11 de dezembro de 2018, 13h46

Rui Vitória: "Prestígio e vontade de vencer, tudo nos motiva"

Futebol

O Benfica conclui a sua caminhada na edição 2018/19 da Liga dos Campeões com a receção ao AEK às 20h00 de quarta-feira.

Terminar a fase de grupos da Liga dos Campeões 2018/19 com um triunfo sobre o AEK, na noite de quarta-feira, e atacar a Liga Europa no momento certo, pensando adversário a adversário – estas são algumas das ideias que Rui Vitória, treinador do Benfica, vincou na conferência de Imprensa de antevisão, no Caixa Futebol Campus.

João Félix esteve ao seu lado nesta antevisão. É um sinal de que vai alinhar de início frente ao AEK?

O facto de estar aqui não lhe garante que jogue, mas é uma possibilidade. Já decidi quem vai jogar, mas só amanhã [quarta-feira] é que transmito aos jogadores.

Vem aí um ciclo com cinco jogos em 17 dias até ao final do ano. Pensa neste calendário apertado quando prepara esta partida com o AEK?

Penso nisso de uma forma generalizada. Dezembro, janeiro e também fevereiro são meses muito densos, com muito pouco intervalo entre os jogos, com pouco tempo de recuperação para os jogadores, mas isto é algo que já estava definido. Temos de pensar sempre a equipa de forma a estarmos em cada um dos jogos o mais preparados possível para vencer. É um calendário muito denso para esta altura da época.

Ganhar ao AEK também será importante por se tratar de um jogo no Estádio da Luz?

É importante porque queremos ganhar, terminar a vencer, somar mais quase três milhões de euros para aumentar o total desta receita do Benfica na edição 2018/19 da Liga dos Campeões. Tudo isso nos motiva, tal como o prestígio e a vontade de fazer sete pontos no Grupo E. Queremos vincar que o que fez a diferença foi o match point nos desafios entre nós e o Ajax, em que o adversário, naqueles 30 segundos de um jogo e de outro, acabou por ser a equipa que marcou. A grande diferença esteve aqui, na minha opinião.

Rui Vitória e João Félix

Que expectativas tem para a Liga Europa, visto que o Benfica já assegurou presença no sorteio da próxima segunda-feira?

Primeiro temos este jogo com o AEK. Queremos ganhar, terminar a Liga dos Campeões com uma vitória. Depois veremos qual será o adversário, pensando jogo a jogo. Não vale a pena estarmos com muitos cenários.

Atualmente, a Liga Europa é uma competição mais à dimensão futebolística do Benfica?

Quando entra numa fase de grupos da Liga dos Campeões, o Benfica acredita sempre que pode passar. É assim que pensamos e é assim que queremos pensar. É uma verdade que em 25 anos passámos poucas vezes a fase de grupos, mas é nisso que pensamos. Não nos qualificámos e temos outra realidade pela frente. Não vamos achar que é melhor ou pior – é a que vamos atacar de uma forma objetiva, querendo passar cada adversário, não fazendo planos a longo prazo, porque a este nível competitivo tem de ser jogo a jogo. Queremos sempre estar na Liga dos Campeões e vamos fazer todo o trabalho para estar lá, mas agora é a Liga Europa e vamos pensar nela no momento certo.

Texto: João Sanches

Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar