7 de julho de 2018, 17h09

Obrigado, senhor Shéu!

Clube

Abandona as funções de secretário-técnico, mas vai manter-se no seu Clube de sempre. É um dos rostos da Mística.

São, ao todo, 48 anos ao serviço do Benfica, 19 deles como jogador. Entrou na Luz em 1970 e não voltou a sair. É hoje membro da estrutura técnica encarnada e pertence a um restrito lote de jogadores que alinharam num só clube durante toda a carreira enquanto profissional de futebol. 

Shéu pendurou as chuteiras a 21 de maio de 1989, mas não se despediu daquela que toda a vida foi a sua casa, exercendo a função de secretário-técnico do Futebol, cargo de que este sábado se despede. A pedido do próprio, Shéu abandona as atuais funções, contudo, vai manter-se no Clube de sempre, mas com outro cargo. 

O cargo de secretário-técnico não será ocupado por ninguém, até porque é impossível substituir Shéu Han.

Texto: Filipa Fernandes Garcia

Fotos: Tânia Paulo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar