28 de maio de 2019, 18h52

Mundial de Sub-20: Portugal merecia melhor sorte

Futebol

Trio do Benfica não conseguiu evitar o desaire diante da Argentina.

Florentino, Gedson e Jota foram titulares na 2.ª jornada do Grupo F do Campeonato do Mundo de Sub-20 que decorre na Polónia. No Estádio Bielsko-Biala, Portugal perdeu com a Argentina, por 0-2, números muito injustos face ao que se passou no relvado.

Frente a frente, as duas seleções que venceram as respetivas partidas da ronda inaugural. Portugal bateu a Coreia do Sul (1-0) e os argentinos suplantaram a África do Sul, por 5-2.

No sul da Polónia, o jogo arrancou equilibrado, com as duas formações a tentarem chegar rápido à zona de ataque. A tentativa de resolver rápido tirou discernimento aos atletas, mas algo ficou logo esclarecido: ambas tentavam jogar ora à largura ora à profundidade.

Ainda assim, a alviceleste tinha maior percentagem de posse de bola e acentuava uma pressão alta que dificultava a saída de bola da equipa das Quinas, que, dessa forma, tinha de jogar longo.

Aos 16’, a primeira oportunidade de golo e foi para Portugal. Jota lançou Rafael Leão na esquerda, o avançado do Lille trabalhou bem e rematou para defesa de Roffo; no minuto seguinte, Gedson apareceu entre linhas e, sem oposição, rematou de longe, com o esférico a sair a centímetros do golo.

Os Benfiquistas estavam em destaque e, aos 20’, Jota ultrapassou Mura, disparou para a área e rematou forte. Roffo defendeu por instinto. Argentina com mais bola, Portugal mais perigoso. Aos 30’, Gedson apontou um pontapé de canto e Diogo Leite, de cabeça, levou perigo à baliza argentina.

Contra a corrente de jogo, aos 33’, Gaich, oportuno, desviou para o 0-1 após cruzamento de Alvarez. A bola ainda bateu no poste antes de se aninhar nas redes lusas.

O resultado não mais se alterou e o intervalo chegou com 0-1 para a Argentina no marcador.

Portugal entrou ao ataque na segunda parte e, aos 48’, o cruzamento-remate de Rúben Vinagre, após ser servido por Jota, quase encontrava Rafael Leão pelo caminho; aos 51’, Moreno, depois de uma boa jogada individual, rematou, do meio da rua, ao poste da baliza de João Virgínia, que parecia batido.

Jota ficou muito perto do empate aos 64’. Recuperação de bola em zona adiantada por parte de Portugal, o benfiquista avançou para a área e rematou à malha lateral. Aos 67’, num lance iniciado por Jota, os Sub-20 lusos, através de Rúben Vinagre, voltaram a estar perto do empate.

Através de um livre direto, Gedson ficou pertíssimo do 1-1 (73’). Passados cinco minutos, aos 78’, Gaich, isolado, quase fez o 0-2, mas João Virgínia defendeu de forma superlativa. Respondeu Portugal sob o signo do Benfica. Gedson e Jota a combinarem, com o último a rematar para defesa de Roffo.

Aos 84’, Perez fez o 0-2 depois de um livre apontado por Barco. O lance foi analisado pelo VAR por um eventual fora de jogo, que, no entanto, não seria considerado.

Aos 84’, Perez fez o 0-2 depois de um livre apontado por Barco. O lance foi analisado pelo VAR por um eventual fora de jogo, que não foi assinalado.

Até final, o marcador não mais se alterou. Resultado final do Portugal-Argentina: 0-2.

Onze de Portugal: João Virgínia; Diogo Dalot, Diogo Queirós, Diogo Leite e Rúben Vinagre; Florentino Luís, Miguel Luís (77', Pedro Martelo) e Gedson Fernandes; Trincão (62', Mesaque Dju), Rafael Leão e Jota (88', Pedro Neto).

Suplentes: Diogo Costa, Luís Maximiano, Mesaque Dju, Nuno Pina, Thierry Correia, Moura, Romain Correia, Pedro Neto, Pedro Martelo e Nuno Santos.

Portugal enfrenta a África do Sul a 31 de maio (sexta-feira), às 19h30, em jogo da última ronda da fase de grupos. Um triunfo coloca a equipa das Quinas nos oitavos de final do Mundial de Sub-20.

Texto: Marco Rebelo

Fotos: FIFA

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar