo forte!

Entre a razão e a emoção, identifica facilmente três fatores que possam definir o triunfo no jogo 3 e lançar o Benfica para o comando da série?

Competência, coragem e união. Competência na preparação, na estratégia e na tática a adotar. Coragem porque se trata de uma final, entre dois grandes clubes, duas grandes equipas com tudo o que isso acarreta. Nestes jogos tem de se dar algo mais, algo diferente, porque são finais e são estes os momentos de trazer tudo cá para fora. E união porque só um grupo realmente unido vai atingir o maior objetivo a que nos propusemos, a tão desejada Reconquista. DE TODOS UM, O BENFICA!

Adeptos Benfica

O público encheu o Pavilhão n.º 2 da Luz no jogo 2 da final. É um empurrão que verdadeiramente se sente e motiva quando se serve, recebe, passa ou bloca? Pode voltar a ser determinante no sábado?

O público tem sido decisivo nesta nossa caminhada, prova disso é o nosso histórico recente em casa onde ainda não perdemos qualquer jogo e cedemos muito poucos sets aos adversários. O público tem muita responsabilidade nisso tudo e queremos que assim continue. Estes são jogos especiais, jogos de final entre dois grandes clubes. É uma rivalidade diferente de qualquer outra, que nós esperamos de muito fair play tanto em campo como na bancada. E aí contamos com os nossos adeptos para nos empurrarem para a vitória. Venceremos juntos!

Texto: Filipa Fernandes Garcia

Foto: Arquivo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar