11 de agosto de 2019, 00h12

🎥 Goleada de mão-cheia no arranque da defesa do título

Futebol

Foi com mais uma "chapa-cinco" – a segunda de 2019/20 – que o Benfica deu início à defesa do título de Campeão Nacional.

O Estádio da Luz encheu – quase 63 mil espectadores! – em pleno mês de agosto para ver o primeiro passo do Campeão na defesa do título nacional. O Benfica repetiu o resultado da Supertaça (5-0), desta vez na receção ao Paços de Ferreira, na ronda inaugural da Liga NOS 2019/20, e já e líder.

Perante 62.956 mil espectadores e quase uma semana depois da conquista do primeiro troféu oficial da temporada, o Benfica apresentou-se em casa apenas com uma alteração em relação ao onze que alinhou de início no dérbi com o Sporting: saiu o lesionado Gabriel, entrou Samaris.

Benfica-Paços de Ferreira

Frente a um Paços de Ferreira com a lição bem estudada no regresso ao escalão máximo do futebol português, a dupla Raul de Tomas e Seferovic pôs os pacenses em sentido logo nos primeiros minutos de jogo: cruzamento rasteiro do avançado espanhol na direita (2’) e depois na esquerda (6’), com o suíço a não chegar – por muito pouco – a tempo para a finalização.

Com uma boa organização defensiva e a fazer uma boa leitura do jogo, a formação de Filipe Rocha (Filó) ia conseguindo evitar que o Benfica encontrasse, com facilidade, situações de finalização. O início equilibrado desfez-se assim que Nuno Tavares assumiu o protagonismo…

[GOLO: 1-0] Golaço! Remate fortíssimo e em arco do lateral-direito, sem hipótese para Ricardo Ribeiro. Pizzi deu para Nuno Tavares que rematou de fora de área para uma estreia de sonho!

Cinco minutos depois e atingida a meia hora de jogo, o ritmo aumentou, o Benfica assumiu o controlo do jogo e, depois de mão na bola de Bruno Santos, Manuel Oliveira assinalou grande penalidade a favor das águias.

[GOLO: 2-0] Chamado a converter o penálti, Pizzi aumentou a vantagem. Bola para um lado, Ricardo Ribeiro para o outro e estava feito o segundo golo da noite.

O Paços de Ferreira despertou, reagiu e, aos 37’ – depois de uma primeira ameaça com um golo invalidado a Douglas Tanque por fora de jogo – voltou a ficar perto do primeiro: Bernardo Martins e Douglas apareceram em boa posição, mas a bola acabou fácil nas mãos de Odysseas.

[INTERVALO: 2-0] A equipa orientada por Bruno Lage saía em – justa – vantagem para o balneário depois de 46 minutos (1 de compensação) por cima de jogo. Segundo as estatísticas, mais posse de bola, mais ataques, mais remates e, claro… mais golos.

Sem mexidas nos onzes, a segunda parte trouxe chuva e mais uma ameaça dos encarnados que entraram mais pressionantes, mais dinâmicos e a impedir as saídas do Paços de Ferreira que, aos 65’ se viu reduzido a 10 elementos depois do segundo amarelo mostrado a Bernardo Martins.

E se as contas já estavam difíceis para os forasteiros, a situação piorou a partir dos 70 minutos.  

[GOLO: 3-0] Bom cruzamento de Nuno Tavares na direita, assistência do recém-entrado em jogo Chiquinho e Seferovic só teve de encostar para o terceiro da noite.

Numa altura em que o Benfica tinha em jogo cinco "produtos" Made in Caixa Futebol Campus – Nuno Tavares, Rúben Dias, Ferro, Florentino e Jota – a Luz voltou a ouvir-se.

[GOLO: 4-0] Pizzi a bisar (75')! Assistência de Nuno Tavares com o internacional português a rematar de primeira para o quarto golo dos encarnados. Num jogo em que envergou a braçadeira de capitão, Pizzi chegou ao golo 50 de águia ao peito.

[GOLO: 5-0] Seis minutos depois de entrar (84'), o brasileiro Vinícius respondeu da melhor forma a um cruzamento de Nuno Tavares – mais uma vez a ter responsabilidade no golo! – e encostou para o quinto tiro certeiro da noite. Mais uma estreia oficial… e a marcar.

[RESULTADO FINAL: 5-0] Mais uma chapa cinco aplicada pelo Benfica em 2019/20, desta vez no arranque da Liga NOS. No primeiro tempo, um golaço de Nuno Tavares e uma grande penalidade cobrada por Pizzi deram vantagem aos encarnados; na segunda parte, Seferovic, novamente Pizzi e Vinícius contribuíram para a goleada. A equipa de Bruno Lage já está na liderança do Campeonato.

Garantidos os primeiros três pontos no Campeonato Nacional, segue-se uma deslocação ao Estádio do Jamor para defrontar o Belenenses na 2.ª jornada da competição. O desafio está agendado para as 19h00 do próximo sábado, 17 de agosto.

Onze

Recorde-se o onze inicial do Benfica: Odysseas; Nuno Tavares, Rúben Dias, Ferro e Grimaldo; Florentino, Samaris (78’ Vinícius), Pizzi e Rafa (78’ Jota); Raul de Tomas (66’ Chiquinho) e Seferovic.

Suplentes não utilizados: Zlobin, Jardel, João Ferreira, Taarabt.

Texto: Filipa Fernandes Garcia

Fotos: João Paulo Trindade / Isabel Cutileiro / Cátia Luís / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar