16 de novembro de 2018, 15h22

Benfica soma nova vitória na Ronda de Elite

Futsal

No domingo, a formação de Joel Rocha encontra o Sporting no jogo 3 da Ronda de Elite (Grupo C) da UEFA Futsal Champions League.

O Benfica cumpriu e venceu, na sexta-feira, o segundo jogo da Ronda de Elite (Grupo C) da UEFA Futsal Champions League, frente ao Sibiryak (2-4).  

No Pavilhão João Rocha e depois do forte arranque na prova com uma goleada sobre os croatas do Novo Vrijeme (5-0), Joel Rocha promoveu três mudanças em relação ao cinco inicial utilizado na quinta-feira: saíram Fernandinho, Bruno Coelho e Robinho para as entradas de Fábio Cecílio, Tiago Brito e Raúl Campos.

A primeira ameaça do Benfica saiu dos pés de Raúl Campos – que na estreia esteve em destaque com um hat-trick. Com apenas 57 segundos jogados, o espanhol de 30 anos rematou à figura de Nikolai Balashov.

Depois de duas boas oportunidades desperdiçadas pelo Sibiryak, esteve à vista o primeiro golo. Bruno Coelho assistiu irrepreensivelmente Fits, mas o remate acabou por sair por cima da baliza do guarda-redes russo.

O golo chegou aos 8’. Na sequência de um canto batido por Robinho, Bruno Coelho apareceu sozinho e rematou para o 0-1.

Os encarnados iam pressionando e procurando aumentar a vantagem e, aos 12’, excelente lance de contra-ataque, com Fernandinho a assistir Robinho para o segundo golo da tarde, numa altura em que os russos iam tendo alguma dificuldade em chegar à baliza de Roncaglio. 

Até ao intervalo, a formação de Joel Rocha ainda dispôs de mais duas oportunidades, mas o marcador manteve-se nos 0-2, um resultado que pecava por escasso.

Na entrada no segundo tempo, em cinco para quatro, o Benfica sofria o primeiro golo nesta Ronda de Elite da UEFA Futsal Champions League. Joan assistiu, aos 23', para o guardião Nikolai Balashov que só teve de encostar (1-2). 

O conjunto encarnado respondeu rapidamente, aproveitou o facto de a baliza adversária estar sem guarda-redes e Bruno Coelho rematou certeiro, de longe, para o 1-3 (24'). 

Com alguma facilidade, os encarnados iam chegando à baliza da formação russa e, aos 29, chegava o 1-4. Assistido por Fits, Chaguinha rematava às redes do Sibiryak, com a bola a passar mesmo junto às pernas de Balashov, mas sem hipótese de defesa.  

Numa altura em que se caminhava para o final da partida (38'), o conjunto do Sibirya reduziu a desvantagem. Joan, com a segunda assistência do encontro, deu para Pokotylo que assinou o 2-4 final, resultado que permite aos encarnados somar 6 pontos em dois jogos (9 golos marcados e 2 sofridos). 

Destaque para as estatísticas do encontro onde, segundo o site oficial da UEFA, o Benfica dispôs de 40 remates (19 deles à baliza), contra apenas 17 dos russos (apenas 10 enquadrados).

Cinco inicial do Benfica: Diego Roncaglio, Marc Tolrà, Fábio Cecílio, Tiago Brito e Raúl Campos. 

Suplentes: Cristiano, Chaguinha, André Coelho, Bruno Coelho, Rafael Henmi, Robinho, Fernandinho, Fits e Afonso Jesus. 

O apuramento para a final four termina com o jogo 3 às 19h00 de 18 de novembro (domingo), com as águias a enfrentarem o Sporting. 

“Nada nos vai retirar a ambição de lutar pela final four”

Joel Rocha (treinador do Benfica):Plenamente satisfeito com a qualidade que tivemos durante os 40 minutos. Tinha dito ontem que hoje ia ser melhor e realmente foi, tanto individual como coletivamente. Tivemos 40 minutos de domínio e controlo total, e isso deixa-nos satisfeitos.

Obviamente que perante uma equipa como o Sibiryak, com tantos jogadores de qualidade e, sobretudo, com um jogo muito posicional, torna-se difícil fechar as linhas de passe e isso acabou por se traduzir em dois golos do Sibiryak. Mas estou claramente satisfeito pela conquista dos três pontos e, acima de tudo, pela forma como foram conquistados.

Cada vez há menos segredos entre os dois grandes de Lisboa e da Europa e, agora sim, vamos preparar o jogo de domingo, mas em primeiro lugar recuperar e afinar aquilo que é a nossa identidade, que é isso que queremos impor no jogo do próximo domingo.

O jogo de domingo será decisivo para apurar o semifinalista desta Champions League, mas nada neste tipo de contexto nos vai retirar a ambição de lutar pela passagem à final four.”

Texto: Filipa Fernandes Garcia e Márcia Dores

Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica 

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar