18 de novembro de 2018, 20h56

Empate afasta Benfica da UEFA Futsal Champions League

Futsal

Primeiro dérbi da história em competições europeias terminou com igualdade a uma bola.

O Benfica empatou, neste domingo, a uma bola com o Sporting e ficou fora da final four da UEFA Futsal Champions League, num inédito dérbi europeu com emoção e incerteza até aos últimos segundos.

Depois de duas vitórias – frente ao Novo Vrijeme (5-0) e ao Sibiryak (4-2) –, o Benfica entrou na quadra do Pavilhão João Rocha, casa da formação leonina, determinado a conquistar um lugar na final four. Para isso, os encarnados tinham de vencer, enquanto do outro lado estava um Sporting – com vantagem apenas na diferença de golos – a quem o empate bastava para seguir em frente na competição.

Arranque frenético, com um lance polémico logo no primeiro minuto. Robinho ficou a pedir falta por agressão de Pany Varela, mas o árbitro espanhol Juan José Cordero Gallardo mandou seguir…

Aos 4’, Guitta foi o protagonista da primeira grande defesa deste inédito dérbi ao travar um remate de Fernandinho. Chamado a intervir, o guarda-redes leonino estava atento e negou, segundos depois, o golo a Robinho. O Sporting respondeu e Pedro Cary rematou por cima da baliza de Roncaglio. 

A marcar a primeira metade do primeiro tempo, Nunes Rocha, numa jogada individual, entrou na área encarnada e rematou de pé esquerdo, mas Roncaglio, seguro, evitou o golo.

Na reposição de uma bola na linha lateral, Robinho, assistido por Bruno Coelho e com grande rapidez de execução, desviou a bola para o fundo das redes leoninas (1-0). Estava assinado o primeiro golo sofrido pelo Sporting nesta Ronda de Elite.

Numa fase mais calma do jogo (17'), Tolrà viu o cartão amarelo por falta (mal assinalada) sobre Deo, a sexta do Benfica. De livre de 10 metros, no frente a frente com Cristiano, Cardinal não perdoou e restabeleceu o empate (1-1) com que se chegou ao intervalo. Um resultado que favorecia o Sporting no acesso à fase final da UEFA Futsal Champions League. 

No início do segundo tempo, pressão alta do Benfica que tentava inverter um resultado benéfico para os verdes e brancos. Aos 24’, Rafael Henmi viu cartão amarelo por travar Cavinato que se preparava para se isolar. Na conversão do livre – perigoso – Leo falhou o alvo.

No tudo por tudo, as ameaças sucediam-se para ambos os lados. Aos 32’, Fits levou muito perigo à baliza leonina com um cabeceamento que acabou por sair por cima. Esteve à vista o 2-1, numa altura em que o guarda-redes Roncaglio ia subindo no terreno. 

Já no último minuto, André Coelho rematou fortíssimo ao poste, mas o Benfica não conseguiu chegar à vantagem que dava acesso à final four da competição, que contava já com Inter Movistar, Barcelona e Kairat Almaty.

Cinco inicial do Benfica: Diego Roncaglio, Tolrà, Bruno Coelho, Robinho e Fernandinho.

Suplentes: Cristiano, Chaguinha, André Coelho, Fábio Cecílio, Tiago Brito, Rafael Henmi, Raúl Campos, Fits e Afonso Jesus. 

Joel Rocha: "Justificámos muito mais do que aquilo que aconteceu"

"Uma primeira palavra para os meus jogadores, que trabalharam, que acreditaram, e pelo que entregaram, e justificámos muito mais do que aquilo que aconteceu. A segunda palavra para os nossos adeptos, que hoje nada nem ninguém os demoveu de se apresentarem em grande número e de nos apoiarem de princípio ao fim do jogo. O Benfica, na primeira parte, não foi tão forte como o Sporting. Aí o Sporting foi melhor do que o Benfica, teve mais quantidade e qualidade de bola, foi muito mais agressivo em termos de intensidade e disponibilidade para defender. Nós, na primeira parte, tivemos muitas dificuldades, quer em ter a bola, quer no processo defensivo, principalmente em algumas situações em que a bola entrou no pivô."

"Depois de estarmos a vencer, por 1-0, num lance de estratégia, ao intervalo, o empate… que no meu entendimento surge de um lance que é originado pela sexta falta. Mas que fique bem claro que o Benfica na primeira parte não fez seis faltas! Não fez seis faltas, repito! Foram-lhe assinaladas as seis faltas, o que originou o livre de 10 metros que deu o empate."

Texto: Filipa Fernandes Garcia

Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica

 

Robinho

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar