20 de abril de 2019, 19h00

Jardel: "Todos unidos para realizar o sonho"

Futebol

"Dentro e fora de campo, todos contam nestas cinco finais para alcançar o título", afirma, em entrevista exclusiva, o capitão do Benfica, que acaba de completar 250 jogos com o Manto Sagrado.

Há nove épocas no Benfica, Jardel alcançou na última quinta-feira, na Alemanha, um registo ao alcance de poucos: 250 jogos com o Manto Sagrado.

Em entrevista exclusiva, o capitão das águias recorda pontos quentes e sucessos neste trajeto e, olhando para as cinco finais que se seguem no Campeonato, destaca a força da união de todos, dentro e fora de campo, como fator determinante para a conquista do título.

250 JOGOS: QUE SIGNIFICADO TÊM?

"São muitos jogos. É um sonho para qualquer jogador poder fazer um trajeto destes numa grande equipa da Europa, a maior de Portugal. Estou muito feliz com essa marca e por poder escrever o meu nome numa parte da história do Benfica. É um orgulho enorme, muito gratificante."

Jardel 250 jogos Benfica

O QUE MUDOU EM NOVE ÉPOCAS DE ÁGUIA AO PEITO?

"Amadureci muito, cresci como jogador e como homem, como pai. Sinto-me muito grato por tudo o que tem acontecido comigo aqui, por toda a estrutura física e psicológica que o Benfica me tem dado. Isso foi muito importante para que eu estivesse aqui estes nove anos."

Jardel

USAR A BRAÇADEIRA DE CAPITÃO: DIFÍCIL DE DESCREVER

"Na minha cabeça passa um filme... Volto muito atrás, ao tempo de criança, quando brincava com a bola com os meus irmãos na rua... Quando me vejo entrando naquele palco, naquele ambiente fantástico, é a realização de um sonho. Então usando a braçadeira é inexplicável, é muito especial, fica difícil de descrever. É muito importante para mim."

Jardel 250 jogos Benfica

OS JOGOS ESPECIAIS E OS 14 TROFÉUS CONQUISTADOS

"É difícil escolher um jogo, porque em todos os que entrei em campo para defender o Benfica foram especiais. É um orgulho muito grande representar este clube, uma referência mundial, com tantos ídolos, muitas glórias... Realmente fica difícil escolher um jogo especial. Todos os jogos têm uma importância muito grande. Os títulos são a cereja no topo do bolo, todos muito especiais, mas os quatro Campeonatos que conquistámos têm um sabor particular por tudo o que a gente passou, as batalhas que travámos. Se tiver de escolher os mais especiais, coloco estes quatro Campeonatos na frente."

Jardel 250 jogos Benfica

É DEFESA, MAS TAMBÉM ATACA E MARCA: JÁ SÃO 16 GOLOS...

"Confesso que estava ansioso para que acontecesse o meu primeiro golo [em 2010/11]. Surgiu na Liga Europa [frente ao Braga na 1.ª mão das meias-finais], foi muito especial. Muitos golos de cabeça? Trabalhamos muito a bola parada e eu tenho essa facilidade de pegar bem a bola no tempo dela, no meu ponto mais alto. Isso ajuda-me bastante, mas o treino faz toda a diferença, é muito importante. Os companheiros ajudam-me muito."

Jardel 250 jogos Benfica

O GOLO QUE APROXIMOU O BENFICA DO TÍTULO EM 2014/15...

"Coloco-o como o golo mais especial, também por ter sido marcado a um rival. Estávamos na disputa direta com o Sporting e esse golo afastou-o um pouco mais. O golo solitário contra o V. Guimarães [em 2015/16, na contagem decrescente para o título] também foi muito importante. Sim, senti-me decisivo nestes momentos. O Benfica tem sempre grandes jogadores, plantéis muito fortes. Cada jogador tem a sua importância, e nesse jogo eu fui importante, mas há que ressaltar a equipa, a luta, a entrega de todos. É isso que faz a diferença. No momento certo sempre aparece um jogador para fazer a diferença, mas sempre com a ajuda de todos. É isso que nos fortalece a cada dia."

Jardel

ASSISTÊNCIAS DE PIZZI E O TOP 3

"As bolas do Pizzi são, como se diz, colocadas quase com a mão. São bolas fáceis de atacar. Espero que ele continue a colocar bolas destas na área, não só para mim, mas também para os outros centrais, que nós estamos lá para poder concluir e marcar golos. Um top 3 dos golos marcados? Consigo fazer: o primeiro com o Sporting, o segundo com o V. Guimarães e o terceiro com o PAOK." 

Jardel

EM QUEM PENSA QUANDO MARCA?

"Penso muito no meu filho. Todas as vezes que eu entro em campo, ele é a minha inspiração, até por tudo o que ele já passou. Ele é um guerreiro, uma inspiração para mim, para a minha esposa e para os amigos mais próximos, que sabem o que ele passou. Em cada jogo que eu faço penso sempre no meu filho. A minha esposa também tem uma influência muito grande por tudo o que tem passado connosco, nos bons e nos maus momentos está sempre do nosso lado. Os golos também são dedicados a ela, que é muito especial em todos os momentos."

Jardel 250 jogos Benfica

AS CINCO FINAIS QUE AÍ VÊM E O QUE É PRECISO PARA SER CAMPEÃO

"Os adeptos têm-nos apoiado muito, têm jogado connosco. Podem esperar de nós essa mesma entrega, a paixão que colocamos dentro de campo em cada jogo. Mesmo quando as coisas não estão a correr bem, nunca desistimos. Como o míster diz, em cada treino e em cada jogo é a mil à hora. Temos de dar sempre o nosso máximo e também puxar pela nossa adepta, que é fantástica. Tem-nos empurrado e feito festas lindas em todos os estádios onde jogamos. É continuar assim dessa forma: são cinco finais, jogos muito importantes e todos contam. A união de todos é fundamental. O objetivo é estarmos ainda mais unidos para que o sonho de todos, dos jogadores e dos adeptos benfiquistas, possa ser realizado. Dentro e fora de campo, todos contam!"

Texto: João Sanches

Fotos: Tânia Paulo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar