15 de maio de 2019, 16h29

Rafa: o "acelera" que nunca faltou

Futebol

Em 2004/05, Giovanni Trapattoni deu "graças a Deus" por ter Simão Sabrosa. Passados 14 anos, outro português alcança números fantásticos na finalização (e não só...) com a camisola do Benfica.

"Graças a Deus nunca nos faltou Simão", disse o consagrado treinador Giovanni Trapattoni em 2004/05, época que terminou com o Benfica como Campeão Nacional. Volvidos 14 anos, e pegando nos números fantásticos de outro atacante português, bem se pode dizer que Rafa não tem faltado aos encarnados.

Com golos, dribles, remates, cruzamentos e assistências, Rafa tem sido uma peça relevante no xadrez tático de Bruno Lage, sendo já esta temporada a melhor da sua carreira.

O golo apontado ao Rio Ave na penúltima jornada (33.ª) da Liga NOS foi o 16.º do camisola 27 no Campeonato Nacional e o 20.º na temporada, fixando um novo máximo numa temporada. Mais: desde 2004/05 que um português não faturava 20 ou mais golos numa época com o Manto Sagrado vestido.

Os últimos portugueses a marcar 20 ou mais golos numa temporada pelas águias haviam sido Rui Águas (26 em 1990/91), João Vieira Pinto (23 em 1995/96), Nuno Gomes (20 em 1999/2000) e Simão Sabrosa (22 em 2004/05).

Golos, dribles e... já está a 1 jogo dos 100

Dados da plataforma estatística Sofascore mostram que Rafa é um dos jogadores da Liga NOS que mais dribles bem-sucedidos efetua (60), com uma percentagem de eficácia por jogo na ordem dos 65%.

Além de ser o 3.º melhor marcador do Campeonato Nacional (2.º do Benfica, apenas suplantado por Seferovic) com 16 golos, o camisola 27 benfiquista é o 5.º jogador mais influente (golos e assistências) da competição, com participação direta em 18 golos, num top 5 composto por quatro jogadores do Benfica e liderado por Pizzi, que tem participação em 31 golos.

Rafa

Para lá dos registos que vai superando, dos dribles, dos golos e da influência, Rafa também se destaca no capítulo do passe: fez 2120 na Liga NOS e apresenta uma taxa de acerto de 76,5%.

Com 16 golos apontados no Campeonato, o Campeão Europeu por Portugal em 2016 marca a cada 114 minutos e está a um desafio de completar 100 jogos oficiais pelo Sport Lisboa e Benfica, emblema que representa há três épocas (desde 2016/17).

Texto: Diogo Nascimento

Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar