29 de julho de 2019, 02h27

Jamor no Gillette Stadium

Futebol

O cenário fazia lembrar uma final da Taça de Portugal. No último jogo do Benfica na ICC 2019 nos Estados Unidos, os adeptos deram uma "goleada".

À chegada da equipa de Media do Benfica ao Gillette Stadium, um cenário a fazer lembrar as finais da Taça de Portugal, no Estádio do Jamor. Muitos adeptos do Clube assentaram arraiais com mesas, cadeiras, comida e bebida e fizeram a festa antes do apito inicial do jogo com o AC Milan.

Com as águias em clara maioria na massa adepta, era imperativo passar pela Fan Zone e auscultar o ambiente. Tal como já acontecera na Califórnia e em Nova Iorque, o espaço do Benfica era ponto de encontro e de passagem obrigatório para quem vestia de vermelho e branco.

Adeptos

Entre gritos de “Benfica, Benfica…” e cânticos de “SLB, SLB, Glorioso SLB…” ou “E o Benfica é Campeão”, a festa era vermelha e branca, com o troféu da Reconquista a ser protagonista.

A fila para tirar uma fotografia com a taça de campeão que ficará para a posteridade era de 10 metros. Ao lado, a Fan Zone do AC Milan, mais tranquila, mas em saudável convivência com a do Benfica. Tanto que até as mascotes dos dois clubes – Benfica e Milan – posaram juntas em fotografias e juntaram-se mais tarde à dos New England Revolution, formação da Major League Soccer que tem o Gillette Stadium como casa, e fizeram as delícias dos presentes.

A equipa do Benfica chegou ao Gillette Stadium e o seu treinador, Bruno Lage, dirigiu-se ao relvado para estar sozinho a observar o recinto de jogo. A imponência “obrigou-o” a usar o telemóvel e registá-la através de fotografias.

Adeptos

Mancha vermelha e branca

Os cerca de 67 mil lugares do recinto não estavam cheios (27 565 espectadores), mas uma certeza havia: os Benfiquistas entraram a golear a massa adepta do AC Milan. E fizeram questão de o mostrar com a entrada das equipas no relvado para o aquecimento… bem mais ruidosa a entrada dos comandados por Bruno Lage.

Ainda antes de a partida se iniciar, um pormenor interessante: enquanto tocavam os hinos de ambos os emblemas foram passando curiosidades sobre os clubes nos ecrãs gigantes. Uma vez mais, a International Champions Cup a dar cartas ao nível da organização e do pensar no adepto como parte integrante do espetáculo.

Sempre com muito apoio nos encontros e nos treinos abertos, ainda assim o jogo em Foxborough trouxe mais adeptos dos encarnados do que nas outras partidas. A elevada comunidade portuguesa residente no Estado do Massachusetts e o facto de o jogo se ter realizado ao domingo ajudam na afluência.  

O muito calor que se fez sentir durante os 90 minutos levou a organização a determinar uma pausa por volta da meia hora, bem aproveitada pelos adeptos para mostrarem os dotes para a dança ao ritmo das várias músicas que passaram no sistema sonoro do estádio.

Rui Costa, Massaro e Baresi

Uma troca de camisolas icónica

Antes do apito inicial, Rui Costa, administrador da SAD do Benfica e antigo jogador do Milan, trocou camisolas com outras figuras incontornáveis do futebol dos rossoneri: Franco Baresi e Daniele Massaro.

No trajeto até ao relvado, Rui Costa foi bastante saudado pelos milhares de Benfiquistas nas bancadas, correspondendo com acenos e cumprimentos.

O Maestro representou os dois clubes e, como tal, depois da Fiorentina, a ICC a proporcionar outro duelo especial para o antigo 10 das águias; Baresi fez toda a carreira no clube milanês, com mais de 700 partidas e muitos títulos, Massaro realizou 270 jogos pelo AC Milan.

Adeptos

Apoio incessante e guarda-redes especiais

Durante os 90 minutos, vários foram os cânticos de apoio ao conjunto liderado por Bruno Lage. O Benfiquismo transferiu-se de Nova Iorque para Foxborough e manteve a chama acesa nas bancadas.

A cada lance de perigo ou jogada bem gizada, o “bruaá” era imediato e fazia-se sentir. Os cachecóis no ar apareceram aos 70’, com o golo de Taarabt (ver vídeo).

Durante o descanso, as duas mascotes – Benfica e Milan – foram à baliza para tentar travar várias grandes penalidades apontadas pelos mais pequenos. Ficou claro que ambas têm mais jeito para animação do que para defender. Como tal, a Águia Vitória dirigiu-se de seguida às bancadas para confraternizar e tirar fotografias com os Benfiquistas.

O Benfica terminou a sua participação na International Champions Cup com mais um triunfo – 3 em 3 jogos –, seis golos marcados e apenas um concedido. Dentro de uma semana, a 4 de agosto, há Supertaça com o Sporting.  

Texto: Marco Rebelo

Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar