29 de abril de 2019, 15h09

Super-Pizzi: o médio mais influente na Europa

Futebol

Participou em 33 por cento dos 91 golos apontados pelo Benfica em 31 jornadas na Liga NOS.

Marca, dá marcar e, no meio-campo do Benfica, supera alguns dos melhores registos em 2018/19, batendo a concorrência aos pontos. Dois golos e uma assistência na partida com o SC Braga (1-4) elevaram Pizzi a jogador mais influente da Liga NOS. É também o médio que mais participa em golos nos 15 principais campeonatos da Europa.

Diante dos bracarenses, Pizzi foi o homem do jogo, com a plataforma Sofascore a dar-lhe nota de 8,9 (numa escala até 10), a mais alta no jogo. A equipa da casa até saiu na frente ao intervalo, mas, aos 59’, o camisola 21 marcou o primeiro de dois penáltis de que iria dispor e consumou a reviravolta no marcador. Aumentou assim para 12 o número de golos no Campeonato. Aos 69’, num pontapé de canto, ainda foi a tempo de fazer a 18.ª assistência nesta Liga NOS, servindo o cabeceamento de Rúben Dias para o 1-3.

Juntam-se, igualmente, três remates (dois deles enquadrados), cinco passes para finalização dos colegas e uma eficácia de passe de 84%.

Braga-Benfica

Pizzi no Campeonato em 5 anos na Luz

Época Jogos Golos Assistências Participação
2018/19* 31 12 18 30
2017/18 33 6 6 12
2016/17 33 10 8 18
2015/16 31 8 6 14
2014/15 23 2 7 9

* ainda a decorrer

Esta está a ser uma época de sonho para o camisola 21. Os 12 golos e as 18 assistências fazem com que tenha estado diretamente ligado a 30 dos 91 tentos das águias no Campeonato Nacional (33%). 

Mas há mais: Pizzi acaba de bater o recorde de golos marcados em todas as provas numa temporada!

Os 14 já conseguidos deixam para trás os 13 feitos em 2016/17. Curiosamente, nessa época, o médio, de 29 anos, realizou os mesmos jogos que soma em 2018/19 – 52 –, sendo que a atual ainda decorre.

Não foi só internamente que Pizzi deixou a sua marca de qualidade no jogo ofensivo do Benfica. O médio participou em cinco tentos (dois golos e três assistências) nas competições europeias – Champions e Liga Europa – e num na Taça de Portugal, com um passe para golo. Nas provas da UEFA marcou nos dois golos com o PAOK (play-off de acesso à fase de grupos) e assistiu Jardel na segunda mão; fez o passe para o golo de Grimaldo em Atenas com o AEK (fase de grupos) e na Luz com o Dínamo Zagreb, este já na Liga Europa.

Braga-Benfica

Sem paralelo na Europa

O que o internacional português já conseguiu em Portugal é impressionante, mas, se abrirmos a pesquisa ao Velho Continente, percebe-se o quão ímpar são os números do benfiquista. O Site Oficial pesquisou entre os 15 maiores campeonatos da UEFA e chegou à conclusão de que Pizzi é o médio mais influente da Europa, com participação direta em 30 golos da equipa.

É preciso chegar à Liga holandesa para encontrar quem lhe faça sombra. O marroquino Ziyech teve influência em 29 tentos do Ajax (17 golos e 12 assistências). Perto, para além de Bruno Fernandes, do Sporting, seguem Hans Vanaken (Club Brugge) com participação em 27 tentos (13/14), Pablo Sarabia (Sevilha) e Edin Visca (Basaksehir) com 25 (12/13). Nesta luta, o benfiquista ultrapassa nomes como Paul Pogba (Manchester United), Eriksen (Tottenham) ou mesmo Marco Reus (Borússia Dortmund).

Texto: Marco Rebelo

Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar